Fifa fala sobre o centenário do 'crazy gang' (bando de loucos)

Fifa fala sobre o centenário do 'crazy gang' (bando de loucos)

Por Meu Timão

Torcida do Corinthians é chamada de 'crazy gang' pela Fifa

Torcida do Corinthians é chamada de 'crazy gang' pela Fifa

O centenário do Corinthians não foi esquecido pela Fifa. A entidade máxima do futebol mundial, que muitas vezes entrou em conflito com o time por gafes cometidas, destacou a comemoração do "crazy gang" na versão inglesa de seu site, uma clara tentativa de traduzir para o inglês o "bando de loucos", como se auto-intitulam os torcedores do time do Parque São Jorge.

Citando Ronaldo e Roberto Carlos, que disseram ser "mais um louco para o bando de loucos" quando foram apresentados à torcida do Corinthians, a nota da Fifa começa esmiúçando a história corintiana, com destaque ao jejum de 23 anos (1955 a 1977) sem conquistas enfrentado pelo clube e a invasão corintiana ao Maracanã no Campeonato Brasileiro de 1976. Além disso, a entidade lembrou antigos ídolos como Neto, Marcelinho Carioca, Carlitos Tevez e o trio da Democracia Corintiana, Sócrates, Casagrande e Zenon.

Porém, a citação mais esperada pelos torcedores do clube só aparece mais para ao final do texto. A conquista do Mundial de Clubes de 2000 após vencer o Vasco nos pênaltis, no estádio do Maracanã, é destacada pelo site como sendo o "maior triunfo da história do clube". A entidade, aliás, trata o torneio de 2000 como sendo a "edição inaugural do Mundial da Fifa", ignorando a existência do antigo Mundial Interclubes disputado no Japão.

Sobre a atualidade, a Fifa cita novamente Ronaldo e Roberto Carlos como as principais contratações do time para a disputa da Copa Libertadores, responsáveis por dar ao Corinthians "primeira vitória na competição continental", torneio que a Fifa diz ser a "obsessão" dos corintianos. Além disso, a entidade cita o "afeto" da torcida pela Fazendinha, mas destaca que os jogos são mandados no Pacaembu "enquanto os dirigentes reivindicam um estádio novo, mais moderno, capaz de atender 52 mil membros do bando de loucos".

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes
  • São Paulo e Corinthians empataram por 1 a 1 no Morumbi

    Comentarista de rádio chama jogadores do Corinthians de delinquentes; clube responde

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes