Irresponsabilidade total, imprudência... Está mais que óbvio...revoltante...

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Corintiano #4 @corintianosp em 01/12/2016 às 15:15

A culpa agora é da funcionária?

Uma funcionária do aeroporto de Santa Cruz de lá Sierra, na Bolívia, de onde partiu o avião em direção a Medellín, disse às autoridades que alertou o representante da LaMia de que a quantidade de combustível era insuficiente e que não seria possível chegar a outro aeroporto no caso de uma emergência.

Celia Castedo Monasterio teria dito que a autonomia de voo não era adequada, que faltava um plano alternativo e que o informe continha erros.


A principal observação da funcionária teria sido com o tempo de voo entre Santa Cruz de lá Sierra e Medellín. Celia teria apontado que o tempo era igual à autonomia de combustível da aeronave. Segundo os documentos aos quais o jornal teve acesso, o tempo de rota era de quatro horas e 22 minutos, assim como a autonomia. Em resposta, o piloto disse que a autonomia de voo era suficiente.

- Não, senhora Celia, essa autonomia me passaram, é suficiente. Assim, não apresento mais nada. Vamos fazer em menos tempo, não se preocupe. É assim, fique tranquila, está bem.
Um comandante entrevistado pela publicação criticou o plano. Segundo ele, a autonomia não deveria ser igual ao tempo de voo.


- Quando se faz um plano de voo, se deve contemplar a carga de combustível para ir desde o ponto de decolagem ao destino. Além disso, se deve contemplar o tempo que demoraria chegar a um aeroporto alternativo em caso de emergência ou de reabastecimento, somado a 45 minutos de autonomia no ar diante de qualquer eventualidade – disse o comandante, que não teve seu nome revelado e que classificou o plano de voo como uma “cadeia de erros”.

'Quando chegamos ao local do acidente e pudemos inspecionar os destroços, confirmamos que a aeronave não tinha combustível no momento do impacto', disse o secretário de segurança aérea da autoridade de aviação civil da Colômbia, Freddy Bonilla.

Em uma gravação das palavras finais do piloto se pode ouvir ele dizer à torre de controle que o avião estava em 'falha total, falha elétrica total, sem combustível'.

Normas de voos internacionais exigem que aeronaves levem combustível suficiente para que possam voar por 30 minutos após chegarem ao destino final, caso tenham que voar em círculos antes do pouso ou voar para outro aeroporto.


'Neste caso, infelizmente, a aeronave não tinha combustível suficiente para cumprir as normas para contingência', disse Bonilla em Medellín. 'Uma das teorias que estamos trabalhando é que por não termos encontrado combustível no local da colisão ou nos tubos de alimentação, a aeronave sofreu queda por falta de combustível'.

Após acusações, LaMia é suspensa por agência aeronáutica da Bolívia

Fonte:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/funcionaria-de-aeroporto-boliviano-diz-ter-alertado-lamia-de-que-combustivel-era-insuficiente.ghtml Funcionária de aeroporto boliviano diz ter alertado LaMia de que combustível era insuficiente |... Jornal Hoje obteve o plano de voo da companhia que transportava a delegação da Chapecoense e sofreu um acidente na madrugada de terça na Colômbia. g1.globo.comg1.globo.com

356 visualizações e 11 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Marcos Gomes #80 @marcaotimao em 01/12/2016 às 17:29

Juro até o momento eu esperei que a causa não fosse pane seca, afinal botar combustível para voar no limite e economizar é muita ganância, isso sem mencionar a mão de alguém que foi lavada para liberar um avião a fazer um voo desses.

Tudo por causa de ganância e tentar ser o mais esperto...

Publicidade

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 01/12/2016 às 16:20

Ele deveria ter ficado vivo.

Erasmo #2418 @erasmolsdias em 01/12/2016 às 15:38

" "

A punição do piloto foi a morte, junto aos demais.

Corintiano Sp #4 @corintianosp em 01/12/2016 às 16:15

Verdade ¬¬

Vamos ver o final do desfecho das investigações...

São vidas que não voltam mais..

Billy #25 @alex.sccp3 em 01/12/2016 às 16:13

" "

O piloto tentou contra a própria vida e de mais de 70 pessoas, e foi exatamente o que aconteceu

Billy Timao #25 @alex.sccp3 em 01/12/2016 às 16:13

O piloto tentou contra a própria vida e de mais de 70 pessoas, e foi exatamente o que aconteceu

Pedro Kayky Teodoro #713 @pedro.kayky.teodoro1 em 01/12/2016 às 15:47

A culpa Não dela... #vamoschape

Erasmo Dias #2.418 @erasmolsdias em 01/12/2016 às 15:38

A punição do piloto foi a morte, junto aos demais.

Sandra #1 @sandra.lima4 em 01/12/2016 às 15:35

" "

O cara preferiu colocar a vida das pessoas em risco do que pagar uma multa por decolar com qtde de combustivel inferior ao permitido.

Se tivesse informado a tempo mesmo correndo o risco de ser multado hoje estas pessoas estariam vivas.

Cruel alguns seres humanos;

Pra alguns o dinheiro fala mais alto.

Que não fique impune.

DEUS conforte essas famílias.

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 01/12/2016 às 15:35

O cara preferiu colocar a vida das pessoas em risco do que pagar uma multa por decolar com qtde de combustivel inferior ao permitido.

Se tivesse informado a tempo mesmo correndo o risco de ser multado hoje estas pessoas estariam vivas.

Cruel alguns seres humanos;

Pra alguns o dinheiro fala mais alto.

Que não fique impune.

DEUS conforte essas famílias.

Felipe Felipe Felipe #248 @felipefelipe em 01/12/2016 às 15:32

Eu acho que o piloto assumiu o risco e deveria ter parado em Bogotá.

Não adianta achar culpados. A empresa era furreca, já da pra ver só de saber que tinha um avião só. Se não fosse isso a empresa ia assumir a conta se o piloto parasse fora do plano de voo.

Maria Das Graças #2 @gracinhado.timao em 01/12/2016 às 15:31

Vixe se for verdade foi muita irresponsabilidade.

Oilson Amorim Dos Reis #3 @reyes em 01/12/2016 às 15:21

Se for verídico se revela uma imensa irresponsabilidade.