Você também acha imoral os recursos da Arena Corinthians?

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Eduardo #866 @doutordu em 09/07/2013 às 02:25

Uma das maiores polêmicas do futebol brasileiro são os recursos financeiros que viabilizaram a construção da Arena Corinthians.

Jornalistas, comentaristas, torcedores e contribuintes em geral, criticam a arena corintiana, por afirmarem que na obra há dinheiro público desviado de outros setores fundamentais para a sociedade, ou seja, recursos públicos foram injetados corruptamente em uma obra privada.

Está denuncia realmente procede?

3 canais foram acionados para gerar recursos para Arena Corinthians:

  1. Isenção do ISS;
  2. Concessão de CIDs:
  3. Empréstimo do BNDES.

A isenção do ISS é um acordo entre a FIFA e todas as prefeituras das cidades sedes da Copa, que consiste em isentar este imposto de todos os serviços de construção ou de reforma dos estádios.

Já os CIDs, são certificados emitidos pela prefeitura de SP que beneficiam investidores que queiram investir em certas áreas da cidade. A Zona Leste é uma destas áreas, por ser a região menos desenvolvida e a mais populosa da cidade, com 4 milhões de pessoas. Esta lei de incentivos foi criada em 2005.

Os empréstimos do BNDES são concedidos para qualquer empresa que ofereça garantias de pegar o dinheiro e pagar as parcelas do empréstimo com juros.

Por se tratar de isenção de impostos, incentivo financeiro pela prefeitura e empréstimo de um banco público, para os maus informados e maus intencionados, as sensações de ilegalidade, injustiça e imoralidade, acendem uma luz vermelha alarmante de desconfiança.

Mas vamos por partes.

A Copa foi um trato entre o governo brasileiro e a FIFA. A isenção do ISS abrangeu não só a obra da Arena Corinthians, mas todos os estádios em construção para a Copa. O Corinthians foi beneficiado por participar da Copa, não por armação política ou privilégios.

Em relação aos CIDs, primeiro temos que contextualizar. Leis como está de CIDs, são comuns em quase todos os países do mundo. Para uma região carente se desenvolver são necessários investimentos públicos e privados. O governo tenta atrair a iniciativa privada a investir nestas regiões, concedendo benefícios, com o seguinte raciocínio: o investidor recebi benefícios quando investi na região; a área se desenvolve gerando empregos, oportunidades, outros investimentos, e principalmente maior arrecadação de impostos; esta arrecadação vai superar e muito os benefícios concedidos inicialmente.

Portanto, a obra da Arena vai gerar empregos, oportunidades, outros investimentos e uma grande arrecadação de impostos, trazendo grandes benefícios para a região. E o Corinthians não é o único que pode se valer destes benefícios, outros investidores com certeza vão investir na ZL.

Sobre o BNDES é claro. Um banco vive de empréstimos. Até banco público. O BNDES financiou todos os estádios da Copa e também o novo Chiqueirão. O SPFC também tentou empréstimos para reformar seu estádio, mas não conseguiu as garantias.

O BNDES financia até obras em Cuba e na Venezuela.

Ou seja, banco é banco.

Está análise simples, explica a engenharia financeira da obra da Arena. Tudo está dentro da lei, e a lógica usual não foi em nenhum momento ferida, preservando a ética, quebrando assim as acusações de imoralidade.

Imoral é o que acontece nas arenas públicas. Dinheiro desviado da saúde, educação, segurança, etc., foram injetados em estádios que não são autossuficientes e exigem que o estado continue investindo para cobrir os prejuízos da manutenção, ou pior, o governo chega a conceder a administração dos estádios para iniciativa privada, que pega um estádio novo, lucra, mas não traz o retorno financeiro para os caixas públicos.

Veja o exemplo do Maracanã: 'A privatização do Maracanã deverá dar um lucro de R$ 1,4 bilhão à empresa que assumir o controle do estádio pelos próximos 35 anos. Durante esse período, porém, o governo do Rio de Janeiro, dono do complexo esportivo, amargará uma perda de R$ 111 milhões por ceder o espaço à iniciativa privada.' http://www.folhadoes.com/site/pagina_interna.asp?nid=23509

Sem contar é claro, os mais de 1,2 bilhões de reais que custaram a última reforma do estádio, que será dado de mão beijada para um consórcio apenas lucrar e lucrar muito.

Outro exemplo é do Estádio Nacional em Brasília. Não existe futebol local na cidade que justifique um estádio para 70 mil pessoas. Brasília queria sediar a abertura, por isto idealizou um projeto de estádio para 70 mil. O plano B, em caso de perder a abertura para cidade de SP, era um projeto de 40 mil. Resultado, Brasília perdeu a abertura e o projeto de 70 mil permaneceu.

Foram gastos 1,5 bilhões de reais no Mané Guarrincha, a previsão inicial era de 700 milhões.

Só para enfatizar, dinheiro em estádio público é dinheiro desviado da educação, segurança, saúde, transporte, etc. E não volta para a população.

Dinheiro de empréstimo ou de incentivos volta para o governo e para a população.

Nesta nova fase em que a população brasileira está tomando consciência de cidadania, é importante que a verdade seja colocada e os alvos de protestos e denuncias sejam direcionados corretamente com justiça e imparcialidade. Doa a quem doer.

O que você acha deste assunto?

É injusto como foram gerados os recursos da Arena Corinthians?

Vamos nos manifestar.

Cidadania sem clubismo.

Obs.: Em outros países, como o EUA, é comum dinheiro público financiar estádios privados. Veja: http://www.pewstates.org/projects/stateline/headlines/nfl-plays-offense-to-get-public-money-for-stadiums-85899470010

5.551 visualizações e 132 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

G.luiz Gomes #452 @luiztimao em 09/07/2013 às 09:57

Esse assunto já deu o que tinha que dar e me desculpe, já encheu o saco. A Arena Corinthians é uma realidade e estará em junho/2014 abrindo a Copa do Mundo e quem for contra que se P.H.O.D.A...VAI CORINTHIANS rumo ao título inédito da RECOPA/2013

W£llington . #1.092 @wellington em 09/07/2013 às 12:51

Cara tipo, fora a copa quem esta pagando 100% a Arena com juros e tudo é o Corinthians, simplesmente pediram para nossa casa ser sede, o Corinthians disse que para as exigencias da fifa quem bancacem fosse eles (Governo)porque o Corinthians não tem interesse em arquibancadas moveis e outras exigencias da fifa, e sim em seu projeto original, a Imprensa Rosa e os anti que se enchem sozinho, porque desconhece a verdade e esquece que nossa casa é a mais limpa de toda essa história de copa, esse assunto já cansou, o Corinthians já explicou #[email protected]% os anti.

Últimas respostas

Eduardo Costa #866 @doutordu em 24/07/2013 às 14:19

Wagner se você ler o texto vai saber qual é a minha opinião.

Wagner #4139 @wagner.ferreira.juni em 24/07/2013 às 14:06

" "

Depende do que é imoral para você... Pra mim não é até porque todos os estádios no MUNDO são construidos com dinheiro de alguém o clube em si não tem como disponibilizar essa verba a não ser para reformas.

Publicidade

Wagner Ferreira Junior #4.139 @wagner.ferreira.juni em 24/07/2013 às 14:06

Depende do que é imoral para você... Pra mim não é até porque todos os estádios no MUNDO são construidos com dinheiro de alguém o clube em si não tem como disponibilizar essa verba a não ser para reformas.

Luís Guilherme Costa Santos #4.705 @lguilhermecs em 24/07/2013 às 13:45

Se foi seu texto, parabéns que está muito bem explicado.

Mas agora falando sobre o assunto...

Acho que todo Estado tem que investir na Educação, Saúde, Transportes, que são as necessidades básicas, até ai todos concordamos.

O Estado também tem que investir em Esporte, que é o nosso caso.

Então a primeira coisa que devemos refletir: NÃO tem desvio de dinheiro das necessidades básicas (ditos acima) para construção do estádio.

O que acontece é o seguinte, Brasil é um país rico e tem uma grande verba para Educação e Saúde principalmente, o problema é o uso desse dinheiro.

Já sobre a Arena Corinthians, sim tem incentivos fiscais e sim, tem dinheiro público. Mas devemos levar em consideração que o incentivo fiscal é para 'turbinar' a Zona Leste de SP, um exemplo disso é o Norte do País, onde empresas se instalam lá e não pagam nem os impostos, porque o governo quer atrair mais pessoas para lá.

Na parte do dinheiro público é sobre o financiamento, o Corinthians, creio eu, financiaria a Arena com um banco privado, mas já que vai ser da Copa acabou se aproveitando e pulou a cerca, porque os juros são mais baixos.

Bom, isso é no meu ponto de vista, mas tomara que não tenha nada embaixo do tapete, porque o Corinthians não precisa disso.

Eduardo Costa #866 @doutordu em 24/07/2013 às 13:24

Não estou te zuando por causa do termo que você usou.

O que eu quero saber é que falhas são estas e aonde você leu isto?

Eduardo Costa #866 @doutordu em 24/07/2013 às 13:17

'Suspeita de falha na elaboração do design do estádio'?

O que é isto Richard, explica aí?

Eduardo Costa #866 @doutordu em 24/07/2013 às 13:14

É Alex eu concordo com você sobre a legalidade da operação da nossa arena, por isto escrevi o texto para explicar o porquê da minha opinião.

Agora, Globo uma empresa séria, aí não dá né?

Só mais uma coisa, você não acha que só pelo fato do nosso debate, já justifica o post?

alex #907 @turcao em 24/07/2013 às 12:31

" "

Vou ser obrigado a discordar novamente do seu ponto de vista Maninho...pelo que entendi, você não acha o maior grupo jornalistico da América do sul, a terceira maior televisão do mundo, a terceira maior rede de TV Fechada(a cabo) do mundo, a REDE GLOBO, SÉRIA? Quem é sério então...A UOL, a FOLHA, ou melhor ainda a TV RECORD?, po maninho, sabe, quem sou eu para criticar a tua linha de raciocinio, mas pelo menos, de uma repensada...até porque todas as operações financeiras feitas por orgãos publicos na Arena Corinthians, são totalmente LEGAIS e absolutamente dentro da LEI e PONTO FINAL...Não existe discução a esse respeito...o que existe é FOFOCA DE PEDEDOR...e isso sempre vai existir...Abs ao Maninho

Rodrigo Junqueira #1.058 @rodrigo.junqueira em 24/07/2013 às 13:00

Excelente esclarecimento!

Joice De Cassia #9 @joice.cassia em 24/07/2013 às 12:50

Imoral? Vamos pagar o empréstimo c/juros c c/ certeza o retorno que trará será bem maior.

Weslley Lameque #11.483 @weslley.lameque em 24/07/2013 às 12:34

Um comentário que eu vi de um internauta na página do Corinthians no site do globoesporte.com e que eu achei coerente e bastante interessante spbre o assunto abordado acima: ''Aqui tem o o seu dinheiro e de mais de 30 milhões de CORINTHIANOS. Se entendermos que a construção já dura mais de 25 mêses, e se pegarmos 30 milhões de torcedores CORINTHIANOS e pensarmos que cada um paga por mês no mínimo R$ 5,00 de impostos, teremos R$ 150 milhões por mês e R$ 5,25 bilhões no final de 25 mêses. Portanto, este estádio está pago umas 6 vêzes. O resto é choradeira de Gays da Vila Leonor, Flagays, Marias, gravadores de DVD e o resto, resto, resto...'' Por: (Renan Sahdo)

Alex Sam #907 @turcao em 24/07/2013 às 12:31

Vou ser obrigado a discordar novamente do seu ponto de vista Maninho...pelo que entendi, você não acha o maior grupo jornalistico da América do sul, a terceira maior televisão do mundo, a terceira maior rede de TV Fechada(a cabo) do mundo, a REDE GLOBO, SÉRIA? Quem é sério então...A UOL, a FOLHA, ou melhor ainda a TV RECORD?, po maninho, sabe, quem sou eu para criticar a tua linha de raciocinio, mas pelo menos, de uma repensada...até porque todas as operações financeiras feitas por orgãos publicos na Arena Corinthians, são totalmente LEGAIS e absolutamente dentro da LEI e PONTO FINAL...Não existe discução a esse respeito...o que existe é FOFOCA DE PEDEDOR...e isso sempre vai existir...Abs ao Maninho