O motivo do Carille ainda está empregado

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Gugax #1.421 @gugax.gugax em 22/09/2019 às 21:55

O motivo do Carille ainda está empregado

Kkkkkkkkkkkkkkk

2.075 visualizações e 61 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Vinicius Santana #141 @vinicius1990sccp em 24/09/2019 às 12:27

Jogos não

Um jogo

Pra forçar que o cara tem jogado bem há muito tempo
Insano

Fábio #519 @fabiomcbaltz em 24/09/2019 às 11:51

" "

Listei jogos da Copa do Brasil de 2018 (depois da saída de Carille) onde ele foi decisivo. Lembrei a você que estamos falando de um cara que subiu para o profissional em 2017, como meia extremamente ofensivo, pra jogar num time cujo treinador não faz a MENOR IDEIA de como montar um setor ofensivo. Prova disso é a quantidade de nomes no setor, que tenham sido revelados ou ao menos crescido sob o comando de Carille: ABSOLUTAMENTE NENHUM!

Vital veio do Vasco, onde era bastante promissor, e aqui caiu de produção e dá sinais de alguma melhora por agora, depois de quase dois anos. Clayson era melhor na Ponte. Sornoza piorou. Regis nem joga. Gustavo caiu de produção. Isso pra ficar nos sub-26. Pois acima desta idade, atribuir mérito a Carille é loucura. Mesmo em anos anteriores, dos nomes mais jovens, temos Romero, que já chegou aqui em 2014 como melhor jogador da temporada no Paraguai, e ainda assim Carille utilizou o cara muito mais como elemento tático do que ofensivo. Jabá jogou o que sempre jogava, em poucas partidas, e logo saiu.

Então a conversa fica nessas: eu ilustro argumentos com pesquisa que faço, e você apresenta achismos.

Em 2017 o cara subiu. Tinha 19 anos, se muito. Em um time que contava com Cássio, Fagner, Jadson, Jô, Rodriguinho, todos experientes e segurando as pontas do treinador. Em 2018 (ano passado, e não há duas décadas como você faz parecer), Pedrinho foi junto com Fagner, Romero e Jadson os caras que mais construíram oportunidades de gol. Isso é estatística, fato. Independe de sua opinião. E ele sequer era titular absoluto, como o monotemático Clayson ainda é. Segunda temporada e o cara já era um dos protagonistas ofensivos do time. Hoje, no Brasileirão, ele é nossa salvação. Já no Paulista, boa parte dos gols de Avelar saíram dos pés de Pedrinho. Gols decisivos, devo lembrar.

Como se já não fosse suficientemente surreal você brigar com a realidade, você ainda teima em falar mal de um patrimônio do clube, criado no clube.

Publicidade

Fábio Chamusca De Carvalho #519 @fabiomcbaltz em 24/09/2019 às 11:51

Listei jogos da Copa do Brasil de 2018 (depois da saída de Carille) onde ele foi decisivo. Lembrei a você que estamos falando de um cara que subiu para o profissional em 2017, como meia extremamente ofensivo, pra jogar num time cujo treinador não faz a MENOR IDEIA de como montar um setor ofensivo. Prova disso é a quantidade de nomes no setor, que tenham sido revelados ou ao menos crescido sob o comando de Carille: ABSOLUTAMENTE NENHUM!

Vital veio do Vasco, onde era bastante promissor, e aqui caiu de produção e dá sinais de alguma melhora por agora, depois de quase dois anos. Clayson era melhor na Ponte. Sornoza piorou. Regis nem joga. Gustavo caiu de produção. Isso pra ficar nos sub-26. Pois acima desta idade, atribuir mérito a Carille é loucura. Mesmo em anos anteriores, dos nomes mais jovens, temos Romero, que já chegou aqui em 2014 como melhor jogador da temporada no Paraguai, e ainda assim Carille utilizou o cara muito mais como elemento tático do que ofensivo. Jabá jogou o que sempre jogava, em poucas partidas, e logo saiu.

Então a conversa fica nessas: eu ilustro argumentos com pesquisa que faço, e você apresenta achismos.

Em 2017 o cara subiu. Tinha 19 anos, se muito. Em um time que contava com Cássio, Fagner, Jadson, Jô, Rodriguinho, todos experientes e segurando as pontas do treinador. Em 2018 (ano passado, e não há duas décadas como você faz parecer), Pedrinho foi junto com Fagner, Romero e Jadson os caras que mais construíram oportunidades de gol. Isso é estatística, fato. Independe de sua opinião. E ele sequer era titular absoluto, como o monotemático Clayson ainda é. Segunda temporada e o cara já era um dos protagonistas ofensivos do time. Hoje, no Brasileirão, ele é nossa salvação. Já no Paulista, boa parte dos gols de Avelar saíram dos pés de Pedrinho. Gols decisivos, devo lembrar.

Como se já não fosse suficientemente surreal você brigar com a realidade, você ainda teima em falar mal de um patrimônio do clube, criado no clube.

Vinicius #141 @vinicius1990sccp em 23/09/2019 às 21:17

" " Para de falar bobagem

Em 2017 ele entrou diversos jogos foi horrível

Só empatamos aquele jogo com o Flamengo porque ele entrou fingindo que estava em campo

Em 2018 ganhou a vaga de titular depois do paulista onde também foi instável e depois que Carille saiu não jogou mais #[email protected]% nenhuma e fez aquela partida contra o Flamengo na semifinal

E esse ano nem no paulista foi titular ganhou estabilidade depois do jogo com o Bahia na fonte nova já depois de 100 jogos com a camisa do Corinthians

Fábio Chamusca De Carvalho #519 @fabiomcbaltz em 24/09/2019 às 11:32

Talvez tu entenda posição como posicionamento em campo. Geograficamente. E quando uso a palavra posição, me refiro não somente ao espaço do campo (posicionamento) mas também ao conjunto resultante da soma disso com as funções. E por isso acho que ele jogou maior parte do tempo na posição errada (pelo profissional), embora no pedaço do campo que ele sempre utilizou na base.

Carlitos #125 @carlitoslapregunta em 23/09/2019 às 19:20

" " Na verdade ele está jogando sim na posição que se destacou na base. A diferença é que lá ele tinha liberdade para armar jogadas e se posicionar na área. Atualmente ele passa alguns jogos preso à função de marcar e apoiar lateral.
Sobre a função eu concordo, sobre a posição eu discordo.

Vinicius Santana #141 @vinicius1990sccp em 23/09/2019 às 21:17

Para de falar bobagem

Em 2017 ele entrou diversos jogos foi horrível

Só empatamos aquele jogo com o Flamengo porque ele entrou fingindo que estava em campo

Em 2018 ganhou a vaga de titular depois do paulista onde também foi instável e depois que Carille saiu não jogou mais #[email protected]% nenhuma e fez aquela partida contra o Flamengo na semifinal

E esse ano nem no paulista foi titular ganhou estabilidade depois do jogo com o Bahia na fonte nova já depois de 100 jogos com a camisa do Corinthians

Fábio #519 @fabiomcbaltz em 23/09/2019 às 19:06

" "

Ele começou bem em 2017, chapelando meio time do Botafogo. E de lá pra ca, Carille tem arrumado diversas desculpas pra não admitir que a pobreza tática dele sobrevive por conta de talentos individuais sobre os quais ele não tem absolutamente nenhum mérito (Rodriguinho e Cássio, principalmente nos Paulistas de 2018 e 19) e que neste ano tem algum sucesso graças ao menino que ele insiste em sabotar.

Se Fagner com 30 anos, trocentos anos de carreira SOMENTE como lateral-direito, a esta altura do campeonato não consegue acertar quatro cruzamentos num jogo, e Love, com 75 anos de idade e 349217 de carreira, não consegue dominar uma bola, por que raios Pedrinho, cuja carreira profissional ainda não completou três anos, não pode oscilar?

No time titular a gente tem pelo menos SETE jogadores MUITO experientes. Quando o time vai mal, ele tem que cobrar é destes. Aliás, não só ele, mas também a torcida. E não o jogador de 20,21 anos.

Carlitos La Pregunta #125 @carlitoslapregunta em 23/09/2019 às 19:20

Na verdade ele está jogando sim na posição que se destacou na base. A diferença é que lá ele tinha liberdade para armar jogadas e se posicionar na área. Atualmente ele passa alguns jogos preso à função de marcar e apoiar lateral.
Sobre a função eu concordo, sobre a posição eu discordo.

Fábio #519 @fabiomcbaltz em 23/09/2019 às 19:10

" "

Posição e função.

Pedrinho é meia-direita, e não extremo-direito ou ala-direita.

Lembra de Marcelinho ne? Pois é. Mesma posição, mesma função. Você lembra de Marcelinho voltando até nossa linha de fundo todo jogo? Não, né? Então...

Pedrinho não é Moses, nem Romero. Não tem nem talento pra marcar, nem gás, nem corpo pra ir e voltar, marcar, criar e atacar.

Pedrinho é extremamente ofensivo, corajoso e lépido.

É até engraçado, já que Carille foi lateral-esquerdo/zagueiro. Rsrsrs Deve ter treinado muito contra Marcelinho e traumatizou com meia arisco caindo no lado dele. Só pode. Rsrsrs

Fábio Chamusca De Carvalho #519 @fabiomcbaltz em 23/09/2019 às 19:10

Posição e função.

Pedrinho é meia-direita, e não extremo-direito ou ala-direita.

Lembra de Marcelinho ne? Pois é. Mesma posição, mesma função. Você lembra de Marcelinho voltando até nossa linha de fundo todo jogo? Não, né? Então...

Pedrinho não é Moses, nem Romero. Não tem nem talento pra marcar, nem gás, nem corpo pra ir e voltar, marcar, criar e atacar.

Pedrinho é extremamente ofensivo, corajoso e lépido.

É até engraçado, já que Carille foi lateral-esquerdo/zagueiro. Rsrsrs Deve ter treinado muito contra Marcelinho e traumatizou com meia arisco caindo no lado dele. Só pode. Rsrsrs

Carlitos #125 @carlitoslapregunta em 23/09/2019 às 18:20

" " Então é função errada, e não posição.

Fábio Chamusca De Carvalho #519 @fabiomcbaltz em 23/09/2019 às 19:06

Ele começou bem em 2017, chapelando meio time do Botafogo. E de lá pra ca, Carille tem arrumado diversas desculpas pra não admitir que a pobreza tática dele sobrevive por conta de talentos individuais sobre os quais ele não tem absolutamente nenhum mérito (Rodriguinho e Cássio, principalmente nos Paulistas de 2018 e 19) e que neste ano tem algum sucesso graças ao menino que ele insiste em sabotar.

Se Fagner com 30 anos, trocentos anos de carreira SOMENTE como lateral-direito, a esta altura do campeonato não consegue acertar quatro cruzamentos num jogo, e Love, com 75 anos de idade e 349217 de carreira, não consegue dominar uma bola, por que raios Pedrinho, cuja carreira profissional ainda não completou três anos, não pode oscilar?

No time titular a gente tem pelo menos SETE jogadores MUITO experientes. Quando o time vai mal, ele tem que cobrar é destes. Aliás, não só ele, mas também a torcida. E não o jogador de 20,21 anos.

Vinicius #141 @vinicius1990sccp em 23/09/2019 às 18:01

" "

Pedrinho não começou a jogar nesse brasileiro. Bem, sim...

Ou tu realmente não acompanhou ele no Corinthians.

Carlitos La Pregunta #125 @carlitoslapregunta em 23/09/2019 às 18:20

Então é função errada, e não posição.

Fábio #519 @fabiomcbaltz em 23/09/2019 às 17:20

" "

Auxiliar de lateral. Encostado na beirada do campo. Só indo e voltando de linha de fundo a linha de fundo. Limitado a cortar pra dentro e cruzar no segundo poste.

Bastou liberar o moleque pra flutuar mais, e tá aí o resultado.

Na base ele jogava flutuando, na Seleção ele joga flutuando. Se destaca sempre. É o único que chuta no gol. Veja bem... NO gol.

A realidade está toda faceira aí, mano. É só aceitar e abraçar a coitada. Rsrsrs Sem Pedrinho o time morre. Carille é retranqueiro.

Vinicius Santana #141 @vinicius1990sccp em 23/09/2019 às 18:01

Pedrinho não começou a jogar nesse brasileiro. Bem, sim...

Ou tu realmente não acompanhou ele no Corinthians.

Fábio #519 @fabiomcbaltz em 23/09/2019 às 17:07

" "

Primeiro jogo contra o Vitória, no Barradão: 0x0. Pedrinho não jogou.

Segundo jogo, Arena Corinthians: 3x1. Pedrinho titular.

Primeiro jogo contra Chapecoense, na Arena. Assistência de Pedrinho pra Romero. 1x0. Segundo jogo, em Chapecó, Jadson faz gol espirita no finalzinho. 1x0. O empate já nos dava a classificação.

Primeiro jogo contra o Flamengo no Maracanã: 0x0. Pedrinho nem jogou. Difícil pra um jogador decidir sem jogar, né?

Segundo jogo, Arena Corinthians. 2x1. Jadson coloca Avelar pra fazer o primeiro. Mas no segundo o mérito da jogada foi de Romero. Jadson só de fato tocou de lado pra Pedrinho, que fez SIM o gol da classificação, com apenas 38 SEGUNDOS em campo. Com 1x1 a gente estava tomando sufoco, e se não estiver enganado, estávamos eliminados por causa do gol fora, não?

Final contra o Cruzeiro lá em Minas. 1x0 pra eles, Jadson apagadão. Pedrinho no lugar de Clayson somente no segundo tempo, com a vaca já no brejo em noite de todo mundo mal.

Segundo jogo da final, Arena Corinthians. 2x1 pros caras. Jadson faz de pênalti. Pedrinho faz golaço que nos dava chance de título, mas VAR anula nos roubando.

Você pode ver claramente que negar a importância de Pedrinho na Copa do Brasil do ano passado é pura teimosia ou cegueira. Ele esteve junto com Jadson e Romero como protagonista de nossas vitórias. Se quiser mais, basta dar uma olhada nos sites de estatística e verá justamente isso.

Pior é que ano passado, e no começo deste, uma ruma de zé roela cornetava justamente Pedrinho e Romero.

Vai entender a lógica...

Fábio Chamusca De Carvalho #519 @fabiomcbaltz em 23/09/2019 às 17:35

Joguei Playstation na década de 90. Rsrs E nem tinha o Corinthians nos jogos. Rsrsrs

Thiago Nunes já esta há muito tempo no time paranaense, e já deu entrevista falando que estava cansado e pensando em sair. Depois veio a publico arrependido de ter sido 'sinceraço'. Entenda como quiser.

O atthlettickhow é um time mediano, de torcida local, que tem feito grandes campanhas por conta de uma gestão que só pode ser aplicada lá, justamente pelas facilidades que o contexto entrega. Estadual fraquíssimo, torcida local, cidade com população de razoável a boa situação financeira, e uma imprensa nacional que não liga muito se o time tá bem ou mal na tabela.

O Corinthians é um time de torcida internacional, de muita pressão em seu próprio estado e também fora dele, que se esta mal na tabela a mídia esculacha, e se tá bem, a mídia começa a querer minar.

Pra um técnico bun.da mole, isso assusta. Para os ambiciosos, seduz.

Enquanto for treinador do clube paranaense, Tiago sabe muito bem que o teto de suas pretensões será um tanto mais baixo do que se assinar com um dos times do eixo. Eu não acho isso certo, mas é assim que é.

Além disso, quem disse a você que o substituto precisa estar desempregado? Onde você esteve nos últimos cem anos de futebol brasileiro? Rsrsrs Olha aí Ceni no Cruzeiro, largando o Fortaleza mesmo fazendo bom trabalho...

Outra, tu ainda acredita nessa de teto? Sério?

A torcida esta metendo o pau em Carille porque o time não tá jogando nada, e quem antes não percebia que os títulos vieram por atuações individuais e bem especificas (Rodriguinho e Cássio), agora já começa a enxergar...

Douglas #570 @douglas.badaui em 23/09/2019 às 16:41

" "

Você que deve ser aqueles caras que joga PlayStation e pensa que as coisas são fáceis assim.

O Corinthians tem teto salarial, quanto você acha que por exemplo o Felipão ganhava na porcada?

O Thiago Nunes acabou de ser campeão com o Athletico, ele está muito bem no clube dele, valorizado, vai jogar a Libertadores no ano que vem.

Você acha que o cara vai sair de lá pra vir para um clube no qual se ele perder 3 jogos a torcida já vai pedir a cabeça dele?

Se o próprio Carille que ganhou 4 títulos no Corinthians em 2 anos e meio a torcida já está metendo o pau no cara, imagina o Thiago Nunes que não ganhou nada no clube.

Tem torcedor que tem que acordar pra realidade.