Você também acha imoral os recursos da Arena Corinthians?

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Eduardo #906 @doutordu em 09/07/2013 às 02:25

Uma das maiores polêmicas do futebol brasileiro são os recursos financeiros que viabilizaram a construção da Arena Corinthians.

Jornalistas, comentaristas, torcedores e contribuintes em geral, criticam a arena corintiana, por afirmarem que na obra há dinheiro público desviado de outros setores fundamentais para a sociedade, ou seja, recursos públicos foram injetados corruptamente em uma obra privada.

Está denuncia realmente procede?

3 canais foram acionados para gerar recursos para Arena Corinthians:

  1. Isenção do ISS;
  2. Concessão de CIDs:
  3. Empréstimo do BNDES.

A isenção do ISS é um acordo entre a FIFA e todas as prefeituras das cidades sedes da Copa, que consiste em isentar este imposto de todos os serviços de construção ou de reforma dos estádios.

Já os CIDs, são certificados emitidos pela prefeitura de SP que beneficiam investidores que queiram investir em certas áreas da cidade. A Zona Leste é uma destas áreas, por ser a região menos desenvolvida e a mais populosa da cidade, com 4 milhões de pessoas. Esta lei de incentivos foi criada em 2005.

Os empréstimos do BNDES são concedidos para qualquer empresa que ofereça garantias de pegar o dinheiro e pagar as parcelas do empréstimo com juros.

Por se tratar de isenção de impostos, incentivo financeiro pela prefeitura e empréstimo de um banco público, para os maus informados e maus intencionados, as sensações de ilegalidade, injustiça e imoralidade, acendem uma luz vermelha alarmante de desconfiança.

Mas vamos por partes.

A Copa foi um trato entre o governo brasileiro e a FIFA. A isenção do ISS abrangeu não só a obra da Arena Corinthians, mas todos os estádios em construção para a Copa. O Corinthians foi beneficiado por participar da Copa, não por armação política ou privilégios.

Em relação aos CIDs, primeiro temos que contextualizar. Leis como está de CIDs, são comuns em quase todos os países do mundo. Para uma região carente se desenvolver são necessários investimentos públicos e privados. O governo tenta atrair a iniciativa privada a investir nestas regiões, concedendo benefícios, com o seguinte raciocínio: o investidor recebi benefícios quando investi na região; a área se desenvolve gerando empregos, oportunidades, outros investimentos, e principalmente maior arrecadação de impostos; esta arrecadação vai superar e muito os benefícios concedidos inicialmente.

Portanto, a obra da Arena vai gerar empregos, oportunidades, outros investimentos e uma grande arrecadação de impostos, trazendo grandes benefícios para a região. E o Corinthians não é o único que pode se valer destes benefícios, outros investidores com certeza vão investir na ZL.

Sobre o BNDES é claro. Um banco vive de empréstimos. Até banco público. O BNDES financiou todos os estádios da Copa e também o novo Chiqueirão. O SPFC também tentou empréstimos para reformar seu estádio, mas não conseguiu as garantias.

O BNDES financia até obras em Cuba e na Venezuela.

Ou seja, banco é banco.

Está análise simples, explica a engenharia financeira da obra da Arena. Tudo está dentro da lei, e a lógica usual não foi em nenhum momento ferida, preservando a ética, quebrando assim as acusações de imoralidade.

Imoral é o que acontece nas arenas públicas. Dinheiro desviado da saúde, educação, segurança, etc., foram injetados em estádios que não são autossuficientes e exigem que o estado continue investindo para cobrir os prejuízos da manutenção, ou pior, o governo chega a conceder a administração dos estádios para iniciativa privada, que pega um estádio novo, lucra, mas não traz o retorno financeiro para os caixas públicos.

Veja o exemplo do Maracanã: 'A privatização do Maracanã deverá dar um lucro de R$ 1,4 bilhão à empresa que assumir o controle do estádio pelos próximos 35 anos. Durante esse período, porém, o governo do Rio de Janeiro, dono do complexo esportivo, amargará uma perda de R$ 111 milhões por ceder o espaço à iniciativa privada.' http://www.folhadoes.com/site/pagina_interna.asp?nid=23509

Sem contar é claro, os mais de 1,2 bilhões de reais que custaram a última reforma do estádio, que será dado de mão beijada para um consórcio apenas lucrar e lucrar muito.

Outro exemplo é do Estádio Nacional em Brasília. Não existe futebol local na cidade que justifique um estádio para 70 mil pessoas. Brasília queria sediar a abertura, por isto idealizou um projeto de estádio para 70 mil. O plano B, em caso de perder a abertura para cidade de SP, era um projeto de 40 mil. Resultado, Brasília perdeu a abertura e o projeto de 70 mil permaneceu.

Foram gastos 1,5 bilhões de reais no Mané Guarrincha, a previsão inicial era de 700 milhões.

Só para enfatizar, dinheiro em estádio público é dinheiro desviado da educação, segurança, saúde, transporte, etc. E não volta para a população.

Dinheiro de empréstimo ou de incentivos volta para o governo e para a população.

Nesta nova fase em que a população brasileira está tomando consciência de cidadania, é importante que a verdade seja colocada e os alvos de protestos e denuncias sejam direcionados corretamente com justiça e imparcialidade. Doa a quem doer.

O que você acha deste assunto?

É injusto como foram gerados os recursos da Arena Corinthians?

Vamos nos manifestar.

Cidadania sem clubismo.

Obs.: Em outros países, como o EUA, é comum dinheiro público financiar estádios privados. Veja: http://www.pewstates.org/projects/stateline/headlines/nfl-plays-offense-to-get-public-money-for-stadiums-85899470010

5.561 visualizações e 132 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Paulo Rodrigues Neto #579 @dovahkiin em 12/07/2013 às 10:26

Imoral é quem critica e acha imoral os recursos de nossa Arena. Estamos dentro da Lei.

Publicidade

Eduardo Costa #906 @doutordu em 12/07/2013 às 08:50

Divagar? Kkkkkkk

Vamos tentar.

Se você conhece a ZL sabe da necessidade que a região tem de se desenvolver.

Agora o bairro do Maracanã é carente de progresso como a ZL paulistana?

O objetivo de investir quase 3 bilhões de reais nos últimos 13 anos no estádio carioca, tem alguma coisa haver com desenvolvimento regional?

Para a Olimpíada vão mexer de novo no Maracanã, mais dinheiro público sem retorno.

Incentivo na Arena Corinthians = desenvolver a região da ZL.

Dinheiro público em estádios públicos = desperdício de dinheiro, que é desviado da saúde, educação, segurança, transporte, etc.

Se os consórcios vão administrar os estádios públicos, porque não deixá-los fazer as reformas? Assim como o Corinthians, dá o incentivo e passa a bola.

Agora se você acha que não vai haver desenvolvimento na ZL que justifique o incentivo, vamos parar de discutir porque não vamos chegar a um consenso nunca.

Marcelo #62 @marcelo.franco em 12/07/2013 às 08:08

" "

Conheço a ZL.

De novo, voltamos a falar de desenvolvimento. Eu já deixei claro que não sou contra a lei de incentivos fiscais. Sou contra ela ser concedida para construção de estádio particular de futebol.

Você acha que estádio vai gerar um grande desenvolvimento na área, e eu acho que não, fundamentalmente é isso.

Você poderia me dizer qual a REAL diferença entre o que se pretende no maracanã e o que acontece no estádio do Corinthians?

Eu vou dizer a semelhança, e você me mostra a diferença ok?

Marcanã

  • Prefeitura investe 100% na obra e quer repassar para mão da iniciativa privada, para explorarem o estádio por décadas.

Arena Corinthians

  • Prefeitura investe 50% na obra e o estádio será 100% da iniciativa privada.

Eu honestamento não sei onde está a diferença.

E note, se for responder.. Que não estou perguntando qual estádio trará benefício a quem, e sim qual a diferença (senão de porcentagem) entre o que se pretende no maracanã e o que foi feito na Arena Corinthians em relação ao investimento público em obra privada.

É capaz de responder isso sem divagar?

Ronaldo Gomes #4.985 @ronaldo.gomes5 em 12/07/2013 às 08:27

O estádio do Corinthians está sendo construído com o nosso dinheiro, este dinheiro esta saindo diretamente do bolso de cada corinthiano...

Somos mais de 30 milhões que pagamos impostos (por isso a isenção)...

Empréstimo do BNDS, se é empréstimo isso quer dizer que será devolvido com juros...

E como o Corinthians vai conseguir essa grana toda para pagar tudo? Através das receitas, bilheteria, venda de materiais, patrocínio, venda de imagens para a mídia e como conseguem isso? Somos a maior audiência e a maioria.

E tudo isso é justo... SIM

Porque somos diferentes, somos uma nação que temos um time!

Diego Souza E Nicolas Athos #2.740 @diego.souza4 em 12/07/2013 às 08:26

Esse fórum está ficando bom, outro post decente. AQUI É CONRINTHIANS!

Marcelo Franco #62 @marcelo.franco em 12/07/2013 às 08:08

Conheço a ZL.

De novo, voltamos a falar de desenvolvimento. Eu já deixei claro que não sou contra a lei de incentivos fiscais. Sou contra ela ser concedida para construção de estádio particular de futebol.

Você acha que estádio vai gerar um grande desenvolvimento na área, e eu acho que não, fundamentalmente é isso.

Você poderia me dizer qual a REAL diferença entre o que se pretende no maracanã e o que acontece no estádio do Corinthians?

Eu vou dizer a semelhança, e você me mostra a diferença ok?

Marcanã

  • Prefeitura investe 100% na obra e quer repassar para mão da iniciativa privada, para explorarem o estádio por décadas.

Arena Corinthians

  • Prefeitura investe 50% na obra e o estádio será 100% da iniciativa privada.

Eu honestamento não sei onde está a diferença.

E note, se for responder.. Que não estou perguntando qual estádio trará benefício a quem, e sim qual a diferença (senão de porcentagem) entre o que se pretende no maracanã e o que foi feito na Arena Corinthians em relação ao investimento público em obra privada.

É capaz de responder isso sem divagar?

Eduardo #906 @doutordu em 12/07/2013 às 07:18

" "

Marcelo, você conhece a ZL?

Incentivos são concedidos em quase todos os países do mundo. Por que?

Porque sem o benefício não tem investimento privado na região. Sem investimento privado não há desenvolvimento, sem desenvolvimento o governo sempre vai ter bancar as pessoas (bolsa família, bolsa preso, etc.).

Pra mim, sua visão é imediatista e você não está querendo enxergar o verdadeiro sentido da lei.

O IPTU, mais os empregos, os outros impostos, a visibilidade, a geração de oportunidades de outros negócios, etc, fazem com que objetivos sociais também sejam alcançados.

Maracanã?

Se você consegui comparar uma coisa com a outra?

Beleza, é a sua opinião. Discordo mais respeito.

Eduardo Costa #906 @doutordu em 12/07/2013 às 07:18

Marcelo, você conhece a ZL?

Incentivos são concedidos em quase todos os países do mundo. Por que?

Porque sem o benefício não tem investimento privado na região. Sem investimento privado não há desenvolvimento, sem desenvolvimento o governo sempre vai ter bancar as pessoas (bolsa família, bolsa preso, etc.).

Pra mim, sua visão é imediatista e você não está querendo enxergar o verdadeiro sentido da lei.

O IPTU, mais os empregos, os outros impostos, a visibilidade, a geração de oportunidades de outros negócios, etc, fazem com que objetivos sociais também sejam alcançados.

Maracanã?

Se você consegui comparar uma coisa com a outra?

Beleza, é a sua opinião. Discordo mais respeito.

Marcelo #62 @marcelo.franco em 12/07/2013 às 02:11

" "

O terreno é da própria prefeitura. Uma obra que custa 820 milhões, não é necessáriamente seu valor venal. Não temos como saber o valor exato, por isso o aproximado de 1%. De toda forma isso é ingênuo como argumento, porque qualquer grande obra vai gerar um alto IPTU, será que o Governo tem que sair dando benefício fiscal a rodo porque vai arrecadar IPTU depois? Não existe isso.

Eu sou a favor de parcerias, mas o estádio do Corinthians é lazer de corintiano, e só dos que pagarem ingresso, não da população em geral.

É um estádio privado. Taí o que vocês não entendem... A prefeitura investindo numa obra privada que só trará lucro para o clube.

Qual a diferença do que se pretende fazer com o maracanã e todos repugnamos?

Lá a prefeitura pagou 100% e quer passar à iniciativa privada por ninharia... Aqui pagaram só metade da obra é verdade, mas o Corinthians não terá concessão, será dono, definitivo.

Kleyson #10.214 @corinthians1910 em 12/07/2013 às 03:12

Totalmente imorais. Não consigo sentir orgulho da Arena Corinthians, depois que eu assisti A liga, na Band; o programa foi ao ar dia 22/05/2012, e independente se isso é coisa do Governo, o Corinthians faz parte disso. Centenas de famílias já foram e estão sendo retiradas, a força, de suas casas, sem rumo nenhum. Isso por causa dos 'benefícios': Restarantes e Hoteis de luxo.. Só para os gringos não verem a cara do Brasil. Afinal, favela é vergonhoso, né? Ainda mais pra mim que sou um corinthiano, maloqueiro e sofredor.

Antes de ser corinthiano, eu sou um cidadão brasileiro. Moradia é direito humano.

A Arena não pode ter intervenção política. Porque a política do nosso país é suja. Temos que ter uma intervenção esportiva, mas não da FIFA.

Vai Corinthians!

Ramon Corinthiano #1.211 @ramon em 12/07/2013 às 02:30

Imoral é investir em uam região que já cheio de benefícios, enquanto tem outras carente que necessita de investimentos.

Marcelo Franco #62 @marcelo.franco em 12/07/2013 às 02:11

O terreno é da própria prefeitura. Uma obra que custa 820 milhões, não é necessáriamente seu valor venal. Não temos como saber o valor exato, por isso o aproximado de 1%. De toda forma isso é ingênuo como argumento, porque qualquer grande obra vai gerar um alto IPTU, será que o Governo tem que sair dando benefício fiscal a rodo porque vai arrecadar IPTU depois? Não existe isso.

Eu sou a favor de parcerias, mas o estádio do Corinthians é lazer de corintiano, e só dos que pagarem ingresso, não da população em geral.

É um estádio privado. Taí o que vocês não entendem... A prefeitura investindo numa obra privada que só trará lucro para o clube.

Qual a diferença do que se pretende fazer com o maracanã e todos repugnamos?

Lá a prefeitura pagou 100% e quer passar à iniciativa privada por ninharia... Aqui pagaram só metade da obra é verdade, mas o Corinthians não terá concessão, será dono, definitivo.

Eduardo Costa #906 @doutordu em 12/07/2013 às 01:36

Marcelo, o IPTU é 1% do valor do imóvel e não da obra.

Se a obra custou 820 milhões, somando o terreno e a valorização, o estádio vai custar no mínimo 1,5 bilhões.

1% deste valor são 15 milhões.

A lei do CIDs é antes da Copa, e foi alterada especificamente para o Corinthians, com intuito de garantir que a Arena será o palco de abertura da Copa, que se entende que trará benéfico para a cidade.

Os impostos são devidos e arrecadação gera mais impostos. Se os clubes não estão pagando, é outro assunto que não tem nada a ver com o estádio.

Querer que o dinheiro público seja investido no bem da população e que os impostos sejam pagos, não é comunismo, é ter senso de justiça.

Comunismo é não enxergar que empreendimentos em parceira com o governo, não gera progresso, desenvolvimento e melhorias sociais. Ainda mais um empreendimento que está envolvido com o esporte, cultura e lazer, na região menos desenvolvida da quinta maior cidade do mundo.

Marcelo #62 @marcelo.franco em 12/07/2013 às 01:16

" "

IPTU é basicamente 1% o valor da obra por ano... Não é tanto assim como você imagina portanto.

Marcelo, todo dinheiro gerado por uma atividade econômica produz retorno para a sociedade, através de empregos, oportunidades de negócio, impostos, etc.

  • Sim, mas isso não quer dizer que a prefeitura deva abrir mão de 1 milhão pra ganhar 10. E é esse o ponto, NA MINHA opinião o estádio não gera emprego suficiente para justificar um aporte público na ordem de 420 milhões de reais.

O estádio do Corinthians vai gerar impostos. Quanto que será o valor do IPTU de uma obra de 820 milhões?

  • Na casa de 1% o valor do imóvel por ano. Não é tanto quanto se pensa. Não é pensando no recolhimento de impostos do Corinthians que a prefeitura abriu mão de 420 milhões em impostos devidos. O acordo saiu explicitamente para a cidade receber a copa, inclusive a entrega das CID's estava condicionada ao estádio receber a abertura.

Quanto mais o Corinthians ganhar, mais impostos vai pagar. Os clubes de futebol tem que pagar Imposto de Renda (IR), Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL), PIS e Cofins, além da previdência.

  • Têm que pagar, mas não pagam. VERGONHOSO isso. A dívida do Flamengo é de quase 800 milhões de reais, a do Corinthians 170 milhões de reais. O Governo inclusive estuda uma anistia dessas dívidas. Outra vergonha!

Pensar diferente disto é comunismo, e você sabe que esta palavra não funciona.

  • Querer que o dinheiro público seja investido no bem geral da população e que as grandes empresas, o milionário futebol pague imposto devido é ser comunista? Onde eu me inscrevo?