Corinthians 3 x 5 Magnus Futsal - Final - Liga Paulista de Futsal 2018

Liga Paulista de Futsal 2018 - Corinthians 3 x 5 Magnus Futsal

https://www.meutimao.com.br/jogo/06-12-2018/liga_paulista_de_futsal_2018/corinthians-3-x-5-magnus_futsal

02:00

2018-12-06T19:15:00

Corinthians Corinthians 3 x 5 Magnus Futsal Magnus Futsal

Liga Paulista de Futsal 2018

Sobre a Partida

Corinthians empata prorrogação eletrizante e é campeão da Liga Paulista 2018

Solte o grito, Fiel: na despedida de Falcão, lenda do esporte, o Corinthians é o campeão da Liga Paulista de Futsal (LPF) 2018. Na noite desta quinta-feira, no Ginásio Wlamir Marques, em São Paulo, o Timão empatou com o Sorocaba na prorrogação (0 a 0) depois de perder por 5 a 3 no tempo normal. Ainda assim, resultado suficiente para ficar com o título estadual.

Eletrizante! – Foi uma prorrogação com todos os ingredientes de uma verdadeira decisão: tiro livre direto, oportunidades perdidas e festa (muita!) da Fiel. Por ter terminado a fase de classificação com a melhor campanha, o Corinthians celebrou a conquista da Liga Paulista ao fim do tempo extra mesmo empatando sem gols.

Leia também: Árbitro sente lesão, e final da Liga Paulista é interrompida por mais de uma hora no PSJ

Paralisação longa e passeio dos visitantes

Com menos de dois minutos de bola rolando, a final precisou ser interrompida no Parque São Jorge. Isso porque o árbitro Emerson Fernandes Rorato se lesionou ao chocar-se com o pivô corinthiano Douglas Nunes. Sem um terceiro juiz, a organização do torneio optou por chamar um outro profissional que estava nos arredores do ginásio. O jogo seria reiniciado somente 1h15 depois, por volta das 20h40, quando o árbitro Felipe Ventura conseguiu chegar à quadra.

O Corinthians, no entanto, não fez valer a longa espera da Fiel. Ao menos não no primeiro tempo. Foi um verdadeiro passeio do Sorocaba antes do intervalo, com o primeiro gol marcado justamente por Leandro Lino, atleta formado nas categorias de base do futsal alvinegro – ele recebeu lançamento e cabeceou no contrapé do goleiro Obina.

O Timão, é bem verdade, chegou a empatar o confronto pouco depois, com chute de bico de Caio. Mas o Sorocaba não se abateu e foi às redes com o capitão Rodrigo, de falta, e Falcão, que tabelou e finalizou da entrada da área. Vitória parcial dos visitantes por 3 a 1.

Ainda caberia mais um do Magnus antes do intervalo. Éder Lima soltou a bomba do meio da rua, superou facilmente Obina e anotou o quinto do time do interior paulista. Apesar da goleada, a Fiel seguia apoiando.

Agora tá valendo?

A partida seria outra na segunda etapa, com o Corinthians melhor posicionado dentro de quadra, gastando a posse de bola e buscando o gol a todo momento – ainda que, antes, Leandro Lino tenha anotado seu segundo tento na decisão, o quinto dos visitantes.

André Bié, curiosamente calmo, instruía os atletas e pedia combatividade à equipe que, com auxílio do goleiro-linha, buscava uma improvável virada a fim de evitar a prorrogação. E as orientações do treinador surtiram efeito: primeiro, Vander apareceu dentro da área, completou cruzamento e descontou; pouco depois, faltando menos de dois minutos para o fim do tempo normal, Douglas Nunes fez bela jogada pela direita e achou Wilde em condições. O camisa 13 não perdoou e anotou o terceiro dos alvinegros.

Ainda assim, a produção ofensiva do Corinthians não foi suficiente para ficar com a taça. As equipes teriam de decidir o título da LPF numa prorrogação para lá de emocionante!

Tudo ou nada!

A estratégia preta e branca para o tempo extra era óbvia: insistir com aquele que podia fazer a diferença. Douglas Nunes, o melhor do Timão na finalíssima, era a válvula de escape dos donos da casa. Em uma das oportunidades que teve, deu caneta no goleiro Thiago e só não marcou golaço porque acabou interceptado.

Para os cinco minutos finais, o Sorocaba apostou numa formação com Falcão como goleiro-linha. O Corinthians sabia disso antes mesmo de o período começar e, inteligente, chutou por cobertura na primeira chance que teve, mas Leandro Lino voltou a tempo para afastar o perigo em cima da linha. Que jogaço!

Logo em seguida, o Timão forçou a sexta falta dos visitantes, ganhando o tiro livre direto – de quebra, Éder Lima levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Murilo foi para a cobrança, mas parou no goleiro reserva da equipe do interior.

A noite, porém, era alvinegra. Com direito a invasão em quadra, a Fiel festejou a conquista da Liga Paulista, cuja taça veio de forma emocionante no Ginásio Wlamir Marques!

Torcida do Corinthians invadiu a quadra após o apito final

Torcida do Corinthians invadiu a quadra após o apito final

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Ficha técnica de Corinthians 3 x 5 Magnus Futsal

Competição: Liga Paulista de Futsal
Local: Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques, São Paulo, SP
Data: 06 de Dezembro de 2018 (quinta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)

Gols: Caio Costa, Wilde, Vander (Corinthians); Leandro Lino (duas vezes), Rodrigo, Éder Lima e Falcão (Magnus Futsal)
Cartões amarelos: Obina e Deives (Corinthians); Rodrigo, Marcel, Foglia e Éder Lima (Magnus Futsal)
Cartão vermelho: Éder Lima (Magnus Futsal)

CORINTHIANS:
Titulares: Obina; Nenê, Henrique, Caio Costa e Douglas N..
Reservas: Barack, Matheus, Murilo, Deives, Antoniazzi, Wilde, Vander, Daniel, Gleidson e Renatinho
Técnico: André Bié

MAGNUS FUTSAL:
Titulares: Tiago, Rodrigo, Leandro Lino, Marcel e Foglia.
Reservas: Lucas, Éder Lima, Edgard, Kevin, Falcão, Sacon, Lucas Gomes, Alisson, Ricardinho e Paulinho
Técnico: Ricardinho

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

  • nota média: 5.1

    103 votos

Comente a partida: Corinthians 3 x 5 Magnus Futsal

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes