Portuguesa 1 x 1 Corinthians - Paulista Sub-20 2017

Paulista Sub-20 2017 - Portuguesa 1 x 1 Corinthians

https://www.meutimao.com.br/jogo/14-10-2017/paulista_sub-20_2017/portuguesa-1-x-1-corinthians

02:00

2017-10-14T16:00:00

Canindé

Endereço: Rua Azurita, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians Corinthians 1 x 1 Portuguesa Portuguesa

Paulista Sub-20 2017

Sobre a Partida

Neste sábado, o Sub-20 do Timão empatou em 1 a 1 com a Portuguesa, no Canindé

Sub-20 do Corinthians empata na ida das oitavas e decide classificação do Paulista em casa

O fim de semana de futebol do Corinthians começou representado pelas categorias de base do clube. Após vitórias dos companheiros do Sub-15 e Sub-17, o Sub-20 entrou em campo para fazer a sua parte. Diante da Portuguesa, no Canindé, o Timão empatou em 1 a 1, em partida que selou o jogo de ida das oitavas de final do Campeonato Paulista.

A decisão entre as equipes acontece no próximo sábado (21), às 16h, na Arena Barueri, em São Paulo, com transmissão ao vivo do canal fechado Esporte Interativo.

'Saímos daqui com um resultado que não queríamos, gostaríamos de uma vitória, mas, de acordo com o jogo da Portuguesa, que jogou bem, é pensar na vitória no próximo jogo para a classificação', comentou Guilherme Mantuan, capitão do time na ocasião.

Vale ressaltar que, levando o empate para a Arena Barueri, casa do Timãozinho, um simples placar sem gols assegura o grupo de Dyego Coelho nas quartas de final do Campeonato Paulista da categoria.

Reforçado por dois atletas do elenco profissional, sendo eles o volante Guilherme Mantuan e o atacante Carlinhos, o time comandado pelo técnico Dyego Coelho entrou em campo da seguinte forma: Luan, Samuel, Thiago, Franklin e Igor; Guilherme Mantuan e Renan Areias; Ramon (Paulo Bessa), Fabrício Oya (Natan Dutra) e Marquinhos; Carlinhos (William).

Primeiro tempo: boas chances com Carlinhos e falta de efetividade em finalizações

O Timão iniciou a partida, acompanhada pelo auxiliar e ex-técnico do Sub-20 Osmar Loss, com cautela, passando a bola de pé em pé, até conseguir espaço para avançar. Logo aos três minutos de confronto, os corinthianos tiveram boa chance em bola que quase alcançou os pés do atacante Carlinhos.

Aos seis minutos, o volante Renan Areias mandou chute do meio-campo, espalmado pelo goleiro. O volante Guilherme Mantuan também investiu de longa distância, mas a pelota viajou por cima das redes. Após cobrança de escanteio dos adversários, a bola passou muito perto do gol de Luan, porém foi embora pelo fundo do campo.

Ainda houve, poucos minutos depois, uma defesa importante feita pelo lateral-direito Samuel. Marquinhos também criou boa jogada pela lateral-esquerda do campo, mas foi travado pela defesa da Lusa. Em cobrança de falta a favor do Corinthians, aos 17 minutos, o meio-campista Fabrício Oya jogou a pelota dentro da área, mas o lance não deu em nada.

Os jogadores antagonistas fizeram pressão na área defensiva do Timão. Após cobrança de falta, o zagueiro Franklin subiu para cabecear e cedeu escanteio aos donos da casa. Luan, no entanto, subiu alto, e tranquilo, para defender.

Aos 24 minutos, após cobrança de escanteio alvinegra, Carlinhos chegou desajeitado para tentar finalização, que não deu certo. O mesmo Carlinhos perdeu outra oportunidade promissora, depois de enfiada de bola de Marquinhos. Fabrício Oya, aos 30 minutos, cobrou falta e destinou o chute à rede de Matheus, que não chegou bem.

Já aos 38 minutos, o meia Francisco viveu a chance mais clara de abrir o placar para a Portuguesa até então. O opositor chutou rasteiro e cruzado em direção à meta corinthiana, mas a pelota escorregou e saiu do campo.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o time do Parque São Jorge teve de trabalhar mais em virtude de maior pressão feita pelos adversários. O meio-campista Ramon protagonizou ótima chance de colocar o Timãozinho à frente no marcador, mas escorregou na hora de finalizar. Assim, o confronto foi encerrado pelo árbitro Diego Augusto Fagundes.

Segunda etapa: pressão lusitana e poucas chances alvinegras

Os jogadores do Corinthians voltaram a campo com uma orientação do técnico Dyego Coelho, passada, nos vestiários, durante o intervalo: mais troca de passes, para que o duelo não ficasse verticalizado demais. Ou seja, o Timãozinho precisava trabalhar mais a bola em seu meio-campo com Renan Areias, Fabrício Oya e Ramon.

Aos oito minutos, no entanto, o atacante Davi cruzou bola pela direita e Francisco, aquele que atormentou o setor defensivo do time alvinegro no primeiro tempo, colocou os antagonistas em vantagem. 1 a 0. Aos dez minutos, depois de jogada pelo lado esquerdo do gramado, os mandantes impuseram novo perigo, em investida que Franklin afastou.

Aos 12 minutos, Carlinhos trabalhou a bola já dentro da área, mas, antes de finalizar, Marquinhos chegou para chutar, e chutou mal. Coelho sacou Ramon da equipe e mandou Paulo Bessa a campo, atacante que, na última semana, marcou os dois gols da vitória corinthiana por 2 a 1 sobre o Juventus, na Fazendinha.

Aos 22 minutos, o lateral-direito Samuel brigou por bola dentro da área, mas sofreu dividida com defensor opositor. O jogador não insistiu no lance, imaginando estar em posição de impedimento, uma vez que estava em condições legais para marcar. Chance desperdiçada pelos visitantes.

O Timão trabalhou com Oya e Guilherme Mantuan, tentando infiltração. Pouco depois, mais alterações feitas pelo comandante alvinegro: saíram Fabrício Oya e Carlinhos, para as entradas de Natan Dutra e William, respectivamente.

Paulo Bessa, aos 36 minutos, dominou com categoria, mas, marcado, não conseguiu finalizar. Em seguida, Franklin recebeu cruzamento de Guilherme Mantuan e tentou mandar a bola para dentro das redes de cabeça, mas chegou com muita velocidade.

Aos 42 minutos, Marquinhos foi derrubado dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Mantuan se posicionou na marca da cal e cobrou, rasteiro e no canto esquerdo de Matheus, empatando o confronto. 1 a 1. Com a igualdade no placar, os primeiros 90 minutos da decisão Paulista foram finalizados.

Escalação da Portuguesa

Matheus, Alanderson, Matheus França, Mateus Brunetti e Cesar; Reinaldo e Nairton; Lucas, Franciso e Tawan (Matheus Jesus); Davi.

Comente a partida: Portuguesa 1 x 1 Corinthians

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!