Corinthians, ao quitar o estádio, automaticamente irá rivalizar com os grandes clubes europeus!

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Spoudaios @spoudaios.cof em 30/11/2019 às 23:09

corinthians, ao quitar o estádio, automaticamente irá rivalizar com os grandes clubes europeus!

A situação é a seguinte, não dá para modificar a realidade nem discutir com os números, pois o fato é que o Corinthians nem se quer está entre os três primeiros colocados e ainda sim mantém uma média de público pagante absurdamente alta, ou seja, receita sólida e consistente.

Neste contexto, torna-se óbvio, claro, notório e evidente que ao quitar a dívida do estádio, caso não haja picaretagem, incompetência e má-fé na correta aplicação das receitas das bilheterias, então vale frisar que gostem ou não do Andrés Sanchez, não se pode negar que ele está correto ao dizer que tanto o Naming Rights como a quitação da dívida da Arena Corinthians são fatores determinantes para clube comece a rivalizar financeiramente com os gigantes da Europa.

Afinal, cabe ressaltar que essa exaltação em relação ao Flamengo em dizer que é o clube mais rico, o que gera mais receita, compra quem quiser e etc. Ela é fruto de uma leitura totalmente equivocada tanto do cenário atual como do prospecto do que será o futuro, haja vista o Flamengo nem se quer ter um estádio; isto é, a arrecadação do Flamengo em relação as bilheterias são repartidas com o ente federativo ao qual o Maracanã pertence; além disso, o Flamengo é reconhecido por ter uma torcida bem volumosa, mas não por ser fiel (vide Renato Augusto ao dizer que 'no Flamengo já joguei para cinco mil', 'no Corinthians nunca joguei para menos de 25 mil torcedores', logo, enquanto o rendimento no campo estiver em alta a arrecadação também estará, por outro lado, o mesmo não é possível dizer quando o rendimento dentro de campo estiver em baixa.

Apenas a título de comparação, o Corinthians foi capaz de manter uma média de público pagante acima de 20 mil quando estava na série B, no mínimo 30 mil do outro lado do mundo, mais de 20 mil para ver o futebol feminino e mais de 30 mil em um ano em que o rendimento dentro de campo não é dos melhores. Consequentemente, vale destacar que os clubes rivais precisam torcer para que a situação do endividamento do Corinthians em relação ao estádio postergue o máximo possível, porque do contrário, a receita relacionada à arrecadação dos jogos no estádio será líquida, sólida e consistente, o que colocará o Corinthians para fazer frente, ou até mesmo superar os gigantes europeus em termos de poder de compra.

Portanto, não tendo picaretagem, não contraindo mais dívidas desnecessárias, investindo na base, em governança corporativa, ações de marketing e em atletas de alto rendimento, a superioridade quanto ao poder de compra da maior equipe alvinegra deste país é inevitável, sendo que não haverá mais nada que se poderá fazer para mudar isso.

72.820 visualizações e 284 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Paulo Lopes Borges #8.061 @paulo.lopes.borges em 01/12/2019 às 22:16

Cada uma, se o Andrés Conta Chega morrer quem sabe, quem fez a divida do estádio foi ele, se morrer acaba a divida pois é um carnê de 20 anos. Muitos de nós já não estaremos por aqui.

Publicidade

Soró Sereno #4.659 @sorosereno em 01/12/2019 às 22:14

Se minha mãe fosse homem eu não tinha nascido..digasse di passage

Robb Fiódorovitch @robb.fiodorovitch em 01/12/2019 às 22:13

Bater de frente ou mesmo superar os gigantes europeus em termos de poder de compra, Acho muito difícil.
Mas se tudo o que você falou de bom acontecer, com certeza não tem pra ninguém na América.

Romeu Marques @romeu77 em 01/12/2019 às 21:57

Concordo com muito do texto mas a atual diretoria não tem competência pra melhorar as coisas

Willian Vares De Morais #11.250 @willian.vares.de.mor em 01/12/2019 às 21:54

Creio eu que se vendesse o famoso naming rights isso iria abater em boa parte da dívida do estádio ou então a dívida social pois está muito grande, abatendo na social vai ter mais arrecadação e pode ao decorrer dos anos ir montando times cada vez mais competitivo, mais parece que quem hoje está lá não quer fazer isso.

Nicholas Cunha #8.848 @nicholas.cunha em 01/12/2019 às 21:47

Tem que contratar gente do mercado, pegar pessoas incríveis dentro de empresas multi nacionais e botar pra administrar o Corinthians, enquanto não tiver mentalidade de empresa vai ser essa merda de gerência

Eduardo Marques André #2.627 @eduardo.marques.andr em 01/12/2019 às 21:44

Complicado é que picaretagem sempre houve e nada indica que deixará de existir a curto/médio prazo... Potencial, de fato, temos, mas...

Ricardo Goshima Lester #207 @ricardo.goshima.lest em 01/12/2019 às 21:26

Até pagar estou morto

Vinicius Martins #240 @vinicius.martins23 em 01/12/2019 às 21:20

Até lá nem vou tá vivo

Jesse Pereira @jesse.pereira2 em 01/12/2019 às 21:19

Vamos consegui paga e vamos ganhar tudo?