Com um gol legítimo anulado, um gol sofrido em impedimento o Corinthians empata o clássico.

Com um gol legítimo anulado, um gol sofrido em impedimento o Corinthians empata o clássico.

Por Meu Timão

Ronaldo comemorando mais um gol contra o São Paulo

Ronaldo comemorando mais um gol contra o São Paulo

Foto: UOL

São Paulo e Corinthians traçavam uma vitória no Morumbi como elemento vital para o sonho de conquista do Brasileirão. Ronaldo e Washington absorveram a importância do clássico e anotaram os gols do jogo. O empate por 1 a 1 neste domingo, entretanto, acabou agradando ao líder Palmeiras, que se afastou dos dois rivais na classificação.

Com o empate no Morumbi, o São Paulo soma 45 pontos na tabela, cinco a menos que o Palmeiras. O Corinthians chegou a 38 pontos.

O clássico começou quente antes mesmo da partida. O ônibus do Corinthians foi apedrejado na entrada do Morumbi. Nenhum jogador foi ferido.

O titular do São Paulo, Rogério Ceni foi vetado minutos antes do clássico, devido a dores na coxa. Bosco o substituiu.

A partida marcou a estreia de Defederico. O argentino aumentou o efetivo do Corinthians no ataque, mas deixou vazios no meio-campo. Sem um típico meia, o time alvinegro iniciou o jogo explorando jogadas da defesa para o ataque ou pelos lados, com Dentinho e Jorge Henrique, mas esbarravam no trio de zaga tricolor.

O São Paulo tinha maior domínio de jogo, chegando com frequência à área corintiana em lances articulados por Hernanes. Felipe, porém, executava boas defesas.

O então apagado Ronaldo brilhou. Em uma falha grotesca de André Dias e Bosco, que não se entenderam no recuo de bola, o Fenômeno aproveitou a bobeada e invadiu a área, tocando para o gol sem qualquer marcação, aos 20 min.

Em desvantagem, o São Paulo tratou de pressionar o Corinthians. A trave salvou o Corinthians aos 25 min do primeiro tempo em chute desferido por Hernanes. Em outra jogada do São Paulo, Dagoberto entrou na área, mas a arbitragem assinalou impedimento, revoltando o camisa 25, que recebeu amarelo pela reclamação.

A equipe do Parque São Jorge controlou o ímpeto tricolor e intensificou jogadas no ataque no final do primeiro tempo, mas sem incomodar Bosco. Vigiado pelo trio defensivo do São Paulo, Ronaldo pedia maior apoio do ataque corintiano e arriscava dribles para superar a marcação rival.

Com Washington no banco, as jogadas aéreas do São Paulo nos 45 min iniciais eram desperdiçadas.

A segunda etapa apresentou duas equipes muito mais dispostas em conseguir o gol. O São Paulo buscava o empate de inúmeras maneiras. Explorava jogadas pelo alto, tabelas pelo meio e infiltrações. A conclusão, porém, era falha. O Corinthians deixava de ser previsível quando Ronaldo assumia o controle da bola.

No ataque, o São Paulo era "parado" pela arbitragem, que assinalava impedimento em lances com Borges.

O árbitro Ricardo Marques Ribeiro, aliás, gerou contestações dos dois lados. O Corinthians reclamou do gol de Dentinho, anulado pelo juiz, que anotou falta de Ronaldo em Renato Silva no lance do gol.

Com a entrada de Washington, o São Paulo centralizou suas ações ofensivas pelo alto. Mano Menezes decidiu reforçar a marcação. Sacou Defederico para a entrada de Moradei.

A pressão tricolor fez efeito. Washington se infiltrou na área e tirou Felipe da jogada, aproveitando belo passe de Hernanes, aos 25 min do segundo tempo.

O Corinthians se retraía nos avanços do São Paulo, deixando Ronaldo isolado no ataque. O camisa 9 deixou o campo durante a segunda etapa.

O outro camisa 9, Washington, também foi embora antes do apito final, mas desta vez por reclamação. O atacante já tinha um cartão amarelo, sendo novamente advertido após contestar decisão do árbitro em jogada de ataque. Foram dois amarelos antes de Washington receber o vermelho, aos 44 min do segundo tempo.

Veja Mais:

  • Fagner é titular absoluto da lateral direita no Corinthians

    Fagner anuncia renovação com Corinthians: 'Não estou na idade de ficar arriscando'

    ver detalhes
  • Romero e Danilo participaram do treino desta quarta-feira no CT Joaquim Grava

    Curinga suspenso, pacotão de baixas e escalações alternativas: a reapresentação do Corinthians

    ver detalhes
  • Sub-17 do Corinthians vai a campo nesta quarta-feira, pela final da Copa do Brasil

    Na Arena, Corinthians recebe Palmeiras em primeiro jogo da final da Copa do Brasil Sub-17

    ver detalhes
  • Arana deve trocar Corinthians pelo Sevilla nos próximos dias

    Corinthians estabelece condição para vender Arana ao Sevilla; entenda os valores

    ver detalhes

Os erros de arbitragem prejudicaram o Corinthians?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes