Renovação do contrato de Chicão é uma necessidade

Renovação do contrato de Chicão é uma necessidade

Por Meu Timão

2.1 mil visualizações 0 comentários Comunicar erro

Com contrato até o final do ano, a vontade do zagueiro Chicão é de permanecer no Corinthians

Com contrato até o final do ano, a vontade do zagueiro Chicão é de permanecer no Corinthians

Foto: Divulgação

Contratado junto ao Figueirense em dezembro de 2007 logo após o rebaixamento para a Série B, em pouco tempo o zagueiro Chicão conquistou a exigente torcida corinthiana, com um futebol que alia raça, técnica e muita determinação tática. Com William, o moço de Mogi Guaçu - que completou 29 anos no feriado de Corpus Christi, 3 de junho - tem formado uma das sagas mais seguras do futebol brasileiro dos últimos anos, tanto que o Timão figura constantemente entre os times menos vazados nas competições que tem disputado desde a formação da dupla. Só que toda essa segurança defensiva pode estar com os dias contatos. Não que haja uma proposta oficial pelo jogador, mas porque seu contrato termina no final do ano e, de acordo com o que determina a lei Pelé, a partir de julho ele pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube.

É claro que a preferência de Chicão é continuar no Corinthians, onde está muito bem aclimatado e até ganhou a insígnia de “zagueiro-artilheiro”. Com mais de 30 gols, ele é o segundo beque que mais chegou às redes adversárias na história do time - perde apenas para Pedro Gané, defensor da década de 1930, que marcou 50 vezes. Seu gesto característico de morder o distintivo durante as comemorações até virou moda!

Ídolo? Basta perguntar a qualquer corinthiano para saber a resposta. Aliás, desde a época do paraguaio Gamarra, campeão brasileiro pelo Timão em 1998, que a Fiel não faz de um zagueiro um de seus novos xodós. Chicão chegou e conquistou, e para continuar fazendo história no Parque São Jorge e se transformar no maior defensor-artilheiro do clube, a renovação de seu contrato não pode ser tratada como apenas um detalhe, mas como uma necessidade.

Fonte: JD Morbidelli

Veja Mais:

  • Felipe Ezabella durante a eleição no Parque São Jorge

    Preferência da opinião pública e manutenção do DNA da chapa: Ezabella comemora primeira eleição

    ver detalhes
  • Mauro da Silva (auxiliar), Duílio Monteiro Alves (diretor-adjunto de futebol) e Alessandro (gerente) durante um dos treinos no CT

    Diretoria assume dificuldade por um 9: 'Futebol na América do Sul pagando salários de Europa'

    ver detalhes
  • Veja gols e lances de Matheus Matias, novo reforço do Corinthians

    VÍDEO: Veja gols e lances de Matheus Matias, novo reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves, diretor-adjunto de futebol do Corinthians

    Diretor do Corinthians sobre renovação de Balbuena: 'Não podemos dar um passo maior do que a perna'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes