Renda como mandante motiva Corinthians na reta final do Brasileiro

Renda como mandante motiva Corinthians na reta final do Brasileiro

Por Meu Timão

Torcida do Corinthians em jogo válido pelo Brasileirão 2009

Torcida do Corinthians em jogo válido pelo Brasileirão 2009

No Brasileiro em que patinou quase do início ao fim, o Corinthians agora só conta os dias para o fim da competição. E o dinheiro que já ganhou e ainda pode ganhar com seus jogos.

Mesmo sem empolgar (e se empolgar) no Nacional, o time do Parque São Jorge já tem como segunda principal fonte de renda o dinheiro que sua torcida gasta para ver Ronaldo e cia. no Pacaembu, onde o time recebe o Santo André, neste domingo, às 16h.

Em dez meses, e 32 jogos como mandante, o clube arrecadou R$ 25.641.482,45 líquidos com bilheteria.

Só no Brasileiro o clube arrecadou mais de R$ 10 milhões com entradas para seus confrontos como mandante.

Esse valor é apenas pouco mais de R$ 10 mil superior ao juntado com a venda dos direitos de transmissão de seus jogos à TV, mas a diferença certamente vai aumentar, já que ainda restam três partidas a serem disputadas -e somadas- pelo clube como mandante.

Se arrecadar por jogo algo por volta de sua média na competição (R$ 673.081, a mais alta do campeonato), o clube pode chegar ao patamar de mais de R$ 28 milhões em bilheteria. Para o jogo deste domingo, que não tem relevância prática para o time, 9.000 ingressos haviam sido vendidos até sexta-feira.

Isso representa apenas pouco mais de R$ 1 milhão a menos do que angariou ao poluir sua camisa e calção com cinco marcas de produtos diferentes. Segundo o balancete corintiano, o clube recebeu neste ano R$ 29,6 milhões com o que chama de 'patrocínio e publicidade''.

Em relação aos ganhos ano passado, considerados excepcionais pela diretoria, a bilheteria corintiana de 2009 se coloca mais rentável que qualquer outra fonte de renda.

Tudo isso, com uma campanha apenas medíocre, longe de qualquer pretensão por título.

No entanto, as médias de público corintianas no Brasileiro sugerem que esse valor poderia ser muito maior, caso o time rendesse mais em campo.

Sem ter alcançado a liderança -única posição que efetivamente lhe interessa- nem uma vez sequer, o Corinthians tem média de 20.496 torcedores em seus jogos no Nacional, a quarta melhor entre todos os times, abaixo apenas às de Flamengo, Atlético-MG e São Paulo, todos ainda postulantes ao título.

Muito da empolgação das arquibancadas se deve, claro, ao fator Ronaldo. Em jogos com o atacante em campo, o público do Corinthians em casa jamais ficou abaixo dos 20 mil pagantes na temporada.

Cientes disso, e de todo o interesse que 2010 gerará, por seu ano do centenário, os dirigentes corintianos aumentaram substancialmente o preço dos ingressos para os três jogos da primeira fase da Taça Libertadores como mandante- variam de R$ 50 a R$ 500.

E já receberam um ótimo sinal de que a procura continuará em alta. O primeiro lote de entradas para as partidas da principal competição do calendário corintiano, disponível para 2.000 adeptos do programa Fiel Torcedor, praticamente acabou em um dia de vendas.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Cássio fez discurso emocionante no vestiário do Morumbi

    Preleção do Corinthians no Morumbi teve discurso épico de Cássio: 'F...-se! Problema do São Paulo!'

    ver detalhes
  • Corinthians passa 2017 invicto em clássicos contra São Paulo

    Corinthians relembra gols sobre São Paulo e faz provocação em rede social

    ver detalhes
  • Gabriel irá falar em julgamento no Rio de Janeiro

    Advogado do Corinthians já fala sobre estratégia da defesa em julgamento de Gabriel

    ver detalhes
  • Líder do Brasileirão, Corinthians empatou com o São Paulo por 1 a 1 neste domingo

    Com tropeço do Grêmio, Corinthians vê rivais se aproximarem na tabela; veja classificação

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes