Venha fazer parte da KTO
x

Corinthians 71 x 79 Paulistano - NBB 2023

NBB 2023 - Corinthians 71 x 79 Paulistano

Partida de futebol entre Corinthians 71 x 79 Paulistano nNBB 2023

https://www.meutimao.com.br/jogo/7887/nbb_2023/corinthians-71-x-79-paulistano

02:00

2023-11-17T20:00:00

Wlamir Marques

Endereço: R. São Jorge, 777, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians 71 X 79 Paulistano

NBB 2023
17 de novembro de 2023, 20:00
Corinthians 71 x 79 Paulistano
Wlamir Marques, São Paulo, SP.

Sobre a Partida

Pedro Nunes em ação pelo Corinthians

Corinthians peca na pontaria e é derrotado em casa pelo Paulistano no NBB

O Corinthians foi superado pelo Paulistano em sua sexta partida na temporada 2023/2024 do Novo Basquete Brasil (NBB). No Ginásio Wlamir Marques, o Timão perdeu por 79 a 71 após uma noite com a pontaria descalibrada e pouco inspirada do elenco corinthiano.

Cauê Borges foi o cestinha do Corinthians, com 15 pontos, além de quatro assistências e três rebotes. Gabriel Landeira, com oito pontos, seis rebotes e quatro assistências, e Elinho, com 12 pontos e oito assistências, contribuíram com destaque para a pontuação do clube do Parque São Jorge.

Agora, são três vitórias e três derrotas para o Corinthians no NBB. O clube alvinegro retorna às quadras na próxima quinta-feira, dia 23. No Centro de Formação Olímpica do Nordeste, o Timão visita o Basquete Cearanse, às 19h30, em seu sétimo jogo nesta edição do NBB.

Escalação

Silvio Santander optou por repetir o quinteto titular da vitória diante do São Paulo, na rodada anterior. O Corinthians começou com o duelo com: Cauê Borges, Isaac, Lucas Cauê, Elinho e Léo Demétrio.

A comissão técnica ainda teve à disposição os seguintes atletas no banco de reserva: Daniel Onwenu, Gabi Campos, Pedro Nunes, Lazaro Rojas, Kauan Raymundo e Gabriel Landeira.

O jogo

Primeiro quarto

O começo da partida foi de nervosismo e ansiedade de ambos os lados. As equipes buscaram arremesos mais ambiciosos, mas a pontaria ainda estava descalibrada. Léo Demétrio e Isaac tentaram chutes de três, mas sem sucesso.

Após dois minutos, as primeiras pontuações foram do Paulistano, que abriu seis pontos de vantagem. O Timão saiu do zero na metade do primeiro quarto, com uma cesta de três pontos de Cauê Borges.

O Corinthians conseguiu encaixar outra bola de três, mas viu o adversário acertar também na sequência e manter distância de cinco pontos no placar. Silvio Santander solicitou um tempo técnico para ajustar o time corinthiano e surtiu efeito: acertos de longa distância para passar à frente do placar, em 17 a 15.

Apesar da melhora, o Timão sofreu com os chutes de longa distância e com as infiltrações no garrafão, excedendo as cinco faltas. Landeira, porém, respondeu na mesma moeda e com uma bola de três, encerrou o quarto de abertura em 20 a 20.

Segundo quarto

O Corinthians conseguiu o primeiro ponto do quarto, mas viu o adversário pontuar com uma cesta de três e voltar à frente do marcador. O Timão tentava infiltrações, mas encontrava a porta fechada do Paulistano, com tocos e bloqueios no garrafão.

A equipe visitante conquistou 11 pontos sem respostas do clube do Parque São Jorge, o que levou Silvio Santander a solicitar um novo tempo técnico para reajustar o quinteto em quadra. Desta vez, a pausa não teve o resultado desejado e as bolas seguiam sem cair para o Timão.

O Corinthians chegou a diminuir a vantagem para oito pontos no placar, mas cometeu erros bobos com duas "andadas" em sequência na construção do ataque. O Timão continuava a ter dificuldades para encontrar espaços nos arremessos e observou a vantagem chegar a 40 a 29 com pouco menos de dois minutos para o fim da primeira metade.

Uma enterrada de Kauan Raymundou forçou o Paulistano a solicitar um tempo técnico na reta final. O quinteto corinthiano desarmou o adversário em duas oportunidades, convertendo uma cesta de dois pontos e diminuindo a vantagem para sete. A vitória parcial nos 20 primeiros minutos foi do Paulistano, por 40 a 33.

Terceiro quarto

Na volta do intervalo, o Paulistano cometeu uma falta antidesportiva , mas o Timão converteu apenas um lance livre e, com a posse de bola de volta, desperdiçou outra oportunidade. A equipe visitante respondeu com chutes de três pontos, chegando a ter dez pontos de vantagem.

O Corinthians sofreu duas faltas com arremessos convertidos, mas não obteve sucesso nos lances livres, impossibilitando um ímpeto maior no placar. A diferença voltou aos dez pontos após acertos de três pontos do Paulistano, encontrando Victão inspirado para colocar o Timão em dificuldade.

Depois de nova vantagem do Paulistano, agora com 55 a 44, o Corinthians reagiu com Elinho e Kauan Raymundo para converter cinco pontos. Depois de uma cesta adversária, Daniel Onwenu incendiou a partida: perdeu a bola no ataque, recuperou na defesa, conseguiu dois pontos no contra-ataque mais a falta.

A conversão do lance livre colocou o Timão a três pontos atrás do placar. Porém, o Corinthians voltou a pecar nesse quesito, acertando apenas 42% desses arremessos. O Paulistano aproveitou e retomou as pontuações, encerrando o terceiro quarto em 62 a 54.

Último quarto

O Corinthians mais uma vez não começou bem. Sofrendo com tocos e o trabalho defensivo do Paulistano, os comandados de Silvio Santander pecaram na tomada de decisão. O time visitante manteve uma efetividade maior nos arremessos e voltou a ter dez pontos de vantagem no jogo.

Apesar das vitórias nos rebotes ofensivos e defensivos, o Timão seguia com dificuldades para neutralizar o ritmo do ataque rival. Um tempo solicitado por Silvio Santander, com menos de quatro minutos no relógio e 71 a 63 no placar, foi outra tentativa em dar um novo gás para o clube do Parque São Jorge.

Porém, a situação se repetiu. Um toco sofrido por Daniel Onwenu cedeu um contra-ataque ao Paulistano, que acertou mais uma cesta de três. Dois chutes de longa distância em sequência do time visitante colocaram a vantagem em 13 pontos.

Com pouco mais de um minuto restante no cronômetro e dez pontos atrás, o Timão teve poucas alternativas para tentar uma reação heroica. Cauê Borges converteu dois lances livres, mas uma cesta do adversário evitou a ascensão corinthiana. Sem tempo no relógio, o Paulistano finalizou a partida por 79 a 71, levando o Timão à terceira derrota na competição.

Ficha técnica de Corinthians 71 x 79 Paulistano

Competição: Novo Basquete Brasil
Local: Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques, São Paulo, SP
Data: 17 de novembro de 2023 (sexta-feira)
Horário: 20h00 (de Brasília)

CORINTHIANS: Cauê Borges; Isaac, Lucas Cauê, Elinho e Léo Demétrio.
Técnico: Silvio Santander

PAULISTANO: Vitinho, Crescenzi, Vinícius, Alex e Seixas.
Técnico: Demétrius Conrado Ferracciú

Personagens da partida

Jogadores

Comente a partida: Corinthians 71 x 79 Paulistano

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!