Paulista 2018 - Corinthians 0 x 1 São Bento

Paulista 2018 - Corinthians 0 x 1 São Bento

https://www.meutimao.com.br/jogo/14-02-2018/paulista_2018/corinthians-0-x-1-sao_bento

02:00

2018-02-14T21:45:00

Corinthians Corinthians 0 x 1 São Bento São Bento

Paulista 2018

Sobre a Partida

Estreia amarga: Corinthians joga mal e perde a segunda seguida no retorno à Arena

Fábio Carille tem bastante trabalho pela frente no que diz respeito à montagem da equipe do Corinthians para a Copa Libertadores da América. Na noite desta quarta-feira, diante do São Bento, na Arena Corinthians, o Timão voltou a apresentar erros de outras partidas do ano e sofreu sua segunda derrota consecutiva, por 1 a 0. O gol dos visitantes foi marcado por João Paulo, de cabeça.

O duelo desta quarta-feira marcou a estreia do Corinthians na Arena em 2018. Após o Brasileirão-2017, o estádio realizou a primeira troca de seu gramado, entregue ao Timão justamente para a partida contra o São Bento. Exatos 14.493 torcedores compareceram a Itaquera, marca que representa o terceiro pior público da história da Arena Corinthians.

Público à parte, o Corinthians entrou em campo modificado. Na zaga, o técnico Fábio Carille promoveu a estreia de Henrique, contratado do Fluminense; já na linha de quatro ofensiva, deu chance a Marquinhos Gabriel. Foram sacados do time titular o zagueiro Pedro Henrique e o meia-atacante Clayson.

Desenhado no esquema 4-1-4-1, o Timão era formado por Cássio (capitão), Fagner, Balbuena, Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel; Marquinhos Gabriel, Rodriguinho, Jadson e Ángel Romero; Júnior Dutra.

Os 11 do Carille

Os 11 do Carille

Meu Timão

O São Bento, por sua vez, comandado por Paulo Roberto Santos, encarou o atual campeão paulista com a seguinte escalação: Rodrigo Viana; Régis, João Paulo, Luizão e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Diego Felipe e Celsinho; Maicon Souza, Lucas Crispim e Anderson Cavalo.

Com 12 pontos, o Corinthians se mantém na liderança do Grupo A do Campeonato Paulista. O próximo desafio do elenco alvinegro está marcado para segunda-feira, frente ao Red Bull Brasil, às 20h, no Estádio Moisés Lucarelli. A partida é válida pela oitava rodada do estadual.

O jogo

O Corinthians repetiu diante do São Bento os mesmos erros esbanjados na derrota para o Santo André: falta de concentração e excesso de erros de passe. Isso não significa que a equipe de Fábio Carille não tenha criado oportunidades de gol ao longo do primeiro tempo. As principais chances corinthianas estiveram nos pés de Marquinhos Gabriel e Ángel Romero, pontas do Timão.

Aos dez minutos, Júnior Dutra fez boa jogada pelo lado esquerdo, avançou à linha de fundo e cruzou rasteiro. Romero pulou na jogada a fim de completar o lançamento de carrinho, mas viu a bola passar rente à meta adversária. Pouco depois, Marquinhos recebeu na direita, cortou para o meio e emendou de canhota, levando perigo ao canto direito do goleiro Rodrigo Viana.

Já diz o ditado que “quem não faz, toma”. E assim ocorreu... Diante de um Timão desatento tanto com a bola no pé como em jogadas de bola parada, o São Bento não demorou a abrir o placar da Arena Corinthians. Aos 23, João Paulo subiu mais alto que os defensores corinthianos e completou escanteio batido no primeiro pau.

O gol do São Bento serviu para evidenciar a falta de concentração do Corinthians, que errava passes curtos e mal conseguia produzir ofensivamente. Juninho Capixaba, ainda em fase de adaptação ao sistema de Carille, chegou a criar uma boa jogada pela lateral esquerda, mas foi só; Jadson arriscou, sem sucesso, toque de calcanhar quando poderia tentar o cruzamento; Rodriguinho teve lampejos, mas também foi discreto durante os primeiros 45 minutos.

Estamos errando alguns passes e demorando um pouco com a bola no pé. Vamos acertar isso para tentar virar o jogo no segundo tempo”, afirmou brevemente o zagueiro Henrique, que fazia sua estreia no Corinthians.

Mesmo depois do intervalo, a equipe de Carille parecia desligada e não dava indícios de que reagiria a tempo de evitar nova derrota na temporada. O técnico, então, mexeu no time: sacou Jadson e Marquinhos Gabriel para as respectivas entradas de Camacho e Clayson.

O Timão trocava passes no meio de campo, mas pecava no momento em que tentava criar jogadas de perigo. Faltava ter a posse de bola perto da área do São Bento, diagnóstico que Carille tentou solucionar com Danilo, com 38 anos.

É difícil apontar ao menos um bom lance construído pelo esquadrão alvinegro na segunda etapa. Um cabeceio de Romero defendido pelo goleiro Rodrigo Viana e olhe lá... Pouco para quem ostenta o posto de atual campeão estadual e nacional e que iniciará caminhada rumo do bicampeonato da Copa Libertadores em menos de duas semanas.

O Corinthians caiu na Arena para um São Bento aplicado taticamente e disposto a jogar sem a bola. Ao time de Carille, uma noite para esquecer, repleta de erros técnicos e um plano tático fraco, sem repertório e carente de um centroavante capaz de reter a bola no ataque.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 0 x 1 São Bento

  • 1000 caracteres restantes