Análise é dura, mas é bem realista: precisamos apoiar!

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Felipe #1.910 @felipe.melo4 em 13/01/2020 às 09:09

Vamos lá, Fiel! Eu sou um grande crítico dessa diretoria e até das viajadas na maionese que a galera do fórum está aqui.

Eu vou tentar elucidar algumas coisas e espero que a gente possa, caso queiram, fazer um bate papo saudável sobre o tema.

Estruturei em tópicos:

- Corinthians e Flamengo são os únicos times do Brasil que possuem capacidade de demanda de mercado para gerar receitas de alto patamar e ditar tendências de engenharia financeira da comunidade dos demais clubes. Em palavras simples: são os únicos clubes que os patrocinadores têm real interesse, por ter maior torcida povão, espalhadas pelo Brasil e que possui poder político para qualquer coisa, inclusive implodir o Clube dos 13, como fizemos no passado.

- Corinthians e Flamengo, até 2011, não tinham pretensão de ter estádio.
Flamengo jogava no Maracanâ (público) e o Corinthians no Pacaembú (público).

- Após visita de gestores do Barcelona, Corinthians adotou o maior conselho em construir uma arena para o clube, pois as receitas seriam explosivas. Lembro desse termo que o Rosemberg usou na época: explosivas!

- Construíram uma arena em um modelo de negócio amador, sem fechar naming rights e acreditando que o apoio político do Lula seria suficiente para vender o nome para qualquer grande grupo. Muito se falou em Emirates, Ambev, Bradesco, Chevrolet...

- Estranhamente, após impeachment da Dilma e condenação do Lula, o Corinthians passou se ferrar nos acordos da Arena, expondo crises e mais crises, além de vários episódios de calote (marmita, luz, etc).

- Hoje, o Corinthians tem uma trolha de um financiamento aberracional pra pagar, em uma arena de mais de um bilhão e não temos previsão concreta de reversão disso. 'Ahh vai assinar o acordo, Odebrecht isso, aquilo', mas não se anuncia e nem se publica a transparência das contas da Arena.

- Desde a Medial em 2008, ditamos o valor de mercado de patrocínio (ESTANDO NA SÉRIE B) e na sequência, aumentamos o nosso patamar (e do Flamengo) para receita de TV.

- Hoje, não conseguimos ter fôlego financeiro para contratar ninguém de forma autônoma. Sempre precisamos de investidores (Elenko Sports, patrocinadores, antecipação da Nike)... Nosso foco desde então foi pegar refugo ou jogadores corinthianos que estavam sem contrato. Os jogadores comprados, foram sempre parcelados através de negócios estranhos.

- Nem vou comentar a incrível 'falta de habilidade de negociação' em não conseguir vender nenhum nome acima de 50 milhões. Somos campeões da Copinha direto e não vendemos nada. Não é pecado e nem errado seguir exemplo de São Paulo, Inter, Santos e agora, Flamengo (Vinícius Jr, Paquetá e Reiner deram mais grana ao Flamengo que o % de direito que o Corinthias recebeu em todas as vendas que tivemos desde 2010!).

- Palmeiras fez um modelo de arena diferente onde perde o controle da arena, mas tem total liberdade financeira. Não é prejudicado a longo prazo, desportivamente falando e, após a arena, ganharam uma Copa do Brasil e dois Brasileiros.

- Muito dos títulos vieram após aporte financeiro da Palmeirense Leila. Por que não atraímos os corinthianos da família Setúbal (Itaú) e da família Safra?

- Alias, a conta chegou para o Palmeiras que não teve boa gestão e não contratou pensando em si. Sua preocupação era sempre entrar em negociação para prejudicar os rivais em se reforçarem. Vide 2017 que tiveram oportunidade de trazer o Gil para a zaga e preferiram gastar o dinheiro com Scarpa, mesmo tendo acabado de trazer o Lucas Lima, somente pelo fato de São Paulo e Corinthians estarem no negócio. Ganhamos o Brasileiro naquele ano, Grêmio ganhou a Libertadores.

- Flamengo olhando para o modelo de negócio dos rivais paulistas, tomou por bom exemplo e não segue por nenhum caminho:

1) não construiu arena
2) vende jogador sem se envolver em trambique nem em questões emocionais
3) investe nos melhores
4) ignora teto de salário caso o business case se pague
5) aprendeu que dinheiro chama dinheiro e que título chama jogador

- Hoje, jogadores como Michael, Pedro Rocha, Pedro, Gustavo Henrique, Thiago Maia e demais preferem escolher Flamengo para jogar pelo salário e pela visibilidade. Além da esportividade. Afinal, mais vale ser campeão reserva do que titular disputando Sul-Americana.

- Corinthians AINDA TEM exatamente a mesma capacidade que o Flamengo. E aí que entra o título do tópico em que precisamos apoiar. Precisamos de basicamente três coisas:

1) TIRAR A TURMA do Sanchez. Sem eles, não há como resolvermos o imbróglio da Arena e transparecer para todos os acordos nebulosos. Além disso, são empresários de ramos 'amadores'. Feirantes, lojistas, etc... (nada contra a profissão, pelo amor de Deus!) mas precisamos de gente que conheça gestão de empresa, que tenha ocupado uma cadeira em multinacional, que entenda a responsabilidade e a dimensão de trabalhar com dinheiro que não é dele.

Precisamos de gestores que paguem 50 mil para um Piton que está começando, mas que destrave e ofereça 1,5 milhão para um craque. Qual craque viria da Europa pra ganhar 120 mil euros no Brasil? Esqueçam!

2) APOIAR O TIME INCONDICIONALMENTE. Jogadores como Pedro Henrique, Piton, Vital, Pedrinho, Vital e Janderson, além de Oya e mais uns do Sub-20, são nossas fontes de renda para elevação de patamar. Assim como o Negueba Jr, Paquetá e Reiner foram para o Flamengo. E essa valorização só com títulos ou boas atuações. PRECISAMOS APOIAR!

3) PARAR DE QUERER JOGADORES NOSTÁLGICOS OU VELHOS. Precisamos de dinheiro e gestão. Dinheiro. Gestão. Money. Management. Fato. Não podemos vender um Carlos Augusto e comprar um Dentinho que não vai dar retorno de futebol nem grana. Não podemos vender um Piton e comprar um Dedé. Não podemos manter Ralf, Jadson... Não podemos pedir Guerrero, Renato Augusto...

Com isso acontecendo, certamente chegaremos no mesmo patamar. Estaremos com grana, com gestão, com uma arena administrada decentemente e principalmente, fazendo frente para quem quiser.

O Corinthians é grande e estão apequenando ele por má gestão!

39.135 visualizações e 328 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Thiago Fernandes Da Silva #3.495 @thiago.fernandes.da2 em 14/01/2020 às 12:35

Cara, acho que você não entendeu o texto dele. Segundo o autor do tópico, os modelos de gestão do Corinthians e do Palmeiras foram entendidos como exemplos ruins, e evitados pela diretoria do Flamengo.

Em nenhum momento foi dito que o modelo dos porcos seria melhor que o nosso. O que foi dito é que no caso DO ESTÁDIO, sim, o Palmeiras saiu em vantagem porque não teve que tirar nada do bolso. E você há de concordar que a gente tá se ferrando com isso agora...

Temos que ter humildade pra reconhecer os erros de gestão, e não ficar desenterrando a situação financeira de oito anos atrás para dizer que não está tudo tão ruim assim. A situação atual é bem diferente de 2012

Lucas #5279 @lucas.cruz3 em 13/01/2020 às 19:24

" "

Obvio, o tópico é bom sim, porém quer comparar a gestão com a do Palmeiras por exemplo, que é financiada por terceiros, isso não é parâmetro, o Flamengo tem uma gestão boa e competente sim, e hoje é fácil de dizer que são o time a ser batido, porém em 2012 eramos nós.

Tópico bom, e com intuito de cobrar o time pra ser melhor, porém não é tudo ruim, e nem tudo tem que ser copiado!

Publicidade

Clayton Scatolin #7.707 @scatolin em 14/01/2020 às 12:33

Fantástico esse tópico!

Antoine Rowies #11.426 @antoine.rowies em 14/01/2020 às 12:33

Bom post, assunto espinhoso. A vezes penso que com tanta dívida precisamos é de mágicos para administrar o Timão.

Mário Raimundo Corrêa @mario.raimundo.corre em 14/01/2020 às 12:33

Perfeita análise Felipe.

Rafael Zogbi Corona @rafael.zogbi.corona em 14/01/2020 às 12:29

Essa era da hegemonia corinthiana no cenario nacional acabou.. Flamengo vai disparar na frente do resto do futebol brasileiro até que o Corinthians passe a ser gerido por gente honesta e competente.

A? FRANCESização? Do futebol Brasileiro começou. Se o Corinthians não acordar, o Flamengo vai ser igual ao PSG é na frança

Rodolfo #8460 @rodolfo.salge em 13/01/2020 às 11:03

" "

Muito boa a análise, concordo com muita coisa. Mas não podemos esquecer que somos o maior campeão da década passada. Depois da inauguração da 'problemática' arena, ganhamos 2 brasileiros e 3 Paulista. Acredito na venda do name rights, e por ser o último ano do nosso polêmico e contestado presidente, grandes notícias surgirão. Essa estratégia de guardar cartas na manga para o último ano do mandato vem sendo adotada há alguns anos.

Parabéns pelo tópico, Felipe.

Valdir Gomes Fróes @valdir.gomes.froes em 14/01/2020 às 12:28

Assino embaixo cada comentário

Lívia Otnemicsan @livia.otnemicsan em 14/01/2020 às 12:27

Ótima análise...

Vinicius Santos @vinicius.santos113 em 14/01/2020 às 12:25

Cara na boa, suas observações foram superficiais e ineficientes, porém respeito a visão adversa, mas vou listar aqui pontuando o que você falou.

ARENA - Corinthians fez um estádio financiado, como todo financiamento, você paga juros e torna a compra cara, estamos falando de uma ARENA PADRÃO FIFA, não um Brinco da princesa, portanto SIM custa caro e vai se pagar com o tempo. Ai sempre ficam ''A ARENA É UM BURACO SEM FIM'' não, foi feita pra ser paga em 20 anos e a torcida tá dando esquete porque ainda não foi paga, foram 6 anos da copa de 2014, o financiamento prevê longos anos ainda então parem com isso. Quando concluir o pagamento, toda a receita da Arena vai fluir para o Corinthians exclusivamente, portanto será um investimento com benefício a longo prazo. Sobre NAMING RIGHTS quem ferrou com o Corinthians foi a imprensa, ficou com ITAQUERÃO e etc, toda marca que aparecia com interesse chovia de gente em cima, se tivessem feito um acordo mais em conta (que fossem 200 mi por 10 anos ou outras variaveis) já teria sido abatida boa parte do valor da arena.

JOGADORES A ADQUIRIR - Corinthians e sua mania de não comprar 100% dos jogadores, fica fracionando parte dos jogadores com os Garcia e outros empresários (é ilegal e continuam), isso é um grande erro com toda a certeza, todo o elenco deveria ser 100% do Corinthians e de ninguém mais, que fosse aceito 90% ao clube e 10% do jogador, mas nada além disso, e quem não quisesse um abraço.

JOGADORES A VENDER - Corinthians realmente vende mal, to vendo falarem do Flamengo porque tiveram desempenho, balela, Vinicius Jr ganhou o que com Flamengo? Um Carioca? Foi vendido ao Real Madrid mais caro que o G Jesus do Palmares que pelo menos foi campeão brasileiro e revelação. Reinier ganhou título com o time mas jogou o que? Fez mais de 10 gols oficiais pelo Flamengo? 10 assistencias? Sornoza teve números melhores que o Reinier na temporada. É saber explorar e trabalhar a base de maneira responsável, não aceitar migalhas em liberação de jogadores, valorizar o patrimônio do clube.

TORCIDA - Torcida tá muito muito mas muito modinha, achando que o Corinthians tem que ser campeão toda hora, uns ganham e outros perdem, futebol é assim, nem sempre seremos campeões. Thiago Nunes se perder 5 jogos no paulista vão querer a cabeça do cara, Deixem o cara trabalhar, se for pra cair, que caiamos juntos mas não interrompam o trabalho do técnico.

Fora isso, VAI CORINTHIANS!

Igor Ivan Kopko @igor.ivan.kopko em 14/01/2020 às 12:21

Viajou legal na maionese. Conhece os negócios da Leila? Sabe por que ela está (jogando dinheiro fora) investindo no Palmeiras?

Guto Ferraz @guto.ferraz1 em 14/01/2020 às 12:18

Concordo. Não importa se teremos mais alguns anos com dificuldade financeira e também na montagem do elenco. Precisamos pagar as dívidas principais e renegociar os débitos a longo prazo para equilibrar as finanças. Chega de intermediários e compra de jogadores de forma duvidosa. Estão assaltando nosso time.