Explicando como um banco eletrónico lucra sem cobrar taxas mensais de conta e cartão do cliente!

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Ricardo #211 @ricardo.goshima.lest em 27/01/2019 às 09:06

Cada pagamento a vista que fizer com o cartão de débito automático, o comerciante, instituição qualquer paga NO MÍNIMO 1% do RECIBO ao banco.

Só nessa brincadeira já começa o lucro, fora cartões de credito que tem igual funcionamento e lucro claro em relação ao mal pagador com % gordas, juros sobre juros por mês. Famosa bola de neve que não se deve fazer.

Fora outros produtos que existem tbém.

Pessoal eles erraram na apresentação, sempre fui contra ao Andrés, ele não tem mínima credibilidade, mas de fato essa ideia é ótima, se essa parceria der certo o clube poderá ganhar um grana muito maior que os 30 milhões.

Precisamos analisar os erros da apresentação, vantagens e desvantagens do produto e potencial do produto. Não analisem nos mínimos detalhes só os defeitos, como dizem procurando pêlo em ovo.

Acredito que se vingar, um novo estilo de patrocínio de camisa surgirá com potencial de ganho muito maior, imagine pegarmos 3 patrocinadores com participação de lucros mais fixo. Falo por exemplo de empresa tipo Amazon, Alliexpress, Alibaba, Gearbest e etcc.

Pensem, reflitam, esperem a apresentação do App, para depois criticarem o produto. Não queimem antes um produto que poderá elevar num outro patamar o clube.

O lucro gigante é real, apesar de erros graves inicialmente do presidente e da empresa. OBS: do presidente de não falar a verdade, e da empresa não lançar o produto na apresentação de patrocinador com toda mídia lá na arena!

1.725 visualizações e 68 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Valdir F #165 @bilzao em 27/01/2019 às 09:15

Eu mesmo pago 70 reais de taxa de conta do Santander e estava pensando em trocar de banco.

Assim que lançarem vou trocar.

Não tem taxa de conta, não tem anuidade de cartão, vai ser bom pra todo mundo.

Acho que não custa nada a torcida aderir e ajudar. Eu tenho que pagar minhas contas de QQ maneira, não custa nada pagar no BMG e ajudar o Corinthians

Alexandre Marco Silva Fidelis #1.527 @alexandre.marco.silv em 27/01/2019 às 11:52

O maior erro na apresentação foi a ausência do produto.

Últimas respostas

João Vitor #321 @joaovitor34 em 28/01/2019 às 20:02

Bem simples

Publicidade

Wagner Banciela De Oliveira #289 @banciela em 28/01/2019 às 19:58

Sim.. Pareceu que queriam.mostrar correndo que conseguiram um patrocínio depois de um bom tempo e se preciiptaram

Ricardo #211 @ricardo.goshima.lest em 28/01/2019 às 18:32

" "

Erro foi tbem do próprio banco, deveriam exigir transparência total do clube, e eles apresentarem de forma profissional o sistema e comissões ao clube etc!

Ricardo Goshima Lester #211 @ricardo.goshima.lest em 28/01/2019 às 18:39

Sem disciplina financeira!

Ronaldo #3698 @henripime em 28/01/2019 às 09:05

" "

E outra, brasileiro ama atrasar conta, e geralmente as taxas de juros por atraso são maiores, se a cada 100 clientes 2 se enrolar já da lucro...

Ricardo Goshima Lester #211 @ricardo.goshima.lest em 28/01/2019 às 18:38

Não na arena, na camisa. Agora por exemplo eles vão iniciar a operar no Brasil estava lendo.

Pilo #488 @pilo.romano em 28/01/2019 às 09:35

" "

Arena Amazon ia ser louco...Amazon, a nova Emirates? Kkk é rir pra não chorar

Ricardo Goshima Lester #211 @ricardo.goshima.lest em 28/01/2019 às 18:36

Sim amadorismo total da diretoria como sempre não ser transparente principalmente em se tratando de uma coisa que envolve banco e clientes colocarem o suado dinheiro. Dar hipótese de desconfiança num negócio desses é péssimo.

Márcio #674 @marcio.rodrigo.costa em 28/01/2019 às 09:54

" "

Cara, numa boa, quem queimou o produto foi a própria diretoria, com essa comunicação confusa. Além de já não lançar o produto de início, para aproveitar o momento do lançamento e da euforia da torcida.

Este é o ponto. Eles deram e continuam dando muita margem para comentários ruins.

Mas concordo que temos de esperar agora para ver qual é da parceria.

Ricardo Goshima Lester #211 @ricardo.goshima.lest em 28/01/2019 às 18:33

Sim. Vamos ver como será tudo! Ainda tem que ser muito explicado, mas tem potêncial se for realizado corretamente! Pena que falharam logo de início!

EhNois #435 @ehnois.smith em 28/01/2019 às 10:00

" "

Ricardo, sem contar que se o dinheiro fica no banco, eles usam ele para empréstimos a juros mais altos que te pagam na poupança. Ou seja, fazem mais dinheiro com o seu dinheiro parado.

Ricardo Goshima Lester #211 @ricardo.goshima.lest em 28/01/2019 às 18:32

Erro foi tbem do próprio banco, deveriam exigir transparência total do clube, e eles apresentarem de forma profissional o sistema e comissões ao clube etc!

Wagner #289 @banciela em 28/01/2019 às 10:16

" "

Concordo com seu texto. A torcida sempre esperou uma parceria assim. Parceria em que nossa própria torcida fizesse o clube crescer, (e óbvio que a empresa tbem, afinal ela vive de lucros). Único erro foi não explicar isso. Era só dizer que seria 12 milhões fixos e milhões sem limites variáveis dependendo de nós. Pronto, a torcida abraça!

Ricardo Goshima Lester #211 @ricardo.goshima.lest em 28/01/2019 às 18:30

Claro é um negócio de risco, mas não podemos dizer nada por enquanto pois não sabemos nem como funcionará a plataforma. Começou mal mesmo, dada o amadorismo do clube e tbém na minha opinião do banco tbém! Triste!

Deco #57 @deco20 em 28/01/2019 às 10:44

" "

O grande problema da negociação é que, mais uma vez, um acordo nebuloso é feito e a torcida ludibriada.

Só por aí já começou muito mal. Estrategicamente falando, é um tiro no pé, dada a repercussão negativa entre os torcedores e a mídia. É o tipo do efeito totalmente evitável e dificilmente revertido.

Sobre a questão em tela, não ficou claro um ponto: os 50% serão sobre a arrecadação (receita) ou sobre o lucro da plataforma?

Se for sobre a receita, há uma possibilidade de algo positivo acontecer. Se for sobre o lucro, a chance de recebermos R$0 (ZERO REAIS!) é praticamente certa. Digo isso pois o Nubank, que tem sido o elemento de comparação, tem apresentado prejuízo anualmente, desde que foi criado.

Ainda, a geração de receita para os bancos digitais demanda, integralmente, do consumo de produtos e serviços bancários. Não basta abrir uma conta gratuita e achar que já está ajudando, pois não está.

Sem contratar empréstimos, aplicações, cartões, etc, de nada adianta.

Ricardo Goshima Lester #211 @ricardo.goshima.lest em 28/01/2019 às 18:22

Andrés não merece estar na presidência, eu sempre fui contra ao seu retorno.

O que vejo que enquanto Andrés estiver no poder sempre haverá polêmica em tudo, porque nunca existe transparência.

Ele é suspeito conjuntamente com a Odebretch de haver algo na construção da arena.

Enquanto houver administração não transparentes, na minha opinião extremamente amadora nenhum bom patrocinador multinacional virá apoiar o clube. Diga-se de passagem os últimos que pintaram na nossa camisa.

Não que apoie essa proposta e nem ainda vimos como irá funcionar o esquema de parceria. Acho que nem vamos saber dos detalhes que você colocou em questão. Os caras vão omitir, como queriam omitir os valores reais. Uma pena por que até acho um negócio em potencial. Mas ao meu ver que mesmo o BMG esta me parecendo uma amadora. Primeiro em se tratando de banco não exigir transparência até mesmo na apresentação do patrocínio, vide o vazamento da ata para os acionistas e tbém o lançamento do produto no dia da apresentação. Assim sendo acho que começou muito mal uma coisa que poderia dar certo mesmo nas coisas que você disse se caso eles fizerem algo profissional!

Wilson #225 @wawawa em 28/01/2019 às 10:54

" "

CAUTELA! CAUTELA! O Diego Valença, no Blog YOU Timão levantou certos questionamentos que coincidiram com o que penso.

O valor de trintas milhões não é uma 'LUVA' e sim um adiantamento... Doze deste ano, Doze de 2020 e Seis referente a participação.

A primeira questão é : se ninguém participar do plano, o Corinthians em 2021 vai receber somente seis milhões?

A segunda questão é : se todas as contas abertas do banco estarão participando do acordo, ou só aqueles que comunicarem que é referente ao Corinthians?

A terceira questão é : quem vai controlar a participação do torcedor em relação a sua conta... Estamos dando ao banco um cheque em branco... Cito o exemplo do Pay-Per-View... Segundo li, o valor maior vai para o mulambos... Será que eles entram na sistema mais que os CORINTHIANOS ou pelo fato de ser uma emissora com tendência flamenguista, não puxa a sardinha para o seu lado?

A quarta questão é : mesmo sendo um negócio de risco, Doze milhões de base, não é pouco?

A quinta questão é : como o Andrés enrola o torcedor... Naming Rigths, CID's, pagamento do estádio em cinco, podendo se estender a dez anos, o jogador quando quer sair não dá para segurar, venda de jogador por dose de pinga... Dá para acreditar na negociata com o BMG?

A minha dedução é de que a diretoria na incompetência de resolver o Máster da camisa, jogou a batata quente para o torcedor.

Wilson Antunes #225 @wawawa em 28/01/2019 às 10:54

CAUTELA! CAUTELA! O Diego Valença, no Blog YOU Timão levantou certos questionamentos que coincidiram com o que penso.

O valor de trintas milhões não é uma 'LUVA' e sim um adiantamento... Doze deste ano, Doze de 2020 e Seis referente a participação.

A primeira questão é : se ninguém participar do plano, o Corinthians em 2021 vai receber somente seis milhões?

A segunda questão é : se todas as contas abertas do banco estarão participando do acordo, ou só aqueles que comunicarem que é referente ao Corinthians?

A terceira questão é : quem vai controlar a participação do torcedor em relação a sua conta... Estamos dando ao banco um cheque em branco... Cito o exemplo do Pay-Per-View... Segundo li, o valor maior vai para o mulambos... Será que eles entram na sistema mais que os CORINTHIANOS ou pelo fato de ser uma emissora com tendência flamenguista, não puxa a sardinha para o seu lado?

A quarta questão é : mesmo sendo um negócio de risco, Doze milhões de base, não é pouco?

A quinta questão é : como o Andrés enrola o torcedor... Naming Rigths, CID's, pagamento do estádio em cinco, podendo se estender a dez anos, o jogador quando quer sair não dá para segurar, venda de jogador por dose de pinga... Dá para acreditar na negociata com o BMG?

A minha dedução é de que a diretoria na incompetência de resolver o Máster da camisa, jogou a batata quente para o torcedor.