Nova multa rescisória de Pedrinho...

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Matusalem #1.635 @matusalem.goncalves em 25/04/2017 às 15:38

Pedrinho renovou até 2020, e teve sua multa rescisória alimentada para 50 milhões de euros, cerca de R$: 172.5 milhões de reais.
Seu salário foi aumentado 4 vezes mais.

Fonte: Lance

3.150 visualizações e 41 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

João Jefferson #1.131 @joao.jefferson em 25/04/2017 às 16:55

Aí SIIIIIIIIIIIIIIIIIM

Se quiserem levar, que paguem a multa.

Como o Timão tem 70%, dá 120 milhões.

Publicidade

Daniel Batista Da Rocha Rocha #1.737 @danieldbr em 25/04/2017 às 16:51

Se for essa mesmo ai sim ehm

Jonathan M. Da Silva #3.222 @jonsccp82 em 25/04/2017 às 16:51

Ponto positivo ao Corinthians!

Agora, vamos ao segundo ponto positivo: continuar trabalhando o Pedrinho para que ele complete sua transição ao profissional de modo adequado e aumente seu potencial para se tornar um excelente jogador.

Thiago Balzary #133 @thiago.silva133 em 25/04/2017 às 16:35

Tá bom

Serginho #4.832 @serginhomaciel em 25/04/2017 às 16:23

70%

Diego Affonso #776 @diego3333 em 25/04/2017 às 16:22

Pedrinho tem tudo pra ser a maior venda da história do Corinthians

Matusalem Gonçalves #1.635 @matusalem.goncalves em 25/04/2017 às 16:05

http://www.lance.com.br/corinthians/anuncia-renovacao-contrato-pedrinho-ate-fim-2020.html Corinthians anuncia renovação de contrato de Pedrinho até fim de 2020 | LANCE! Aqui o usuário é direcionado para a home do LANCE, onde estão as principais notícias do dia. lance.com.br

Carlos #2757 @carlos.antonio.junio em 25/04/2017 às 16:00

" "

Cadê a fonte?

Porque segundo informações a diretoria não revelou o valor

Carlos Junior #2.757 @carlos.antonio.junio em 25/04/2017 às 16:00

Cadê a fonte?

Porque segundo informações a diretoria não revelou o valor

Alex Rodrigues #10.738 @alex.rodrigues12 em 25/04/2017 às 15:59

Agora basta colocar ele pra jogar ao invés da íngua do Clayton.

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 25/04/2017 às 15:58

Agora é fazer jus ao aumento.