Post do Amir Somoggi sobre as finanças do Corinthians. É bem interessante

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Abreu #541 @abreutim em 08/12/2016 às 10:09

Abaixo o post do Amir :

Corinthians publicou recentemente seu balancete referente aos primeiros 9 meses de 2016.

O clube já atingiu a maior receita de sua história e até o momento faturou R$ 425 milhões. Em todo o ano passado as receitas do clube foram de R$ 298 milhões.

Depois de dois anos com grande dificuldade financeira, houve uma melhora em seus números financeiros. Em 2015 e 2014 apresentou déficits muito elevados, em cada exercício de R$ -97 milhões, isso significa perdas acumuladas de R$ -194 milhões em dois anos.

Em 2016 reverteu esse quadro de perdas e até agora apresentou superávit de R$ 69 milhões. As receitas cresceram mais de 40%, três meses antes do fim do exercício.

Um dos principais fatores foi o aumento significativo com transferências de jogadores, que com a investida chinesa apresentaram evolução de 178%. O desmanche corintiano rendeu R$ 144 milhões ao clube.

Outro aspecto foi o crescimento nos recursos com os direitos de TV, em virtude das luvas recebidas da Globo para o período de 2019-2024. Até agora, o clube já arrecadou R$ 196 milhões com TV. Apenas como comparação, em doze meses de 2015, a TV produziu R$ 122 milhões.

Os patrocínios renderam R$ 49 milhões até agora, valor similar ao registrado em 2015, quando foram R$ 67 milhões. A bilheteria não é contabilizada nas contas do clube, pois fica para o fundo que administra a arena.

A grande questão é que os custos não foram reduzidos e o clube continua gastando mais e mais. Com altos gastos com futebol não será fácil se equilibrar sem os recursos com jogadores e essas luvas, que não se repetirão tão cedo.

Se, por exemplo, tivesse seguido o modelo adotado pelo Palmeiras em sua arena, já teria ultrapassado os R$ 500 milhões em receitas. Se ficasse com a bilheteria da arena, receberia ao menos R$ 70 milhões líquidos por ano.

No modelo atual, tendo que pagar um estádio de mais de R$ 1,2 bi, vê sua situação bem complicada.

Situação financeira não é tranquila

Os custos com futebol do Corinthians em nove meses de 2016 foram de R$ 242 milhões, contra os R$ 250 milhões de todo o ano passado. Isso significa que esse ano atingirá o maior valor da história do clube.

O clube do Parque São Jorge gastava R$ 21 milhões por mês com seu departamento de futebol e em 2016 essa conta já está em R$ 26 milhões mensais. As luvas estão sendo consumidas com os altos custos. Há dívidas com direitos de imagem de jogadores, que mesmo em queda, somam R$ 36 milhões atualmente.

Outro ponto sensível na gestão corintiana são os custos com aquisições / transferências de jogadores. Em 2016, dos R$ 144 milhões gerados com as transferências, foram deduzidos R$ 70 milhões, restando para o clube apenas R$ 75 milhões.

Nos últimos cinco anos esses custos com aquisição e transferências já somam R$ 176 milhões, um volume astronômico de recursos.

Com o novo contrato da Globo já contabilizado e a redução das dívidas com empréstimos em mais de 30%, a dívida total do clube caiu 11%, passando de R$ 453 milhões em 2015 para R$ 402 milhões em nove meses de 2016.

Dívida fiscal aumenta..

As dívidas fiscais do Corinthians não param de subir. A gestão do clube o transformou em um dos maiores devedores com o fisco do Brasil. Em 2012, as dívidas fiscais do clube eram de R$ 54 milhões.

Após ser autuado pela Receita Federal as dívidas fiscais pularam para R$ 169 milhões em 2013. Até setembro de 2016 os parcelamentos de impostos já estavam em R$ 198 milhões.

Quem quiser acompanhar com mais detalhes :

http://blogs.lance.com.br/somoggi/corinthians-melhora-os-numeros-financeiros-em-2016/ Corinthians melhora os números financeiros em 2016 | Marketing e Economia da bola | LANCE! blogs.lance.com.br

5.397 visualizações e 122 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Douglas Cardoso #219 @cardoso2 em 08/12/2016 às 12:28

Péssimo planejamento. Vendemos um time multi-campeão e agora temos os mesmos gastos com um time chimfrim da série B.

Naka Sd #8.629 @nakaloko em 08/12/2016 às 18:20

Alguém me explica como o gasto com o departamento de futebol AUMENTOU depois da saída de um time campeão inteiro? Todas as peças de reposição foram nível série B. Onde está indo esse dinheiro?

Últimas respostas

Luidger Gomes Gonzaga #158 @luidger.gomes.gonzag em 20/12/2016 às 01:18

Maior receita da história pra absolutamente nada, dinheiro sumindo mais rápido que flamenguista quando ouve sirene da viatura, e pra lugares e contas bancárias de gente que nem sabe o que é o Corinthians.

Publicidade

Joao Bortolossi @sccp2017 em 13/12/2016 às 08:53

Fala a verdade da nojo de ver esses veios afundando o Corinthians como pode você ter um amor pelo um club ai vem esses bandido começa a usar a ancora do escudo do Corinthians para se afundar esta dando nojo você não ve mais futebol só lavagem de dinheiro jesus.

joao @sccp2017 em 08/12/2016 às 21:16

" "

Jesus a onde esse time vai parar assim vamos vira ponte preta da capital esses cara do Corinthians esta igual mulher gostosa que fica com o cara e gasta tudo o dinheiro dele e depois vai embora

Odanil L #573 @daniellima em 09/12/2016 às 12:43

Realmente não sei dizer como que é a operação desses 2 clubes que dei como exemplo. O meu comentário de que não era verdade era sobre uma afirmação sua de que os outros clubes não divulgam dados e que as análises do Amir eram baseadas em dados fictícios. Nas suas palavras 'O Corinthians é o único que apresenta os números'. Então justifiquei que não era verdade pois esses 2 clubes citados estão divulgando dados. Agora se eles são reais ou não realmente não sei dizer.

Mas concordo com você que os emprestimos do Paulo Nobre não devem estar sendo inclusos na divida total do Palmeiras dos balanços divulgados. Alias não sei qual a manobra contábil eles estão fazendo.

Já do Flamengo não sei dizer se eles estão fazendo dessa forma. Sei que eles tiveram um grande abatimento das dívidas fiscais pelo redução de juros e multas ao entrar no Profut. Não sei se eles estão trocando as dívidas públicas por dívidas bancárias. Se sim essas (bancárias) deve ter aumentando nos balanços. E não sei se é esse cenário já que a dívida total deles vem caindo bastante.

Odanil L #573 @daniellima em 09/12/2016 às 10:12

Realmente esse é um ponto bem observado. Mas não é só Amir que age dessa forma. É muito comum isso principalmente na imprensa esportiva brasileira de lamber os demais e chutar o Corinthians. Muito comum mesmo. Essa questão das dívidas fiscais eu também fiquei bem intrigado. Inclusive queria discutir essa info com ele. Pedi o contato aqui no fórum. Pois todos os clubes que renegociaram as dívidas via Profut ou outros programas tiveram parte das dívidas reduzidas graças a abatimentos de juros e multas. Já no Corinthians não houve isso. Também fiquei intrigado.

José #1554 @donizete em 08/12/2016 às 20:23

" "

Muito parcial a postagem do Somogi. Vou lhes afirmar: se é o balanço do 'flamerda', este corinthiano frustrado estaria aplaudindo e expondo apenas o lado positivo do balanço. Notem que no nosso caso, ele, Somogi, não citou em parágrafo algum o redução de 70 milhões na dívida do clube de 2015 para 2016. Nem entro na pilha de muitos que questionam até redução de dívida no CORINTHIANS. Lá no time do 'rio chacineiro' uma redução desta monta é exaltada demais pela mídia nacional. Aqui, o analista preferiu ocultar o fato e falar de aumento de débitos fiscais (aliás, não entendi como aumentou a dívida fiscal, se o Timão está contemplado pelo PROFUT). Enfim, o cara fez uma análise parcial, pretendendo achar fratura nesta canela financeira do CORINTHIANS. Uma análise feita por um analista que é adversário político desta fraca atual diretoria do CORINTHIANS, fato que o torna cego quando o assunto nos diz respeito.

Odanil L #573 @daniellima em 09/12/2016 às 10:09

Isso não é verdade. Outros clubes, não todos, também divulgam números. Exemplo, para citar 2, que divulgaram recentemente Flamengo e Palmeiras. Alias o Corinthians, na gestão do Roberto de Andrade, deixou de ser sinonimo de transparência. Passou a divulgar menos informações. Alias minha opinião é que ele somente divulgou esse balancete para dar uma esfriada na situação dele que esta assando. Para dar uma falsa impressão que o Corinthians arrecadou bastante.

Odanil L #573 @daniellima em 09/12/2016 às 10:01

Realmente. Não entendo porque toda análise de finanças do clube os 'especialistas' justificam e fazem comparativos com esse modelo do estádio da WTorre. São coisas distintas e tem outra. Sempre esteve muito claro que o modelo de gestão daquele estádio é mais vantajoso para o Palmeiras no curto prazo. Já o do Corinthians é mais vantajoso no médio e longo prazo.

Rafael #78 @rafa.235 em 08/12/2016 às 14:29

" "

Só não sou a favor de dizer que deveria ter feito o mesmo projeto do Palmares na Arena..

O Palmares não manda em nada no seu próprio estádio, a construtora lá ganha uma fortuna..

O diferencial do Palmares é o Nobre, não isso..

Hugo Leonardo #558 @domhugoleonardo em 09/12/2016 às 09:55

O Corinthians precisa de um Sheik árabe que compre e invista no clube.

Não vejo outra solução!

Odanil L #573 @daniellima em 09/12/2016 às 09:49

Desconfio que é isso mesmo do custo do futebol de 2016. É que no texto do Amir não ficou claro isso. Pelo fato dele ter feito uma analise comparativa mensal (do custo mensal de 2015 com de 2016) da-se a impressão que o custo da folha salarial desse ano é maior que no ano passado. O que espero que não seja verdade. O correto seria ele ter colocado essa observação. Que o custo do futebol desse ano é maior devido ao investimento em contratações (para repor a saída de infinitos jogadores) embora tenha havido redução na folha salarial. Isso seria a maneira correta de deixar claro a situação.

Marcos #3748 @marcos.xavier.junior em 08/12/2016 às 10:53

" "

Esse gasto com futebol em 2016 ser maior que em 2015 é meio irrelevante, afinal em 2015 o Corinthians basicamente não gastou 1 centavo em contratação, já esse ano foram mais de 70 milhões (sem contar luvas e comissões) o ano que vem que as contas deverão entrar no eixo, é preciso paciencia, a torcida esta mal acostumada, acho que o maior erro do Roberto esse ano foi na escolha do técnico e foi um erro grotesco, mas ele não contava com a saída do Tite (o mesmo falou isso ).

Roberto Farina #11.022 @farina1977 em 09/12/2016 às 09:46

'Os custos com futebol cresceram em relação ao ano passado'.

Como cresceram, se o time inteiro do ano passado foi vendido?

Quer dizer que esses jogadores contratados esse ano ganham mais que os do ano passado?

Não pode ser isso. Devo estar enganado.

Odanil L #573 @daniellima em 09/12/2016 às 09:24

Lembro de uma entrevista que ele deu no início do ano passado (2015) dizendo mais ou menos isso (dar um passo para trás para poder depois pular pra frente). Na época ele disse que a situação do Corinthians em 2015 era preocupante e que 2015 seria um ano muito difícil e que 2016 melhoraria um pouco para ai sim em 2017 ficar boa. Falou isso mais ou menos na época que não renovou com o Guerreiro e liberou o Sheik.

Mas estamos vendo o contrário.

Só para ter uma ideia. Ele assumiu o clube com uma dívida (divulgado no balanço de 2014) de R$ 313,5 MI. No primeiro ano do mandato do Roberto essa dívida foi para R$ 393 MI (balanço de 2015). Vamos ver agora qual será o valor do balanço oficial de 2016 que deve ser divulgado até no máximo em abril de 2017.

//Balanço 2014

http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol As Últimas Notícias do Dia no Portal do Estado de S. Paulo As Últimas Notícias do Dia no Portal do Estado de S. Paulo As principais e as últimas notícias do Brasil e do mundo com credibilidade na informação sobre política, economia, esportes, cultura, tecnologia, estilo de... esportes.estadao.com.bresportes.estadao.com.br , divida-do-corinthians-salta-de-193-milhoes-para-313-5-milhoes, 1679145

//Balanço 2015

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2016/04/timao-fecha-2015-com-deficit-de-r-97-milhoes-e-divida-bate-r-393-mi.html Timão fecha 2015 com déficit de R$ 97 milhões, e dívida bate R$ 393 mi Timão fecha 2015 com déficit de R$ 97 milhões, e dívida bate R$ 393 mi Números não contabilizam financiamento para a construção da Arena Corinthians. Débito somente do departamento de futebol subiu R$ 24 milhões no ano passado globoesporte.globo.comgloboesporte.globo.com

Marcos #3748 @marcos.xavier.junior em 09/12/2016 às 08:32

" "

Faltou transparência ao Roberto de Andrade, o objetivo dele ele está conseguindo diminuir a divida que de 2012 pra 2016 saltou de 175 milhões para 450 milhões e agora caiu para 400 milhões.

Acho que não custa nada dar uma entrevista falando que vamos ter que dar 1 pra trás para poder dar 2 pra frente!