Diniz e Sampaoli OBA OBA

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Pennywise @pennywise.da.zl em 20/05/2019 às 20:12

Fala Fiel primeiro post aqui no Meu Timão espero não ter errado muito na gramática kk. Vamos lá então :

Diniz (O gênio incompreendido)

1) Técnico limitado que só sabe jogar de um jeito. Insiste em querer jogar de pé em pé mesmo com jogadores de baixíssimo nível técnico. Por isso foi rebaixado com o Audax(elenco desmanchado do ano interior) e afundou o Atlético-PR até a paciência da diretoria deles acabarem (time melhorou depois dele ter saído).

2) Toma mais gol do que faz com seu 'futebol moderno'. É um verdadeiro amador quando o assunto é defesa.

SAMPAOLI (O último revolucionário)

Entre ele e o Diniz eu ficaria com ele mas vamos aos fatos:

1) Sampaoli é um baita professor pardal disfarçado de gênio tático. Do dia que assumiu a Argentina o gênio tático do Sampaoli não repetiu UMA VEZ só a mesma formação (15 jogos 15 escalações diferentes) Mesma coisa agora com as sardinhas kk

2) Mostra sérias limitações táticas  durante partidas difícil. Não me lembro uma vez desse cara ter feito uma mudança tática que realmente fizesse alguma diferença.

Ambos os técnicos mostram zero capacidade de adaptação. Grandes técnicos usam o que tem da melhor maneira possível.

Então quer dizer que eu sou  um carillete que gosta de retranca?   Com certeza não. A chave da vida e do futebol é o equilíbrio. Não quero um time que fica 90% com a bola e ataca até com goleiro e nem um time que defende com onze por motivo nenhum como o próprio Corinthians de hoje. A maioria dos times campeões são os mais equilibrados tanto na defesa como no ataque.

EXEMPLOS

CORINTHIANS

Tite 2011: 34 vitórias, 16 empates e  14 derrotas(92 gols marcados e 54 sofrido).

Tite 2012: 39 vitórias, 23 empates e 14 derrotas(107 gols marcados e 60 sofridos).

Tite 2015: 71 vitórias, 16 empates e 11 derrotas(123 gols marcados e 56 sofridos).

Carille 2017: 38 vitórias, 23 empates e 10 derrotas(91 gols marcados e 48 sofridos).

Trabalhos recentes

DINIZ

Atlético-PR 21 jogos 9  vitórias, 6 empates, 9 derrotas.(24 gols marcados 25 gols sofridos)

SAMPAOLI

Sevilla 2016

 27 vitórias, 12 empates e 14 derrotas (97 gols marcados e 71 sofridos)

Compare principalmente o número de gols marcados e sofridos.Times do Diniz e do Sampaoli tem zero equilíbrio.

SE o Carille acertar o time como acertou em 2017  (defesa sólida, contra-ataque veloz e finalização clínica) o Timão vai sacolar esses dois projetos de Guardiola.

CONCLUSÃO

Nem o Carille é totalmente lixo nem Sampaoli e muito menos Diniz são essas maravilha toda que a mídia passa e muita gente compra.

935 visualizações e 24 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Filipe Pallazzi #1.170 @filipe.pallazzi em 20/05/2019 às 20:29

Até que enfim alguém que entenda de futebol e não fique pagando pal, pra esses treinadores meia boca

Sérgio Libanori #942 @sergio.libanori em 21/05/2019 às 01:25

Eu acho super divertido a imprensa esportiva especializada 'em falar bobagens' ficar enchendo a bola do Sampaoli. É muito legal assistir os programas esportivos depois das goleadas que o Santos sofre e ver a cara de velório dos puxa-sacos do treinador gringo kkk

Últimas respostas

Douglas Gonzaga #2.427 @gonzaga em 22/05/2019 às 09:04

2) Mostra sérias limitações táticas durante partidas difícil. Não me lembro uma vez desse cara ter feito uma mudança tática que realmente fizesse alguma diferença.

Isso vale para o Carille também

Publicidade

Martinho Junior #4.298 @martinho.junior em 22/05/2019 às 08:42

Falta um pouco de qualidade para o elenco do Carille, que hoje e há algum tempo sofre com atacantes de lado sem qualidade técnica para finalizar.

Giba Silingardi #1.073 @silingardi1977 em 22/05/2019 às 07:34

Eu não fui atrás dos números do Diniz, mas já disse isso mais de uma vez.

Impossível fazer omeletes sem ovos. E, o samba de uma nota só que Diniz toca tem que ter bons jogadores... Do contrário desanda.

Aqui mesmo, não daria certo. Ou acha que saímos dando chutão por que gostamos?

Sampaoli, é melhor do que Diniz! Só isso!

Jbassi #1.786 @joao.bassi1 em 21/05/2019 às 22:37

Muitos fundamentos.

Ótimos argumentos.

Conclusão: Um texto sólido e coerente.

Parabéns!

João Neto #455 @joao.sanches1 em 21/05/2019 às 22:37

Ele não depreciou em momento algum. Você que se 'DOEU' com os números que mostran a realidade!

Leonardo Assunção #726 @leo360 em 21/05/2019 às 22:27

Tirando o clubismo de lado e olhando o futebol como um todo é ótimo ter um Diniz e um Sampaoli no futebol

Eduardo Junior #811 @pedraofiel em 21/05/2019 às 22:09

Exaltado pelo que exatamente?



Pela campanha no Athletico Paranaense? Pelo título no fortissimo campeonato carioca?



Diniz é o novo Adilson Batista...some daqui a pouquinho



Eduardo Junior #811 @pedraofiel em 21/05/2019 às 22:07

Excelente. Vai fazer muito meninho dormir chorando no colo da mamãe hoje

Alexandro Costa #383 @acpunk em 21/05/2019 às 19:13

Mas na verdade o da moda agora é o Sr. 7 a 1

Raphael Carvalho #5.925 @rafa08 em 21/05/2019 às 18:29

Concordo PHILIPPE

Pra mim tem que haver um equilibrio

Nem ser ofensivo demais, nem ser defensivo

Não quero um time no ataque total assim como os times do sampaolli

Que fazem gols mais se arriscam muito em tomarem gols

E nem ser o Carille de 2019 que abdica totalmente de jogar

Ou quando faz GOLS o time recua chamando o time totalmente pra cima e mesmo você tendo uma defesa foda (pode ter na defesa sergio ramos e godin juntos) que seu time vai tomar GOLS (FATO)

É o Pessoal aqui do fórum entender que queremos um time equlibrado que saiba o momento certo de matar o jogo, de atacar, defender

Por que no nenhum time ataca 90 minutos, mais oscila entre atacar e defender conforme a intensidade de seus advesarios.

Pra mim o SAMPAOLLI esta trazendo ao técnicos BRAZUCAS

Essa posição de conforto, essa posição de conformismo

De sempre jogarem como time pequeno, de terem apetite de bola

De fazerem gols e isso vai tornando o futebol mais prazeroso de assistir

Tanto é que o Carille tem quebrado alguns conceitos aos poucos

E você ve técnicos que são retranqueiros jogando de forma ofensiva sendo obrigados a sair do conformismo tatico, e quem sabe isso não mude a mentalidade dos técnicos brasileiros...