A Era Vicente Mateus

A Era Vicente Mateus
Vicente Mateus foi presidente do Corinthians por 18 anos

Comigo ou sem migo, o Corinthians será campeão

Espanhol de natureza, mas Corinthiano de coração. Este era Vicente Matheus Bathe, um dos maiores e mais queridos presidentes que o Sport Club Corinthians Paulista viu em 100 anos de história.
Vicente chegou ao Brasil em 1914, com 6 anos de idade e foi criado na zona leste de São Paulo. Fez fortuna com a construção civil e por muitas vezes foi com o seu próprio dinheiro que ele ajudou o Coringão, principalmente na contratação de jogadores. Mudou-se para o Tatuapé em 1933, para ficar perto do seu amor: O Corinthians. E foi ali que a paixão começou a ficar cada vez mais intensa.
Em 1934 tornou-se sócio do Clube e começou a participar das decisões do alvinegro. Em 1954 Vicente era o diretor de futebol do Timão. Neste mesmo ano o Corinthians foi campeão Paulista do IV Centenário, mas só em 1959 que, o então apaixonado por futebol, se tornou de fato presidente. Vicente Matheus foi eleito por voto direto dos associados, iniciando assim uma história de dezoito anos de mandato, se elegendo presidente do Corinthians nos anos de 1959, 1972, 1973, 1975, 1977, 1979, 1987 e 1989.
Em 1968, Vicente se casou com Marlene Matheus depois de conhecê-la dentro do Clube. Em 1991 Marlene também chegou à presidência do Corinthians, como a primeira mulher a assumir o cargo, graças à influência do seu marido dentro do Parque São Jorge. Ela ficou no comando até 1993.
A era Vicente Matheus foi muito importante para as conquistas do Corinthians. Foi durante a sua presidência que o Timão obteve títulos que marcaram toda uma época. O mais emocionante foi o Paulista de 1977, quando o time do povo saiu de uma fila de mais de 20 anos sem vitórias expressivas. Neste período Matheus trouxe jogadores importantes para o Parque São Jorge. Além de Biro-Biro – chamado de Lero-Lero por Matheus em um divertido episódio – o Timão contava com Basílio, Wladimir, Geraldão, Zé Maria, entre outros.
Em 1978 Vicente Matheus trouxe um dos mais brilhantes jogadores da história do Corinthians. Sócrates foi contratado pelo presidente depois de uma manobra política em cima dos rivais do Morumbi e da Barra funda, que também tinham interesse pelo jogador. O Doutor da Bola, como ficou conhecido, se tornou um dos maiores ídolos do clube, assim como nosso carismático presidente. Foi com dinheiro do próprio bolso que Matheus trouxe Sócrates para a Fazendinha.
Nosso primeiro Brasileirão também foi conquistado durante o mandato de Matheus. Em 1990 fomos campeões em cima do São Paulo, pela primeira vez. Vários outros ídolos do nosso clube participaram deste feito, como Neto, Ronaldo, Tupãzinho e Ezequiel.
Vicente Matheus se tornou uma figura folclórica da história do Corinthians, principalmente devido ao seu comportamento simples e engraçado. Suas frases entraram para o hall do futebol nacional. Que Corinthiano nunca ouviu falar: “Comigo ou sem migo o Corinthians será campeão” ou “Gostaria de agradecer a Antarctica pelas Brahmas que nos mandaram.”
Vicente Matheus, como todo torcedor fiel, enfrentou várias batalhas dentro do Sport Club Corinthians Paulista, mas na vida pessoal foi derrotado pelo  câncer. Em 1997 o presidente mais querido do Timão não conseguiu ganhar desta doença tão triste. Matheus faleceu no dia 8 de Fevereiro de insuficiência pulmonar, aos 88 anos, após 14 dias de luta na UTI do Instituto do Coração, em São Paulo.
Hoje, a construção do Estádio do Corinthians será onde ele sempre quis, em Itaquera, zona leste de São Paulo. Seu nome e sua figura nunca foram esquecidos dentro do Parque São Jorge e a cada vitória e conquista do nosso Timão ele sempre será lembrado com o carinho e respeito que merece.

Comentários

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Moises

    Moises 41 comentários

    @moisa em

    Serve também como o nome do estádio do Corinthians!
    "Vicente Matheus"

  • Foto do perfil de anisio

    Ranking: 979º

    Anisio 1481 comentários

    @amoamolim em

    Ele era centralizador e por isso o chamavam de ultrapassado. Entretanto, em suas gestões, principalmente depois que cumpria os seus mandatos, o clube não devia um tostão furado, aliás, nem para ele mesmo (via Nobre no parmera) que metia dinheiro do próprio bolso no clube, mas, quando saia já havia retirado o que punha. Muito justo.
    E como centralizador, nunca deixou alguém fazer falcatruas no clube, fosse até mesmo na base. E não havia empresário de jogadores no conselho do Corinthians em sua época. Esses vagabundos de hoje como conselheiro e empresário, ven da época bandida de Dualibabá e seus 40 andrezes.

    Alias, surgiu uma curiosidade em mim nesse momento. Por onde anda o conselheiro Thomas que interagia aqui no Fórum? Caso alguém tenha conhecimento, por favor, dê-nos informações.

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Adriana

    Adriana 1 comentário

    34º. @adriana.alcantara em

    Tenho muitas histórias de Senhor Vicente, era assim como nós o chamávamos!

    Meu Pai trabalhou com esta figura mais de 30 anos... Conheci um pouco deste homem único! Morávamos em um terreno cedido por ele. Lá moravam 20 famílias, todas elas com seus chefes de família trabalhando em sua mecânica e Construtora. Hoje este terreno está localizada a Souza Cruz! Morei lá por 10 anos de minha vida... Que infância especial... Um dia, estava indo à escola.. Erasmo Braga, que fica perto de sua residência... E logo o avistei... Sentado na calçada chupando laranja... Sua humildade era algo divino... Tantas histórias... Tanta saudade...

    Dona Marlene sempre amorosa... Saudades eternas...

    Sou uma típica corintiana que nasceu debaixo das asas do grande Presidente e homem!

  • Publicidade

  • Foto do perfil de Alexandre

    Ranking: 20º

    Alexandre 23186 comentários

    33º. @alexandre.sccp1 em

    Merece todo nosso respeito.
    Esse amava o CORINTHIANS verdadeiramente

  • Foto do perfil de anisio

    Ranking: 979º

    Anisio 1481 comentários

    32º. @amoamolim em

    Ele era centralizador e por isso o chamavam de ultrapassado. Entretanto, em suas gestões, principalmente depois que cumpria os seus mandatos, o clube não devia um tostão furado, aliás, nem para ele mesmo (via Nobre no parmera) que metia dinheiro do próprio bolso no clube, mas, quando saia já havia retirado o que punha. Muito justo.
    E como centralizador, nunca deixou alguém fazer falcatruas no clube, fosse até mesmo na base. E não havia empresário de jogadores no conselho do Corinthians em sua época. Esses vagabundos de hoje como conselheiro e empresário, ven da época bandida de Dualibabá e seus 40 andrezes.

    Alias, surgiu uma curiosidade em mim nesse momento. Por onde anda o conselheiro Thomas que interagia aqui no Fórum? Caso alguém tenha conhecimento, por favor, dê-nos informações.

  • Foto do perfil de Ferreira

    Ranking: 434º

    Ferreira 2683 comentários

    31º. @ferreira.silva em

    Esse sr. E um mito melhor presidente da história se fosse ele hoje no comando do Timão nois era um baita clube rico... Esse sim merece nosso respeito...

  • Foto do perfil de Cleidson

    Ranking: 16º

    Cleidson 27542 comentários

    30º. @cleidson em

    Não vi...mas sei dos feitos.

  • Foto do perfil de LEANDRO

    Ranking: 2006º

    Leandro 825 comentários

    29º. @leodias87 em

    Haja o que hajar, sempre será o melhor!

  • Foto do perfil de Caio

    Ranking: 5815º

    Caio 262 comentários

    28º. @porninho em

    Esse sim é ídolo.

  • Foto do perfil de Pablo

    Ranking: 1215º

    Pablo 1244 comentários

    27º. @pablo.perez1 em

    Faltou pouco para ver o Corinthians campeão do mundo.

x