Venha fazer parte da KTO
x

Cianorte 0 x 3 Corinthians - Copa do Brasil 2024

Copa do Brasil 2024 - Cianorte 0 x 3 Corinthians

Partida de futebol entre Cianorte 0 x 3 Corinthians nCopa do Brasil 2024

https://www.meutimao.com.br/jogo/8024/copa_do_brasil_2024/cianorte-0-x-3-corinthians

02:00

2024-02-22T20:00:00

Estádio Willie Davids

Endereço: Av. Prudente de Morais, s/n - Zona 7, Maringá - PR, Maringá, PR, Brasil

Cianorte 0 X 3 Corinthians

Copa do Brasil 2024
22 de fevereiro de 2024, 20:00
Cianorte 0 x 3 Corinthians
Estádio Willie Davids, Maringá, PR.
Duelo 3 de 3 confrontos

Sobre a Partida

Corinthians domina o Cianorte e garante vaga na segunda fase da Copa do Brasil

Na noite desta quinta-feira, o Corinthians entrou em campo para definir seu futuro na Copa do Brasil. No Estádio Willie Davids, em Maringá, o Cianorte não ofereceu perigo ao Timão, que triunfou por 3 a 0 e garantiu vaga na segunda fase da competição.

O primeiro tempo foi tranquilo para o elenco comandado por António Oliveira. O jogo sem maiores sustos, aconteceu muito por conta do gol de Wesley, marcado logo no primeiro minuto. Depois disso, o embate ficou morno e, em uma saída errada de bola do Cianorte, o Corinthians chegou ao segundo tento com Romero.

Com a vantagem no placar, o Timão apenas administrou o resultado para avançar de fase. Mesmo assim, foi o clube alvinegro que criou as melhores chances. Em uma delas, após boa jogada trabalhada, Romero fez seu segundo gol no jogo, o terceiro do Corinthians.

Anota aí, Fiel - Após garantir a classificação na competição nacional, o clube alvinegro vira a chave para o Campeonato Paulista. No próximo domingo, dia 25, o Corinthians encara a Ponte Preta ainda sonhando com uma vaga no mata-mata do estadual. A bola rola às 20h, na Neo Química Arena.

Escalação

A maior dúvida na escalação girava em torno da presença ou não de Cássio, que chegou a realizar alguns trabalhos no gramado do palco da partida pela manhã. O camisa 12, porém, não teve condições de jogo e nem no banco de reservas apareceu.

Com isso, o técnico António Oliveira manteve o time que vinha treinando, escalando a equipe com: Carlos Miguel; Fagner, Félix Torres, Gustavo Henrique e Hugo; Raniele, Maycon e Rodrigo Garro; Pedro Henrique, Romero e Wesley.

Escalação

Meu Timão

Como opções para o decorrer da partida, o comandante alvinegro teve: Matheus Donelli, Matheus França, Caetano, Fausto Vera, Matías Rojas, Giovane, Gustavo Mosquito, Guilherme Biro, Arthur Sousa, Matheus Araújo, Raul Gustavo e Ryan.

O Cianorte, por sua vez, foi a campo com: Vinicius, Adriano Jr., Raphael, Guedes, João Mafra, Samuel, Juninho, Natham, Beléa, Vinicius Faria e Jr. Dutra.

O jogo

Primeiro tempo

Foi o Corinthians quem começou trocando passes, com paciência, no campo de defesa. Em um certo momento, durante essa rotação de bola, Gustavo Henrique lançou para Wesley, que apareceu livre no lado esquerdo do ataque. O jovem partiu para jogada individual, foi até a linha de fundo e, em chute cruzado, abriu o placar para o Timão.

Ao balançar as redes logo nos primeiros minutos, o elenco alvinegro aparentava certa tranquilidade. O Cianorte, por sua vez, começou a apostar lançamentos longos, buscando surpreender a defesa alvinegra e dar uma rápida resposta.

Aos oito minutos, o Corinthians voltou a ter uma boa oportunidade. O adversário saiu jogando errado e a bola ficou com Garro. O argentino encontrou Pedro Henrique, que balançou contra a marcação e finalizou para fora. A assistente, porém, já havia levantado a bandeirinha.

O garoto Wesley, em uma grande noite, voltou a atormentar a defesa adversário. Aos dez minutos, o jovem passou pela marcação e encontrou Maycon sozinho na área. O camisa 7, porém, acabou finalizando errado e acertou a trave.

Com a vantagem no placar e o domínio em campo, o Corinthians tinha paciência para rotacionar a bola e buscar os espaços na defesa do Cianorte. O adversário, por sua vez, encontrava dificuldades na criação, já que rapidamente devolvia a posse de bola por conta de erros.

Por volta dos 20 minutos, o camisa 8 do Cianorte, Natham, acabou caindo duas vezes no gramado e o jogo foi interrompido. O jogador acabou tendo que ser substituído por Marlon, já que sentiu alguma lesão muscular.

Com metade do primeiro tempo já disputado, o jogo se encontrava morno. O Cianorte não conseguia criar chances para assustar o Corinthians, que também não encontrava espaços para buscar o segundo gol.

Neste jogo morno, o Timão acabou se beneficiando de um erro da defesa adversária. Ao tentar sair jogando, o zagueiro entregou a bola no pé de Garro. O argentino encontrou Romero livre na área, que girou e finalizou rasteiro no canto, sem chances para o goleiro. 2 a 0 para o Corinthians.

Logo na sequência, o clube alvinegro chegou a balançar as redes pela terceira vez. Em cobrança de falta de Garro, o goleiro acabou soltando a bola e Gustavo Henrique só empurrou para as redes. No entanto, o lance já estava parada por conta de uma marcação de impedimento.

Depois de sofrer o segundo gol, o Cianorte se lançou ao ataque para tentar reverter o placar, lembrando que apenas uma vitória seria o suficiente para o clube paranaense. Com isso, o Corinthians passou a ter contra-ataques a seu favor.

Sem aproveitar essas chances, o Timão acabou não oferecendo mais perigo ao adversário, que também seguiu sem criar oportunidades. Desta forma, o primeiro tempo foi encerrado com o placar parcial de 2 a 0 para o Corinthians.

Segundo tempo

Ao retornar do vestiário, o técnico António Oliveira resolveu não promover mudanças na equipe. Sendo assim, o Corinthians voltou para os 45 minutos finais com o mesmo time que iniciou o embate e conseguiu abrir o 2 a 0 no placar.

Nos primeiros minutos, foi o Cianorte que mostrou mais ímpeto, já que necessitava de três gols, no momento, para se classificar. O adversário, no entanto, não conseguia acertar o alvo, fazendo Carlos Miguel apenas observar as finalizações.

O Timão, por sua vez, descia pouco ao ataque e quando alcançava o último terço do campo, acabava pecando no último passe. Uma das únicas chances nos minutos iniciais, surgiu de um chute de longa distância de Garro.

Aos 14 minutos, o Corinthians protagonizou a melhor chance do segundo tempo. Garro lançou Romero, que passou pelo defensor e arriscou finalização. A bola acabou indo no meio do gol e foi defendida pelo goleiro adversário.

No lance seguinte, em rápida transição ofensiva, o Timão teve nova chance de balançar as redes. Em jogada trabalhada, Romero cruzou para Maycon, que cabeceou na marcação. No rebote, o paraguaio arriscou finalização, mas também parou na zaga.

Aos 17 minutos, embalado pela sequência de chances, o Corinthians chegou ao terceiro gol. Garro foi passando pela marcação e tocou para Pedro Henrique. O camisa 15 realizou bonita jogada individual e cruzou para Wesley, que só ajeitou para Romero livre no meio da área. O paraguaio, com tranquilidade, empurrou para as redes.

Logo na sequência, António Oliveira promoveu as duas primeiras mudanças no Timão. Raniele e Pedro Henrique deixaram o gramado para as entradas de Fausto Vera e Matías Rojas.

Após as alterações, foi o Cianorte quem criou a melhor oportunidade. O jogador adversário saiu de frente para o gol e arriscou finalização rasteira. Carlos Miguel se esticou todo e realizou bonita defesa para evitar o tento.

Aos 28 minutos, o treinador português realizou nova alteração no Corinthians. Maycon saiu para a entrada de Guilherme Biro.

Logo após a substituição, o Timão quase fez o quarto gol. Em bom passe, Garro encontrou Romero livre na área. O paraguaio acabou parando no goleiro adversário, que evitou o hat-trick do atacante.

Com a vantagem no placar, o Corinthians passou a dominar o Cianorte ainda mais. Os jogadores alvinegros estavam à vontade para trocar passes e arriscar finalizações. Em uma delas, aos 31 minutos, Rojas quase balançou as redes.

No lance seguinte, foi a vez de Biro arriscar. O jovem roubou a bola do defensor e arriscou bonito chute de fora da área, exigindo boa defesa do goleiro adversário. A jogada resultou em um escanteio para o Timão.

Aos 35 minutos, António Oliveira realizou as últimas duas mudanças em sua equipe. Os artilheiros da noite, Wesley e Romero, deixaram o gramado para as entradas de Gustavo Mosquito e Giovane.

Na reta final do embate, o Cianorte desceu ao ataque para tentar diminuir o marcador. No entanto, o clube paranaense seguia pecando nas finalizações e Carlos Miguel não tinha com o que se preocupar.

Ao bater 45 minutos no relógio, o árbitro assinalou três minutos de acréscimos. Neste período, Gustavo Henrique quase marcou um golaço ao arriscar finalização de fora da área, que acabou parando do travessão.

Depois, nenhuma das equipes levou perigo e, com isso, a partida foi encerrada com o placar de 3 a 0 para o Corinthians. O resultado garantiu o Timão na segunda fase da Copa do Brasil.

Ficha técnica de Cianorte 0 x 3 Corinthians

Competição: Copa do Brasil
Local: Estádio Willie Davids, Maringá, PR
Data: 22 de fevereiro de 2024 (quinta-feira)
Horário: 20h00 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva
Assistentes: Fernanda Nândrea Gomes Antunes e Augusto Magno de Ramos
Gols: Wesley, Romero (duas vezes) (Corinthians)
Cartões amarelos: Jr. Dutra (Cianorte); Hugo e Raniele (Corinthians)

CIANORTE: Vinicius; Adriano Jr. (Carlos Alberto), Raphael, Guedes e Samuel; João Mafra, Natham (Marlon), Juninho (Nicolas) e Beléa (Guilherme); Jr. Dutra (Lucas Lourenço) e Vinicius Faria.
Técnico: Zé Roberto

CORINTHIANS: Carlos Miguel; Fagner, Félix Torres, Gustavo Henrique e Hugo; Raniele (Fausto), Maycon (Biro) e Rodrigo Garro; Wesley (Giovane), Romero (Gustavo Silva) e Pedro Henrique (Matías Rojas).
Técnico: António Oliveira

Notas dadas aos personagens da partida

Titulares

Reservas

Treinador

Árbitro

Comente a partida: Cianorte 0 x 3 Corinthians