Com jabá e baile no 'esnobe' Barcelona: bastidores do Corinthians campeão mundial sub-17

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Valter #793 @valterpraia em 09/06/2015 às 03:24

Vladimir Bianchini, do ESPN.com.br

Corinthians foi campeão mundial sub 17 na Espanha Corinthians foi campeão mundial sub 17 na Espanha

Para o Corinthians conquistar pela terceira vez no o mundial sub 17 no último domingo de maio, realizado na Espanha, precisou superar a desconfiança após estrear com derrota e pela 'marra' de alguns adversários. Principalmente do time que ganhou a Uefa Champions League neste sábado.

COL na decisão, a equipe deu um baile no Barcelona na vitória por 3 a 0 na semifinal. Os jogadores criados na fábrica de craques conhecida como lá Masia provocaram os brasileiros. 'Os europeus depois dos 7 a 1 perderam o respeito, acharam que a gente era uma merda. Eles zuaram, ficavam encarando, numa marra danada', contou o atacante Léo Jabá, um dos destaques da equipe de Parque São Jorge.

Um fato chamou a atenção do jovem. 'Nós entramos antes para aquecer no gramado, eles só ficaram no vestiário e nem foram lá antes da partida' completou. Pouco antes da bola rolar, o menosprezo ficou evidente. 'Eles entraram em campo debochando da nossa cara, isso deu ainda mais motivação para a gente', contou o goleiro Fillipe Santos, que antes de chegar ao time alvinegro teve passagem pelo Fluminense.

Cada vez que os espanhois tiravam o sarro, recebiam o troco na meda moeda. 'Falavam aqui é Barcelona. Cada vez que falavam isso, a gente mostrava o placar, porque estávamos ganhando. Era um, dois ou três (risos)', divertiu-se o centroavante.

Uma característica do time da Catalunha chamou a atenção de Léo. 'O toque de bola deles era impressionante, não erram passe', completou. Filipe também considerou o jogo como o mais importante. 'Fiz a minha melhor partida em toda competição, ganhar deles foi muito especial', disse.

Derrota na estreia e expulsão

Quem viu somente o resultado do Corinthians na estreia diante do Atlético de Madri, uma derrota por 3 a 0, jamais imaginaria que o time conseguiria sair vencedor da competição.

A partida estava empatada até que uma marcação polêmica mudou o rumo das coisas. 'Não toquei no jogador deles, só que o juiz marcou o pênalti e me expulsou. Me senti o culpado pela derrota, foi muito difícil', contou o goleiro, que só voltou nas quartas de final diante do Santos Laguna-MEX.

O que poderia ser desastroso para o time brasileiro, se tornou o combustível para a arrancada. 'A gente ao invés de ficar cobrando uns aos outros, nos fechamos. Ficamos ainda mais unidos, dando apoio aos companheiros' analisou o arqueiro.

A primeira vitória veio contra o Atlético Nacional-COL por 3 a 1, depois mais um triunfo diante diante do Santos Laguna-MEX, em um jogo muito complicado. Na semifinal, os meninos vindos do 'terrão' não deram quaisquer chances aos discípulos do 'tiki-taka'.

Na decisão foi a vez de reeencontrar os colombianos, que eliminaram o Real Madrid, do goleiro Luca, filho de Zinedine Zidane.

DIVULGAÇÃO Atacante Léo Jabá, um dos destaques da equipe Atacante Léo Jabá, um dos destaques da equipe

Era a chance do time superar a derrota por 2 a 0 na final para os merengues no ano passado. Para isso, o Corinthians contava com a experiência. 'Dos 11 titulares daquela campanha, seis jogaram esse ano, então voltamos muito fortes', analisou Léo Jabá.

Segundo o atacante, os colombianos também pagaram caro pela petulância. 'Eles perderam antes do jogo começar. Não quiseram aquecer no campo também. Falamos entre a gente: ‘Não podemos perder para o time desses caras' disse.

O Corinthians abriu o placar com o meia Fabrício. Com 35 minutos, Léo Jabá ampliou em uma jogada que lembrou outro atacante. 'Engraçado que o lance do meu gol foi bem parecido com o que o Sheik fez na final da Libertadores de 2012 contra o Boca, roubando a bola do zagueiro e corrrendo até a área'.

A finalização de Léo foi ainda mais bonita do que a de Emerson. 'Quando cheguei na cara do gol no primeiro jogo contra eles eu tinha batido rasteiro e o goleiro pegou. Desta vez como a bola deu uma pingadinha resolvi encobri-lo', revelou.

As concidências entre o jovem de 17 anos e o veterano de 36 não param por aí. 'Eu também jogo pelas beiradas e fui apadrinhado por ele ano passado. É um cara muito legal, sempre trocamos mensagens. Recebi os parabéns pelo título e me disse que se eu fizer alguma coisa errada vai me dar bronca também (risos)', contou o atacante.

A bomba no pé e a origem nordestina moldaram o apelido que ele carrega na vida profissional. 'Quando criança jogava num time de futsal e chutava muito forte. Um dia acertei a barriga do menino que caiu no chão e não queria mais jogar. Daí o pai dele disse que eu comia muito jabá, por ser filho de baiano, por isso chutava tão forte, daí pegou (risos)'.

Antes de chegar ao Parque São Jorge ele atuou por dois anos no São Paulo. Mas a distância entre Santo André, onde mora com os pais, e o Morumbi acabou fazendo o garoto desistir. Após atuar um tempo numa escolinha de futsal veio o convite do Corinthians.

'Meu pai falou assim: ‘Seu estilo de jogo combina mais com o Timão, porque você é raçudo'. Então segui os conselhos dele e deu tudo certo, ganhei vários títulos aqui e fui convocado para seleções de base', confidenciou.

Agora com o título mundial na bagagem, os comandados do técnico Márcio Zanardi sonham chegar um dia ao time principal. Fillipe, que é fã de Julio Cesar, do Benfica, já sentiu o gostinho. 'Estou treinando entre os profissionais, esse título dá muita bagagem, mais confiança para o decorrer da carreira e muita moral dentro do clube', analisou.

Léo Jabá já treinou também no time de cima e espera no futuro falar para torcida do Brasil o que disse na Espanha, logo após o lance mais importante de sua careira.

'A Fiel Madrid nos apoiou em todos os jogos, mesmo quando perdemos, foi muito bacana. Quando fiz o gol da final fui para eles e gritei: 'Aqui é raça, aqui é Corinthians!'',

601 visualizações e 32 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 09/06/2015 às 07:36

Léo Jaba, vem para o nosso time principal.

Wildson Gomes #255 @wildson.gomes.pinto em 09/06/2015 às 09:31

Infelizmente me parece que todos esse garotos vão ficar apenas no sonho de jogar no time principal do Corinthians... Certo estava o Cassine quando resolveu sair.

Dá pra percebe isso só de ver quais são os planos do Tite pra o próximo jogo, o cara quer improvisar o Uendel no meio ao invés de dar oportunidade para o Marciel.

Últimas respostas

Paulo Sergio Gomes #120 @paulogol em 09/06/2015 às 15:26

Pelas palavras e pelo futebol já deveria desembarcar no time principal, mas fazer o que.

Publicidade

Valter Antonio #793 @valterpraia em 09/06/2015 às 15:15

é capaz de não dar chance agora, ele cansar e pedir para ser vendido e depois de anos voltar sendo titular com o Corinthians pagando por ele.

Maloqueiro Fiel #308 @gabriel.cantarino em 09/06/2015 às 15:00

Sabe quantos desses vão jogar no Corinthians? Vamos lá perguntar para o Adenor se algum presta

Rafael R #711 @rafaellima13 em 09/06/2015 às 14:05

Esse Léo Jabá é notícia desde os 15 anos aqui no site... Uma pena termos que REZAR pra ele ter chance no profissional e vingar de vez

Roger Lozada #231 @rogerlozada em 09/06/2015 às 13:39

Podem ir para outro time, no Corinthians vocês podem jogar mais que os titulares e mesmo assim não vão ter chances.

André Emerson De Oliveira Oshikawa #56 @deco1910 em 09/06/2015 às 12:45

é o que nos resta...torcer..rs

Sandra #1 @sandra.lima4 em 09/06/2015 às 12:30

" "

Vamos torcer quem sabe ne!

Denis Henrique #2.029 @denis.henrique9 em 09/06/2015 às 12:44

Tem tudo pra ser ídolo futuramente, tomara que tenhamos a oportunidade de ver ele, Malcom, Marciel e Arana jogando juntos, ai sim vai dar gosto!

Samu Zlsp #1 @samu.zlsp em 09/06/2015 às 12:37

Querer comparar o Osmar Loss treinando o fraco elenco do Bragantino com o Tite treinando a seleção do Corinthians já é demais.

Quantos jogadores do elenco do Bragantino já vestiram a camisa de alguma seleção nacional profissional?

Você já não tem mais argumentos para defender o Tite.

#fora Tite

Maria #2 @gracinhado.timao em 09/06/2015 às 09:13

" "

Sério o Osmar Loss também foi genial com o Timãozinho e não está rendendo nada no Bragantino, é o mesmo que queriam para o time principal, você não gostar do Tite é uma coisa, agora atribuir todas as desgraças do Timão a ele é demais, não podemos atribuir as coisas erradas a um técnico é fechar os olhos para o que está acontecendo, você acredita mesmo que técnico de futebol de um time que tenha em seu quadro de dirigentes, Andrés, Andrade e Edu Gaspar entre outros tenha autonomia para alguma coisa, me poupe Samu algo de muito podre está acontecendo dentro do Corinthians e nós não sabemos o que é, a única coisa que temos certeza é que essa gangue maldita está acabando com o time e o dinheiro do clube, técnico é um funcionário assim como os jogadores que tem apenas que receber ordens e escalar quem os empresários manda já que o Timão não tem um jogador que tenha 100% de seu passe, e nisso a base vai ficando comprometido sem jogar estão aí vendendo a preço de banana, eu que não acredito nisso, essas raposas que tem no Timão junto com esses empresários devem vender por um valor alto e divulgar apenas merecas, quanto a base quem não os quer ver jogando, um time mesclado renderia muito, mais o momento está conturbado se acharem que a base irá resolver alguma coisa sozinha, pelo contrário podem se queimar o que não seria nenhuma novidade vindo de uma parte da torcida tão imediatista como é a nossa.

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 09/06/2015 às 12:31

Ou serão vendidos a preço de bananas.

Wildson #255 @wildson.gomes.pinto em 09/06/2015 às 09:31

" "

Infelizmente me parece que todos esse garotos vão ficar apenas no sonho de jogar no time principal do Corinthians... Certo estava o Cassine quando resolveu sair.

Dá pra percebe isso só de ver quais são os planos do Tite pra o próximo jogo, o cara quer improvisar o Uendel no meio ao invés de dar oportunidade para o Marciel.

D13go Reis #1.263 @diego.reis em 09/06/2015 às 12:31

Na base e diferente as coisas do time principal, essas mulecadas e uma perna do carai porque quem e profissional maioria das vezes respeita o adversário!

leandro #335 @leandro.49 em 09/06/2015 às 10:59

" "

Eu também criei uma antipatia por esse time... Principalmente por causa da mídia

Eu gostava mais antes quando a globo não transmitia os jogos deles e quando o globo esporte nem sabia que exisitia UCL (pois parece que só nos últimos anos que eles passaram a gostar desse torneio)

Gostava mais na época que o ronaldinho jogava por lá