Post interativo: por que nossa base tem tanta dificuldade em vingar no profissional?

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Ivo @ivo.yamada em 20/11/2019 às 10:34

Fala, nação corinthiana!

Com a chegada de mais um fim de temporada, um caminhão de dispensas (ou empréstimos) se aproxima e nelas, uma grande leva de jogadores outrora promissores na base corinthiana. E ai eu me questiono, o que acontece?

Minha intenção não é dar uma resposta, mas junto com vocês, tentar entender o que se passa.

Eu fico indignado em ter que aturar Renê Jr, Sornoza e alguns outros pés de rato que passaram no time ultimamente, e ver o time se desfazer do Mantuan, que pra mim é um ótimo volante, chega ao ataque, muito melhor que esses que ai estão. Ambos queimados atuando improvisa na lateral nas épocas de Corinthians.

Não entendo a dispensa de um Fabrício Oya que sempre foi destaque absoluto na base, tem ótimo passe, visão de jogo, bate bem na bola, mas no profissional é preterido e não tem oportunidade.

Ou ver um Claudinho comendo a bola no RedBull Bragantino, e a gente sofrendo com Clayson e mais ninguém nessa posição.

Fora outros jogadores que na base eram promissores, e no profissional nada: Vinicius Delamore, G. Romão, Marciel, Cassini, Carlinhos...

E mesmo os que chegam à ter chances no profissional, têm muita dificuldade, além do normal, muito além do que vemos em outros clubes.

A sensação que tenho, é que a base não está formando direito nossos jogadores, eles chegam extremamente despreparados para o profissional, tecnicamente, taticamente, fisicamente... Dificilmente temos uma promessa da base que chega, veste a camisa do profissional sem sentir o peso, e já está brigando por vaga no time titular ou vira titular rapidamente... E vejo isso corriqueiramente em outros clubes!

Vejamos o caso mais recente, Janderson. Tem muita vontade, é habilidoso, rápido... Mas parece despreparado, afobado muitas vezes, escolhe errado as jogadas, ainda falta... Mas não deveria!

O Pedrinho mesmo, veio para o profissional sem aguentar 90 min de jogo. E só resolveram esta questão quando subiu, porque já não prepararam o moleque na base? Pra ele chegar pronto no profissional?

Eu não entendo como uma base tão vitoriosa, vinga tão poucos jogadores DE PESO para o time principal. Porque tantas promessas são desperdiçadas.

E, sinceramente, pra contratar uma baciada de fracos como tem sido ultimamente, preferia muito mais apostar nos jogadores da base... Pra fazer merda, melhor sem gastar caminhões de dinheiro.

Mas e aí, o que vocês acham que falta pra nossa base vingar mais jogadores no time principal? Por que a garotada não consegue chegar lá em cima, vestir a camisa, e brigar por vaga no time? Diretoria? Comissão técnica?

10.300 visualizações e 195 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Henrique Lemos @hslsilva em 20/11/2019 às 15:18

Resposta meio longa, mas vamos lá.

1 - A base até forma (Malcom, Arana, Maycon, Pedrinho, Janderson), isso os recentes.

2 - As vezes não é só base.. As vezes é jogador mesmo..Subir para o profissional e aguentar a pressão não é para qualquer um.

3 - A própria torcida, muitas vezes esculachamos os jogadores por 2,3 jogos ruins... Em times de menor expressão os caras ficam 15 jogos e não saem.

4 - Time vencedor não é sinonimo de jogadores bons - As vezes o cara joga em um esquema tatico na base e se destaca, quando sobe tem que fazer outro papel.

Fora as falcatruas, taxinhas, empresários, etc.

Felipe Alves Feitosa #4.449 @felipe.alves.feitosa em 20/11/2019 às 12:13

Pra mim os culpados têm nomes e sobrenomes:
Andrés Taxinha e os empresários parceiros.

Últimas respostas

Elias Ricardo Silva @elias.ricardo.silva em 21/11/2019 às 23:43

Esse meu Corinthians tá bosta com esses #[email protected]% ganha um rio de dinheiro i tá ess

Publicidade

Alan Pires Da Silva @alan.pires.da.silva em 21/11/2019 às 21:59

Concordo também mas destes que eu citei eles praticamente foram lançados na temporada passada e o Flamengo não estava lá aquelas coisa. Só acho que teria que dar chance aos moleques pra fazer dinheiro pois infelizmente os clubes do Brasil são tudo quebrados...

Henrique @hslsilva em 20/11/2019 às 23:00

" " Depende do momento que lança.. Se o time está bem pode colocar 5 'moleques' que o time vai.. Se o time está mal já é mais difícil.. Quanto a psicólogo particularmente não sou fã não. Acho que o papo com um jogador profissional ou um ídolo já aposentado rende mais.

David Rgd #1.075 @david.rgd em 21/11/2019 às 16:12

Lançar jogador em um time fraco, é terrível pra garotada, acabam queimando os garotos, quando se tem um time mais forte fica mais fácil, os garotos sentem menos pressão.

Paulo Marques #1.060 @paulomarques em 21/11/2019 às 16:08

Discussão muito apropriada que você levantou. O principal hoje é que a nossa base foi destruída pelos esquemas da Chapa que comanda o clube há 12 anos. Mas é de se pensar, será que falta apoio psicológico, ou é a pressão que existe sobre os jogadores em jogar no Corinthians? Ou os moleques melhores preferem ir para outros times ou países onde não exista essa pressão?

Caio Vilela #526 @caio.vilela3 em 21/11/2019 às 15:59

Se tá aqui é ruim

Quando sai é vom

Lucas Gabriel Da Silva #7.120 @lucat em 21/11/2019 às 12:33

Eu acho que é um conjunto de coisas, mas falta ter um planejamento onde os jovens possam ter a chance de jogar e aprender em pelo menoa um ano no time. A falta de paciência faz perder as joias, porque claramente nem todos vão chegar prontos e imagine aproveitar o potencial de um jogador que ira maturar futuramente. Tem 18 agora, com 19 se não for bem pode ser emprestado, uma reavaliação aos 20 e ai vai. Time do Santos sempre tem.muitos garotos e nem todos são tão bons, mas a santa maioria da um resultado em algum tempo e depois faz o que? Vende caro e fatura ou fica e vira ídolo

Junior Peres #308 @junior.peres4 em 21/11/2019 às 10:12

Porque a base o foco é $$$ e os esquemas

Miguel Eduardo #2.756 @miguel.eduardo2 em 21/11/2019 às 09:07

É que os próprios jogadores ficam aqui no fórum lendo os comentários e ficam com medo de errar durante o jogo.

Carlos Belo #11.642 @carlos.belo1 em 21/11/2019 às 08:36

Sobre o Pedrinho dizem que ele tinha um problema com alimentação, quanto aos outros, uma coisa que deve atrapalhar é a relação dos empresários com a direção, por que como é que temos bons jogadores na base e temos que contratar jogadores que não são bons e alguns temos que emprestar e ficar pagando parte do salário ou integral, desse jeito não conseguiremos aproveitar esses bons jogadores da base.

Ale Pini #5.172 @ale.pini em 21/11/2019 às 08:29

Acho que diretorias e também comissões técnicas, que apesar de termos ganho tudo nos últimos anos sempre foram adeptos de contratações. Podemos inumerar aqui vários jogadores da base que foram preteridos em algum momento por jogadores experientes. Marquinhos, Everton Ribeiro, Weverson e por aí vai. Diretoria errou, mais os técnicos também não quiseram trabalhar com jovens, inclusive o maior técnico da história Tite preferiu jogadores prontos ao invés de preparar os garotos. Vamos torcer para que isso mude com Tiago Nunes, pois esses dois jogadores que o CAP vendeu para o Atlético Madrid por 50 milhões de euros, foram lançados pelo nosso futuro técnico. Não vejo outra forma de voltarmos a ter grande destaque senão usarmos melhor a base.