Saudades de um Herói da Invasão - Ruço o Beijinho Doce

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Coluna #167 @zizzo.bettega em 03/06/2016 às 13:33

Ruço em 1º Plano em jogo não identificado no Pacaembu

Créditos da foto: DOMÍCIO PINHEIRO (1922 - 1998) repórter fotográfico, iniciou a carreira como fotógrafo dos jornais Folha Carioca e Última Hora. A partir de 1954 trabalhou no Grupo Estado, onde permaneceu até 1989. Afirmou-se como fotógrafo esportivo e, apaixonado pelo futebol, era conhecido como o fotógrafo de Pelé por ter registrado magistralmente a carreira do jogador. Suas fotos buscam com precisão o instante memorável, onde se concentra o máximo de significado, e constituíram uma referência importante para toda uma geração de fotojornalistas. Além do esporte, documentou também muitos momentos da história do Brasil, especialmente as manifestações populares, militares e religiosas no período do golpe de 1964 até 1994, seu último ano de atividade. Recebeu o Prêmio Esso em 1965 (Menção Honrosa) e 1975.

>

514 visualizações e 33 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Paulo Paulo Paulo #43 @paulo.52 em 03/06/2016 às 19:17

Lembro-me desse jogo, assisti em casa, com a família. Fiquei muito emocionado, pois o Flor era muito badalado e nós ainda amargávamos aquela maldita fila sem títulos importantes. Mas, se o Flor era melhor, esse time nosso não era tão fraco quanto insinuaram, na época, e insinuam até hoje, dizendo que o ''general chuva'' é que teria vencido o duelo. E vou dizer uma coisa: encaramos o Entregacional de Falcão, Batista, Manga, Figueroa, Marinho Peres, Dario, etc, de igual pra igual, na final, apesar de tudo o que os covardes gaúchos fizeram contra nós e contra a nossa torcida, naquele dia. E ainda teve gol LE-GÍ-TI-MO do Vladimir anulado pelo canalha do bandeira e pelo pulha do José Roberto Wright...

Últimas respostas

Coluna Corinthia #167 @zizzo.bettega em 04/06/2016 às 19:51

Não deixa pra lá não, gostaria que pudesse contar.

Giro #497 @giro.fiel em 04/06/2016 às 08:09

" "

Estive neste jogo, é verdade mas teve coisas piores ainda, mas deixe pra lá, mas naquele jogo eramos inferior tecnicamente, o Inter tinha um timaço, mas com a Fiel Torcida sempre incentivando, os jogadores jogaram com sangue nos olhos e apesar da inferioridade jogamos muito e fomos garfados pelo juiz, teve um gol legitimo do Wlademir anulado, mas apesar da derrota ficamos satisfeito pelo doação dos jogadores.

Esta semente da Fiel Torcida que nos deixou, sempre incentivando e nunca vaiando jogadores, podem ter certeza, até o Geraldão e Ataliba, que não tinham muita técnica, mas com incentivo e apoio da torcida foram campeões pelo Corinthians.

Agora com a Arena, a geração nova da Fiel Torcida deveria espelhar na velha Fiel Torcida e procurar incendiar o jogo sempre apoiando, incentivando, gritando e cantando, pois tenho certeza o jogador cresce é muito, faz até o que não sabe fazer, o incentivo dá um astral para o jogador que você nem imagina.

Entenda, a Fiel Torcida jogando junto dita o ritmo da partida e ajuda o jogador em busca da vitória.

A Fiel Torcida junto seremos sempre Campeão, disto tenho absoluta certeza, isto é felling, já fiz parte da torcida que fique 23 anos na fila, mas nunca perdi a esperança.

Hoje a semente está plantada, mas precisa espelhar na Velha Fiel Torcida, que invadia qualquer lugar, mas sempre como objetivo de somente incentivar, encontrei muitos torcedores das invasões anterior, em Tokio no Japáo, onde fomos campeões mundial, Recopa e Libertadores de forma invicta em 2012.

Vamos jogar junto sempre incentivando que sempre seremos campeões...

Disto tenho certeza é experiência da vida.

Giro da Fiel, torcedor da era de jogador do talento & romantico, Rivelino, Ademir da Guia, Gerson, Tostão, Pelé, Garrincha & Cia Ltda.

Publicidade

Coluna Corinthia #167 @zizzo.bettega em 04/06/2016 às 19:46

Belíssima lembrança, tinha me esquecido desta faixa que deu o que falar. Foi revoltante tudo o que fizeram para ganhar este jogo. Perdeu o futebol. Imaginem 22 anos na fila e sendo campeão brasileiro em 76 depois daquela invasão. Acho que a chegada em São Paulo seria algo de outro mundo.

Alexandre #1407 @smart029 em 03/06/2016 às 23:51

" "

Estes covardes do sul, embora com um dos melhores times que já vi jogar, perderam no morumbi para o Corinthians no morumbi por 2X1 durante o campeonato.

Infelizmente, na história deste campeonato, esquecem de um jogo anterior ao jogo com o Fluminense, o Corinthians jogou em Recife com o forte time do Santa Cruz e ganhou o jogo.

Depois da invasão do Maracanã e a eliminação do Fluminense, os 'machos' gauchos tremeram na base realizaram todo tipo de sabotagem naquele jogo.

Naquele campeonato, havia apenas um jogo na final.

Na Libertadores, no jogo no Morumbi, 1 X 1, não havia sequer um torcedor 'macho' gaúcho, com coragem para dizer que era torcedor do time do dvd.

Havia uma faixa que a qual não esqueço:

' Brasil civilizado recebe gringos do Sul '

Quanto ao Ruço...jogava muito...

Mauricio Di Santi #28 @mx1972 em 04/06/2016 às 19:09

É, realmente foi um grande acontecimento. Um dos fatos mais marcantes na história do Corinthians.

O Nelson Rodrigues, na véspera do jogo (sábado), saiu pelas ruas de Copacabana, Ipanema e, ao se deparar com a fiel pelas ruas, sentiu que o Corinthians venceria o Fluminense, inclusive, numa de suas colunas, escrita acho que na 2ª feira após o jogo, ele fala sobre isso, ou seja 'que o Rio fora sitiado pela fiel'.

Quanto ao Francisco Horta, vale destacar que, ao menos, ele teve palavra, ele idealizou o cenário e realizou o que havia idealizado. Teve palavra kkkk.

Coluna #167 @zizzo.bettega em 03/06/2016 às 18:16

" "

Se não me engano Matheus pelo rádio requisitou 40 mil ingressos, e o Horta disse que se surpreendeu quando o cheque apareceu na Laranjeiras. Começa então uma procura absurda por ingressos no PSJ, mas no Rio amigos e parentes compravam ingressos nas Laranjeiras para os corinthianos à caminho por todos os meios de transporte possíveis e imagináveis.

Bombaxini, Ronaldo #78 @bombaxini em 04/06/2016 às 10:09

ótimo tópico! Conteúdo histórico de extrema importância.

Parabéns

Francisco Jr. Silva #101 @francisco.jr.silva em 04/06/2016 às 08:30

Bela lembrança, infelismente ele está com papai do céu, mas ele vive quando lembramos dele.

Giro Kataguire #497 @giro.fiel em 04/06/2016 às 08:28

Tenho muita saudade de todas as invasões que participei, inclusive em 2012 em Tokio, Japào.

Em todas as invasões, o Corinthians perdeu somente 1 pelo Internacional, garfado.

Vejam como a Fiel Torcida é fantástico, não existe igual e nunca existirá:

1. Contra o Fluminense - 75 mil torcedores corinthiano dividimos o Maraca.

2. Contra o Inter - 35 mil torcedores corintianos.

3. Contra o Vasco - 40 mil torcedores corinthianos

4. Contra o Chelsea - em Arena Yokayama - tinha capacidade para 70 mil, vou dizer uma coisa de arrepiar tinha uns 65 mil torcedores torcendo para o Corinthians com bandeira e tudo, isto será inesquecível.

Não existe e não existirá nunca torcida que nem a Fiel Torcida.

A nova geração da Fiel Torcida tem que se espelhar na Velha Fiel Torcida, sempre procurar incentiva, apoiar, gritar e cantar, este era e sempre foi o objetivo da Velha Fiel Torcida.

Sou otimista quero voltar para o Japão e buscar o Tri Mundial de preferencia em cima do Barcelona ou do Real Madrid, enquanto o Messi e Cristian Ronaldo estiverem jogando.

A nova geração da Fiel Torcida jogando junto, dita o ritmo do jogo para os jogadores vencerem a partida. Disto tenho absoluta certeza.

Vamos lá a nova geração da Fiel Torcida, pois sou da geração velha da Fiel Torcida, passo bastão pra vocês e procurem honrar a Fiel Torcida, onde o Lema sempre foi de incentivar, esperamos 23 anos com muita humildade e veja a grandiosidade da Torcida Corintiana de HOJE e Sempre.

Giro da Fiel

Giro Kataguire #497 @giro.fiel em 04/06/2016 às 08:09

Estive neste jogo, é verdade mas teve coisas piores ainda, mas deixe pra lá, mas naquele jogo eramos inferior tecnicamente, o Inter tinha um timaço, mas com a Fiel Torcida sempre incentivando, os jogadores jogaram com sangue nos olhos e apesar da inferioridade jogamos muito e fomos garfados pelo juiz, teve um gol legitimo do Wlademir anulado, mas apesar da derrota ficamos satisfeito pelo doação dos jogadores.

Esta semente da Fiel Torcida que nos deixou, sempre incentivando e nunca vaiando jogadores, podem ter certeza, até o Geraldão e Ataliba, que não tinham muita técnica, mas com incentivo e apoio da torcida foram campeões pelo Corinthians.

Agora com a Arena, a geração nova da Fiel Torcida deveria espelhar na velha Fiel Torcida e procurar incendiar o jogo sempre apoiando, incentivando, gritando e cantando, pois tenho certeza o jogador cresce é muito, faz até o que não sabe fazer, o incentivo dá um astral para o jogador que você nem imagina.

Entenda, a Fiel Torcida jogando junto dita o ritmo da partida e ajuda o jogador em busca da vitória.

A Fiel Torcida junto seremos sempre Campeão, disto tenho absoluta certeza, isto é felling, já fiz parte da torcida que fique 23 anos na fila, mas nunca perdi a esperança.

Hoje a semente está plantada, mas precisa espelhar na Velha Fiel Torcida, que invadia qualquer lugar, mas sempre como objetivo de somente incentivar, encontrei muitos torcedores das invasões anterior, em Tokio no Japáo, onde fomos campeões mundial, Recopa e Libertadores de forma invicta em 2012.

Vamos jogar junto sempre incentivando que sempre seremos campeões...

Disto tenho certeza é experiência da vida.

Giro da Fiel, torcedor da era de jogador do talento & romantico, Rivelino, Ademir da Guia, Gerson, Tostão, Pelé, Garrincha & Cia Ltda.

Coluna #167 @zizzo.bettega em 04/06/2016 às 04:39

" "

Ouvi esses relatos do que a torcida teria sofrido, para chegar ao Beira-Rio na transmissão jogavam água na torcida com as mangueiras de incêncio.

Giro Kataguire #497 @giro.fiel em 04/06/2016 às 07:42

Sou torcedor da época romântica do futebol, hoje estou com 66 anos, o Corinthians tinha um time mediano, mas jogava com coração e muita raça, mas tinha uma torcida fantástica, por isso sempre digo no nossa site, temos que ver vídeo da nossa torcida que só incentiva e apoiava o time o tempo todo, ficamos 23 anos na fila para conquistar o campeonato paulista e a torcida sempre incentivou os jogadores e nunca invadimos a Fazendinha apesar dos 23 anos de espera.

Agora com a nossa Arena, se fizermos a nossa parte, procurando fazer festa, mosaico, gritar, cantar, incentivar e apoiar, com a estrutura que o Corinthians de hoje tem, com a torcida jogando junto seremos sempre favorito ao título.

Valeu e nota 10 quem fez este site, muita saudade da Fiel Torcida daquele tempo e hoje presente vamos ser igual, garanto seremos sempre campeão.

A Fiel Torcida estando junto dita o ritmo do jogo para Vitória, a Fiel tem entender a força que tem dando o apoio, o jogador adversário se amedronta na nossa Arena.

Portanto, vamos fazer a nossa parte, que é sempre apoiar e incentivar o time como antigamente.

Giro da Fiel, torcedor romântico e da era do futebol arte e talento, do Ademir da Guia, Rivelino, Tostão, Gerson, Pelé % Cia. Ltda.

Coluna Corinthia #167 @zizzo.bettega em 04/06/2016 às 04:39

Ouvi esses relatos do que a torcida teria sofrido, para chegar ao Beira-Rio na transmissão jogavam água na torcida com as mangueiras de incêncio.

Paulo #43 @paulo.52 em 03/06/2016 às 20:20

" "

Pois é! Mas, contra os chorolados, não foi só a ''dedetização'' dos vestiários, não. Houve ameaça de envenenamento da comida, no hotel em que a delegação estava hospedada, em Porto Alegre. Não deixaram o time dormir, com fogos e algazarras, na noite de sábado para domingo. E ainda desceram a borracha na nossa torcida, as tais ''Brigadas'' (PM de lá). E faziam os corinthianos deitar no chão e encostar o rosto no asfalto fumegante, na chegada da caravana à cidade (isso não ouvi ou li na imprensa, não, mas de um conhecido, que era inspetor de alunos na escolinha em que estudava e acompanhou o time). Não satisfeitos, cortaram a água do setor do estádio em que estavam os corinthianos, no calor sufocante do verão de Porto Alegre, o que acabou por gerar uma revolta generalizada, no final do 2º tempo. Canalhas da pior espécie, essa gauchada! Tenho raiva desse clubeco até hoje, por conta disso - e ainda querem falar de 2005, rs.

Coluna Corinthia #167 @zizzo.bettega em 04/06/2016 às 04:34

Verdade, Brandão em 77

Alexandre #1407 @smart029 em 03/06/2016 às 23:54

" "

Apenas para esclarecer: O técnico do Corinthians era o Duque e não o Brandão.