Internacional x Corinthians

Pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Corinthians enfrenta agora o Internacional

Acompanhe ao vivo

Campeão mundial sem contrato, Gilmar Fubá teve previsão de seis meses de vida, venceu câncer e hoje

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Sandra #1 @sandra.lima4 em 14/01/2020 às 07:47

'Antes eu não queria falar sobre isso. Não era o meu momento. Não queria que a imprensa usasse isso de forma sensacionalista. Agora eu estou pronto para falar e sei que minha luta pode ajudar outros que encontram-se na mesma situação', disse Gilmar, relembrando que uma luta que começou há quatro anos.

'Jogando pelo masters do Corinthians eu acabei quebrando o braço direito. Fiz três cirurgias e o osso não segurava a placa. Também começou a nascer uns caroços pelo corpo. Até que um dia eu fui internado com uma pneumonia muito forte e descobri que meus dois rins estavam parados', disse.

'O doutor Joaquim Grava me visitou e ficou surpreso: 'Como um negão forte assim, que caia, dava carrinho e já levantava pra outra quebrou os dois braços rapidamente e é internado com pneumonia?'. Aí ele ne aconselhou a fazer uma biopsia. E descobriram que eu tinha um câncer muito raro'.

'O câncer é tão raro que inicialmente falaram que eu tinha um linfoma. 'O que é isso?', perguntei. A médica disse que era o mesmo câncer que o Edson Celulari e Reynaldo Gianecchini estavam tratando. 'Ah, então só dá em cara bonito, estou tranquilo', respondi', disse, aos risos.

'Passou um semana e ela me procurou para dizer que não era linfoma. 'Tá vendo, era muito bom para ser verdade. Isso só dá em cara bonito', respondi. Ela explicou que o que eu tinha se chama mieloma múltiplo. Fiz um exame chamado pet-scan. Descobrimos que da cintura para cima eu não tinha nenhum osso inteiro'.

'O câncer já tinha comido tudo. A doença só não me matou porque eu era muito forte. A médica falou para o doutor Joaquim Grava que eu tinha seis meses de vida, mas ele não me avisou. Eu fiquei internado e fui recebendo visitas. Quem ia me ver imaginava que me veria debilitado, pra baixo, mas me encontrava feliz, brincalhão', revelou.

Talvez Gilmar Fubá não sabia, mas foi justamente a força mental que o ajudou a superar o duro diagnóstico e a enfrentar a doença.

'Todos os dias eu acordava e visitava os outros quartos do hospital. O médico dizia que eu não podia porque estava vunerável. Eu não queria saber. Eu ficava animando as pessoas. Paciente não tem que fazer fisioterapia? Então, eu ia de quarto em quarto chamando os pacientes, fazendo fila, mandando levantar as pernas, os braços'.

'Tinha um senhor corintiano que até tinha viajado para o Japão para ver o Corinthians ser campeão mundial em 2012. Ele ficou sabendo que eu estava no hospital e quis me conhecer. Ele me disse: 'Será que vou ver o Corinthians campeão de novo?'. Eu falei: 'Se você ficar deitado nessa cama não vai, irmão. Vamos levantar'. Aí a esposa dele disse que ele não andava querendo comer. Eu briguei: 'Você tá doente, tá fraco e não quer comer? Tem de comer, se alimentar. Pode sair da cama''.

Não teve um dia que Gilmar Fubá tenha se entregado. Todos os dias manteve-se firme, animado e forte mentalmente. Contrariou a previsão médica. Sorridente, hoje conta o que todos os amigos queriam ouvir: 'Eu venci o câncer. Estou curado. Agora estou operando os braços que quebrei'.

A maior lição que essa história deu para Gilmar foi a de encarar os problemas, não se abalar e ser grato ao que tem e aos amigos que ajudaram.

'Todo tempo que tenho, eu quero estar com a minha família, quero estar com amigos que me ajudaram, como o Andrés, o Yamada, o Nei, o doutor Joaquim Grava, e o Corinthians, que é a razão disso tudo', disse o ex-jogador, que vem trabalhando justamente pelo futuro do clube do Parque São Jorge.

Gilmar Fubá faz parte do departamento captação do clube. Com outros profissionais, ele busca talentos para a base alvinegra. Joias que possam ser trabalhadas, que possam ter a oportunidade de mudar de vida e trazer resultados esportivos ao Corinthians no futuro.

Um trabalho que prevê que dará frutos daqui a dois ou três anos. Então, vida longa, Gilmar Fubá!

Gilmar segura a taça do Mundial, enquanto Marcelinho beija o troféu, no Maracanã GettyImages.

1.945 visualizações e 65 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Ricardo Jesus #452 @ricardo.habbo em 14/01/2020 às 07:50

Caramba que história bonita.

Anderson Sabino #244 @sabino em 14/01/2020 às 10:21

Com esta torcidinha do fórum seria chamado de LIXO e pé de rato (Obs. Não que fosse craque, longe disso, mais se entregava em campo toda vez que entrava).

Últimas respostas

Mario Moreira Da Silva #6.369 @mario.silva em 20/01/2020 às 16:07

Fubá, primeiramente agradeça a Deus. Pois ELE acha que a sua hora ainda não chegou. Quando chegar, não adianta querer ou não, todos nós iremos acertar nossas contas com ELE.

Publicidade

Freddy Krueger "mito" #3 @kruege em 20/01/2020 às 06:08

Campeão dentro e fora de campo

Fiquei feliz quando soube que ele venceu a luta contra essa doença terrível

Antonio Benedito Panebianchi Filho #440 @pereirense em 16/01/2020 às 10:41

Que luta meu amigo, e inesquecível Fubá, sua história de criança era difícil, imagine essa, incrível a força, a fé, a sua determinação, Deus contigo!

Fabio Martins #7.524 @sombra35 em 15/01/2020 às 19:25

Está faltando um Fubá no nossa time

Anderson #244 @sabino em 15/01/2020 às 16:13

" "

Sem duvidas! Lembra do gol que ele fez contra o Santos? Na entrevista ele disse que chegou na cara do gol fechou o olho e chutou... KKKK

Anderson Sabino #244 @sabino em 15/01/2020 às 16:13

Sem duvidas! Lembra do gol que ele fez contra o Santos? Na entrevista ele disse que chegou na cara do gol fechou o olho e chutou... KKKK

Fabio #7524 @sombra35 em 15/01/2020 às 13:39

" "

Realmente não era craque, mas se juntar a raça de todos os volantes que temos hoje fora o Ralf, não dá a raça do Fubá

Fabio Martins #7.524 @sombra35 em 15/01/2020 às 13:39

Realmente não era craque, mas se juntar a raça de todos os volantes que temos hoje fora o Ralf, não dá a raça do Fubá

Anderson #244 @sabino em 14/01/2020 às 10:21

" "

Com esta torcidinha do fórum seria chamado de LIXO e pé de rato (Obs. Não que fosse craque, longe disso, mais se entregava em campo toda vez que entrava).

Jhow Oliveira #4.375 @jhowoliveira em 15/01/2020 às 09:10

Sem palavras! Esse desfilou no vale da sombra e da morte caminhando como um guerreiro! Parabéns

João Batista #8.396 @joao.batista81 em 15/01/2020 às 09:03

Fixa esse tópico!

Victor Silva #618 @victor.silva28 em 14/01/2020 às 21:02

Fubá você é lindo por dentro irmão! Por fora você é fraco de lata, mas seu interior poucos tem a beleza!
Vida longa negão!

Cleber Amaral #2.555 @cleber.amaral em 14/01/2020 às 21:01

Pô que história hein!