Números do Corinthians no Paulistão 2019

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Juan #4.219 @juanborgonovo em 11/02/2019 às 15:05



Resume um time que não sabe o que fazer com a bola, e o pior, os adversários sabem disso... Por isso deixam os zagueiros e os laterais livres, esses ficam trocando passes sem objetividade.

Na minha opinião, precisamos de três coisas pra melhorar isso:

1 - VONTADE: Temos que correr mais, futebol é simples, basicamente é o jogador ver um espaço livre e ocupar aquele espaço, Corinthians joga sem vontade de fazer justamente isso, cada jogador para na sua posição esperando a bola no pé, pra dai voltar a bola pros zagueiros e voltar para o jogo horizontal.

Corinthians confunde organização com pragmatismo, um time tem que ter organização defensiva, mas do meio pra frente, tem que correr, mudar de posição, infiltrar, querer a bola... Enfim, Carille é um técnico pragmático e duvido que dê essa liberdade pros jogadores.

2 - LIBERAR OS LATERAIS: Fagner e Danilo Avelar precisam subir mais, pegar na bola em posições mais avançadas. Hoje eles recebem ela praticamente na linha dos zagueiros, e aí, vai fazer o que? Vai tentar um drible ali? Não pode porque se perder o time sofre contra-ataque perigoso. Na minha opinião, recua um volante, sobe os laterais e abre os zagueiros (É uma alternativa clássica que inclusive o Tite fez muito no Corinthians em 2015).

3 - DRIBLAR: É proibido driblar nesse time? Nesse futebol atual, que é muito defensivo. Driblar é uma das coisas essenciais, partir pra cima. Mas quem no Corinthians hoje em dia tenta alguma coisa? Tenho um livro do Guardiola aqui em casa que ele fala exatamente isso, no terço final o que resolve é o DRIBLE e ocupação de espaço, Corinthians não faz nenhum dos dois bem!

Essa é minha opinião de porque o Corinthians não produz nada ofensivamente.

Isso reflete na defesa também, já que o time não morde e só recua... Quando o time ataca os zagueiros ficam muito atrás, e temos um buraco entre o ataque e defesa onde os times adversários colocam 2, ou 3 jogadores pra pegarem a sobra e dai é um deus nos acuda nos contra ataques (sem falar a bola área também).

Enfim, temos muito a melhorar. Mudou esquema, os jogadores mas nesses últimos 8 jogos os erros de conceito continuam exatamente o mesmo.

Mas apesar de tudo, vai Corinthians e vamos passar pelo Racing, de um jeito ou de outro!

2.845 visualizações e 54 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Um Do Bando #166 @bruno.correa.medeiro em 11/02/2019 às 17:20

O maior problema às vezes nem é tomar Gol, porque se fizer 3,4 esse gol ninguém vai perceber. Mas o fato de não criar nada e sofrer pra fazer um mísero gol, maximiza muito essa inconsistência defensiva

Jean Carlos Alexandre Ribeiro Landim #7.014 @jean.carlos.alexandr em 11/02/2019 às 21:00

Perfeito... Já faz tempos que eu reclamo aqui... É proibido chutar de meia distância... Quando não tem triangulação arrisca um chute... Melhor que toca de lado

Últimas respostas

André Bertapeli #4.471 @andre.bertapeli2 em 12/02/2019 às 11:40

Na verdade na atual situação com esse monte de jogadores chegando ele está montando o time para não perder em um primeiro momento! Porque se perder já viu! Mas com o tempo ele vai encaixando os jogadores, que por sinal são muito bons esse ano, ai sim o time vai jogar bonito! Precisamos ter calma!

Juan #4219 @juanborgonovo em 11/02/2019 às 17:05

" "

Eu gosto do Carille, mas no que ele se propõe em fazer, que é armar time para o contra-ataque. Ele não sabe e não consegue fazer times que joguem com a bola... Então não entendi o porque ele voltou querendo fazer isso.

Ou volta com a proposta de armar um time que se defende e sai muito rápido para o ataque, ou vamos sofrer bastante até ele acertar esse time.

Publicidade

Juan Carlos Borgonovo #4.219 @juanborgonovo em 12/02/2019 às 10:40

Mas justamente isso que não to entendo do Carille. Tite teve que parar 1 ano, ver vários jogos pela Europa, ir a treinos de times europeus, conversou com vários técnicos pelo mundo... Estudou MUITO pra conseguir formar aquele time de 2015. Antes ele também era retranqueiro e jogava a base de contra-ataque (e não tem problema nenhum nisso).

Carille não fez nada disso, ele mesmo disse que na Arabia só assistia alguns jogos pela TV, mas não estudou nada. Basicamente ele tá querendo mudar uma das suas principais características que eram times rápidos no contra-ataque a base de que?

Em time que tá ganhando não meche e ele não devia mudar o que ele faz de melhor, pra tentar algo que aparentemente ele não consegue implantar.

Adecan #672 @adecan em 12/02/2019 às 10:28

" "

Pra mim o Carille esta tentando mudar o estilo de jogo, ele não quer mais dar a bola para o adversário e jogar no contra-ataque, assim como foi feito em 2017/2018, ele esta tentando atingir um patamar semelhante a 2015, é muito complicado e leva tempo pra evoluir, aquela equipe teve sequencias boas de partidas somente no segundo turno do brasileirão, me lembro que a equipe fazia um jogo igual o barcelona e outro igual ao IBIS. Enxergo claramente que ele quer posse de bola pra ir evoluindo, vai levar tempo, torcida não tem calma, sei que poderia arriscar um chute pra tentar ganhar o jogo e tals, mas assim vai demorar mais ainda pra chegar naquele patamar de 2015.

Adecan Rodrigues De Oliveira #672 @adecan em 12/02/2019 às 10:28

Pra mim o Carille esta tentando mudar o estilo de jogo, ele não quer mais dar a bola para o adversário e jogar no contra-ataque, assim como foi feito em 2017/2018, ele esta tentando atingir um patamar semelhante a 2015, é muito complicado e leva tempo pra evoluir, aquela equipe teve sequencias boas de partidas somente no segundo turno do brasileirão, me lembro que a equipe fazia um jogo igual o barcelona e outro igual ao IBIS. Enxergo claramente que ele quer posse de bola pra ir evoluindo, vai levar tempo, torcida não tem calma, sei que poderia arriscar um chute pra tentar ganhar o jogo e tals, mas assim vai demorar mais ainda pra chegar naquele patamar de 2015.

Amoz X @amoz.x em 12/02/2019 às 09:54

E eu que cheguei a me animar no começo do ano.

Dan Sales #572 @dan.sales em 12/02/2019 às 09:36

Tá faltando a transição ofensiva, os times estão estacionando um busão entre a linha defensiva e o meio campo do Corinthians e o time não consegue sair jogando, no máximo o time consegue subir em bloco até a bola chegar em uma das pontas pra ser alçada de qualquer jeito pra fora, pois o adversário já sabe como proteger o funil e praticamente anular o ataque Corinthiano, que depende do Gustavo pra achar uma bola no jogo aéreo, nas diversas tentativas desesperadas de colocar a bola dentro da área. Tá faltando um jogador que faça essa transição, o Renato Augusto era ótimo nessa função. Rodriguinho era outro que vinha buscar a bola na intermediária defensiva e carregava até a intermediária ofensiva, não com a mesma qualidade do RA, mas fazia e os caras ficavam reclamando que ele matava contra-ataque, pelo menos ele tentava puxar a transição.

Gilmar Js #1.722 @gilmarjs em 12/02/2019 às 09:34

Se o time não ataca, uma hora vai levar gol, a falta de ofensividade sobrecarrega a defesa.

Juninho Vitório #8.201 @fieljacarezinho em 12/02/2019 às 09:02

Resumindo, tá feia a coisa!

Bruno Moraes #1.019 @bifinho em 12/02/2019 às 07:21

E jogadores para isso não falta, Ramiro, Jadson, Sornoza, todos finalizam bem, só falta arriscar mais!

Jean #7014 @jean.carlos.alexandr em 11/02/2019 às 21:00

" "

Perfeito... Já faz tempos que eu reclamo aqui... É proibido chutar de meia distância... Quando não tem triangulação arrisca um chute... Melhor que toca de lado

Eriton Pereira #1.148 @eriton.pereira em 12/02/2019 às 01:34

Repare...

Quando estamos COM A BOLA, Têm os 5 ou 6 jogadores atrás da linha da bola...

E 3 ou 4 para produzir algo / furar um bloqueio de 8 ou 9 jogadores do time adversário..

Horrível ver esse tipo de jogo...

Ilduvã Da Paixão Nogueira #12.614 @ilduva.da.paixao.nog em 12/02/2019 às 01:32

O problema e que o Carille insiste no Ramiro e no sornoza que não estão jogando nada e o araos precisa de rodagem era pra te emprestado ele para outro time