Fundo do Fielzão reduz os tributos

Fundo do Fielzão reduz os tributos

O Corinthians enviou para análise do BNDES a proposta de um fundo de investimento de capital fechado, em parceria com a Odebrecht, para obter o financiamento para o Fielzão. A troca, em relação à Sociedade de Propósito Específico (SPE), foi motivada por razões fiscais.

Dessa maneira, a incidência de Imposto de Renda ocorre no resgate das cotas, cessão para terceiros ou fim da carteira. No caso de uma SPE, além do IRPJ, a empresa pagaria CSLL, PIS e Cofins. Se o banco aceitar, a obra só dependerá das licenças.

Fonte: Lancenet

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô teve atuação discreta na derrota para Vitória

    Cássio é eleito destaque de derrota do Corinthians; quarteto ofensivo destoa

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu 42.075 pagantes nesta tarde de sábado

    Fiel canta na Arena após primeira derrota do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Balbuena está fora do confronto de quarta-feira

    Balbuena leva terceiro amarelo, e Corinthians enfrentará Chape com zaga de jovens da base

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes