Impor limites a salários e valor de negociação de jogadores, você é a favor ou contra?

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Danilo #6.864 @dangum em 05/12/2018 às 14:00

Salve salve, bando de loucos!

Acho engraçado ouvir os jogadores dizerem que querem jogar no SCCP, mas não se esforçarem nem um pouco para jogar no clube, se realmente quisessem vir, davam um jeito de diminuir seu vencimentos, pois de uma coisa tenho certeza, dinheiro não é mais problema para jogadores como Thiago Neves.

Depois de aposentados, é fácil dar entrevistas dizendo que a única frustração como jogador, foi não ter jogado pelo nosso amado clube!

O clube não perde nada, quem perde são eles mesmos, como diria o eterno magrão: "O Corinthians não é só um time e uma torcida. É um estado de espírito!"

Sou a favor de existir um teto salarial para jogadores, assim como a China fará a partir de 2019, mas para que seja justo, todas as ligas no mundo deveriam adotar um teto de no máximo 500 mil.

E me parece que a FiFA planeja impor limites a salários e valor de negociação de jogadores.

Para quem não viu a reportagem do New York Times, reproduzida pela Folha, em setembro deste ano, vou deixar o link logo abaixo.

Link: https://www1.folha.uol.com.br/esporte/2018/09/fifa-detalha-plano-para-limitar-dinheiro-gasto-em-transferencias.shtml Fifa quer impor limites a salários e valor de negociação de jogadores - 14/09/2018 - Esporte - Folha Fifa quer impor limites a salários e valor de negociação de jogadores - 14/09/2018 - Esporte - Folha A Fifa e seu presidente, Gianni Infantino, estão planejando promover mudanças significativas no mercado mundial de transferências futebolísticas, que... www1.folha.uol.com.brwww1.folha.uol.com.br

Qual pessoa em sã consciência, não sobreviveria com 'míseros', 500 mil por mês? !

Enfim, esta é apenas a minha humilde opinião sobre este assunto.

E vocês, bando de loucos, são a favor de existir um valor máximo para os salários dos jogadores?

Vai, Corinthians!

8.270 visualizações e 238 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Patrick Andrade #5.526 @patrickandrade em 05/12/2018 às 14:16

Tem que ter teto. É ridículo um fim de carreira feito Thiago Neves querer ganhar 900 mil JOGANDO NO Brasil. Respeito demais a política do Corinthians de não abrir mão do teto. O que eu critico é pagar 200 ou 300 mil em jogador do nível do Roger. Mas acho que é possível sim qualificar elenco sem precisar gastar fortunas.

Ricardo Lippi #2.149 @rick92 em 06/12/2018 às 00:10

Eu sou a favor de parar de contratar 20 perebas que não sabem dominar uma bola, como fizeram esse ano, inchando o elenco e onerando a folha de pagamento.

Se tiver critério nas contratações e não tiver que sustentar 50 pernas de pau, entre os que estão no elenco e os emprestados, acredito que seja possível montar um time competitivo, pagando bons salários pra jogadores que realmente resolvam.

Não adianta falar em teto salarial e pagar 250 mil para o Roger, 350 para o Jhonatas, investir 4 milhões de dólares numa promessa chilena, gastar 3 milhões por mês com jogadores emprestados e por aí vai.

Últimas respostas

Jorge Graner #470 @jorgegaviao em 07/12/2018 às 12:00

Sou desfavorável a teto. Acho que nos meios artístico e esportivo os melhores naturalmente vão ganhar mais e o mercado se autorregula. Meritocracia.

Publicidade

Estevão Vieira #6.540 @estevao.vieira em 07/12/2018 às 00:51

O povo vive com um mísero salário mínimo, imagina 500 mil?

Fabinho Headbanger #215 @biozzy em 06/12/2018 às 22:48

Para mim o jogador não poderia ganhar acima de 100 mil.

David Rgd #2.148 @david.rgd em 06/12/2018 às 19:58

O futebol está muito caro, hoje os top estão ganhando mais de 700 mil, os razoáveis 400 mil e os ruins 200 mil SLK, injusto, mais fazer o que, mais enfim, a Globo paga 170 milhões para o Corinthians montar um time forte e o Andrés não consegue administrar a grana e acaba fazendo time fraco. Dinheiro traz dinheiro e jogador ruim e time fraco dá prejuízo.

Adriano De Souza Franco #33 @adrianer em 06/12/2018 às 19:24

Tem que haver mudanças sim, e limitar também números de estrangeiros nos clubes.

Mesmo que os clubes Sul-Americano comecem a administrar de forma mais honesta e profissional, não dá para competir com Euro, agora com abertura de mercado, que está mais globalizado, com Vários outros países emergentes, que estão em pleno crescimento econômico e com ajuda de empresas poderosas financeiramente como a China, ficou mais complicado ainda.

Jogador hoje só visa o futebol PARA GANHAR DINHEIRO, apenas isso, se passar a carreira toda, sem ganhar títulos algum mas tendo feito um pé de meia, está ótimo.

Dinheiro é bom, mas falta ambição de muitos jogadores em conquistar títulos e fazer história, está cada vez mais difícil ter ídolos.

Marcos Ti @marcos.ti em 06/12/2018 às 19:11

Andrés se equivocou em muita coisa mais essa política eu aprovo, o teto tem que ser jogador Cássio e técnico Carille.

André Bertapeli #5.260 @andre.bertapeli2 em 06/12/2018 às 18:47

Sim! Tem muito cara bom de bola por aí que precisam de oportunidade de jogar! Aqui tivemos vários exemplos: Elias, Paulinho, Ralf, Felipe, Jorge Henrique etc... Que não ganhavam muito e arrebentavam em campo! Precisa mesmo é saber contratar, ter sintonia com o técnico e com o Cifut, sempre deu certo aqui!

João Paulo Lucas #3.764 @joao.paulo.lucas em 06/12/2018 às 18:26

Sou totalmente favorável ao teto, não estamos mais na economia de 2009 a 2013, hoje é caos! 500 mil é o mínimo de responsabilidade!

Moisés C. #399 @moises em 06/12/2018 às 18:08

Se eu fosse jogador profissional iria para onde paga mais mesmo, pois a carreira tem prazo de validade. Ah já tem muito dinheiro... Mas eles vão querer manter a vida confortável, as regalias e etc. E outra nunca se sabe do que virá. Não é?

Wilton Dillan #3.591 @dillan em 06/12/2018 às 17:36

Criei um tópico parecido ontem e li uns comentários do tipo 'Se chama mercado' 'Se o Corinthians não paga, outro paga' e é besteira pensar assim, um jogador de futebol por mais esforço que exija não precisa ganhar 700 mil por mês, implantar um teto como o Corinthians fez é o primeiro passo, o seguinte é tirar de jogo os empresários..