Porque Esperar tomar um gol e e jogar com 2 volantes?

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Joaquim #166 @nando.moura em 16/09/2019 às 08:58

Fico me perguntando isso desde 2017, é sempre aquele lenga lenga vai enrolando enrolando aí toma um gol o Corinthians Resolve jogar bola.

Ou faz um gol, no momento que está pressionando o adversário ao invés de continuar em cima recua tudo e fica a espera de um contra-ataque, aí toma gol.

Esse Negócio de entrar com 2 volantes contra Avaí, CSA, Fluminense, etc... E meio sem sentido, porque não inverter a estratégia pressiona esses times fracos faz o gol abre o jogo e depois coloca outro volante, é lamentável.

Bom Dia para quem está feliz com time, ou seja bom dia pra ninguém, e não usem drogas

410 visualizações e 41 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

José Flávio De Almeida. #10.515 @jose.flavio.de.almei em 17/09/2019 às 05:34

Filosofia de jogo de um treinador exclusivamente defensivo.

Carille é jovem. Se largar a teimosia e abrir a mente para perspectivas mais ofensivas, será um.grande treinador.

Mas por favor!

Júnior Urso não dá mais!

Publicidade

Joaquim Teixeira #166 @nando.moura em 16/09/2019 às 23:04

Vide o jogo Contra o CSA, CSA os 90 minutos dentro da área da sua defesa, e a gente com 2 volantes em campo sem função

Felipe #128 @felipemoraes em 16/09/2019 às 20:37

" "

Carille tem um plano de jogo apenas.

Seja ele contra o Barcelona, seja contra o XV Piracicaba, que é jogar para não perder.

Não tenta nada para surpreender o adversário, não tenta outras formas de jogar, é extremamente conservador e com ideias de futebol limitada.

Ralf Crítico #153 @cardoso2 em 16/09/2019 às 23:01

Carille é limitado.

Não dá pra esperar mais que isso dele.

Quer mudanças? Precisamos de um técnico realmente bom (nada de Oswaldo, Jair, Cristóvão, etc).

Felipe De Moraes #128 @felipemoraes em 16/09/2019 às 20:37

Carille tem um plano de jogo apenas.

Seja ele contra o Barcelona, seja contra o XV Piracicaba, que é jogar para não perder.

Não tenta nada para surpreender o adversário, não tenta outras formas de jogar, é extremamente conservador e com ideias de futebol limitada.

All Colatra #76 @all.colatra em 16/09/2019 às 20:31

Antes da Copa o Corinthians não criava quase nada, quase nada mesmo, tinha uma saída de bola lenta, transição para o ataque muito ruim, menos triangulações, era totalmente dominado com mais frequência, e isso que jogou o Paulistão que é de nível inferior. Hoje apesar de ainda não brilhar o time já tem uma cara, é mais organizado, cria jogadas, as vezes até 'se da ao luxo' de perder gols, uns jogos melhor e outros pior mas no geral houve uma grande evolução.

O que você diz no final de sua resposta é exatamente a que eu me referi, aqui querem que o Carille mude o esquema tático e do dia para a noite o time mude da água para o vinho, que ele faça grandes alterações na escalação, que de uma hora para outra seja extremamente ofensivo, só assim vão reconhecer o trabalho e a evolução, mas o que foi feito foi apenas dar continuidade ao trabalho, com os mesmos jogadores, mesmas convicções, porém com mais tempo de treinamento, com mais entrosamento, corrigindo pequenos detalhes, o time foi se achando, e até pouquíssimos jogos atrás até os mais críticos estavam dando o braço a torcer e reconhecendo a melhora.

Pedrinho e Vital cresceram sim assim como todos os outros jogadores, isso se da graças a um coletivo melhor, se da graças a um encaixe melhor do time, a um entendimento melhor do que é pedido, sem isso não é um time é um catado de jogadores, e o Pedrinho e o Vital estariam sofrendo muito, assim como sofreram bem mais junto dos demais no início do ano, é o coletivo que faz com que as individualidades apareçam.

Adeildo #558 @ademoy em 16/09/2019 às 13:18

" "

Bastante? Forçando a barra! O que tivemos n foi evolução, foi a melhora técnica de alguns nomes como Pedrinho e Vital. Me fala algo que realmente mudou de fato de antes pra depois da copa, que ai posso refletir melhor. Somente isso mesmo! Não houve mudança tática, mudança de posição, jogadas com o dedo do treinador... Nada!

Carlos Dias #1.172 @carlos.dias5 em 16/09/2019 às 13:22

O que não entendo é insistir com Urso...se tivesse Matheus Jesus no seu lugar já teríamos uma saída de bola melhor, além do que MJ é mais técnico e chuta bem a gol...acorda Carille esse urso joga dopado parece uma múmia igual a você!

Guilherme Lopes Correa #5.671 @guilherme.lopes.corr em 16/09/2019 às 13:18

Assino embaixo Joaquim

Adeildo Félix #558 @ademoy em 16/09/2019 às 13:18

Bastante? Forçando a barra! O que tivemos n foi evolução, foi a melhora técnica de alguns nomes como Pedrinho e Vital. Me fala algo que realmente mudou de fato de antes pra depois da copa, que ai posso refletir melhor. Somente isso mesmo! Não houve mudança tática, mudança de posição, jogadas com o dedo do treinador... Nada!

All #76 @all.colatra em 16/09/2019 às 10:57

" "

Não concordo brother, você por exemplo não acha que o time evoluiu bastante ofensivamente após a Copa América? Talvez não tenha se tornado algo brilhante, talvez esteja em um momento que está piorando um pouco novamente, mas é nítido que melhorou, ou seja, o treinador teve algo a acrescentar e com certeza ainda tem mais. O que muitas pessoas cobram é uma mudança radical no esquema, uma mudança radical na escalação, arriscar mais, e isso realmente não é muito do perfil do Carille, assim como também não era do Tite e do Mano que foram os que fizeram sucesso por aqui, mas é inegável que compensam em outros sentidos, mais uma vez temos a melhor defesa do Brasileirão por exemplo. Acho que a melhora ofensiva passa não só pelo aspecto coletivo(ai com participação do treinador) como também pela falta de qualidade individual lá na frente, temos sim 3 bons centroavantes mas não tão acima da média que resolvem o jogo sozinhos, temos Vital e Pedrinho que são bons porém jovens e por estarem em seu primeiro ano de titularidade oscilam mais, temos o criticado Clayson, o Everaldo que acabou de chegar e vive machucado e o garoto Janderson, fora isso sobrou Sornoza e Ramiro que não deram certo até o momento, Matheus Jesus que é outro garoto, Jadson em péssima fase, Régis e Araos que estão longe de serem a solução, lá na frente o Corinthians tem muita quantidade e pouca qualidade, e isso somado a um estilo de jogo que se expõe pouco traz dificuldades ofensivas principalmente contra equipes mais fechadas quando se tem que propor o jogo, e na maioria do tempo foi assim na época de Mano e Tite também.

Adriel Camargo #6.003 @driid em 16/09/2019 às 13:15

Esse elenco tá uma draga danada são poucos que ainda estão com vontade isso se da por causa do treinador tem que muda o ambiente pra não ficar igual o ambiente das Marias de bh

Lucas #3319 @lucas.eduardo.varjao em 16/09/2019 às 10:22

" "

Eu falei isso a uns 2 meses! Na verdade falei isso no dia que o boselli deu aquela entrevista criticando a forma de Jogar.. Urso já falou também.

Maciel Buckart #1.253 @maciel.buckart1 em 16/09/2019 às 13:09

Isso se chama M E D O