Fundo do Fielzão reduz os tributos

Fundo do Fielzão reduz os tributos

O Corinthians enviou para análise do BNDES a proposta de um fundo de investimento de capital fechado, em parceria com a Odebrecht, para obter o financiamento para o Fielzão. A troca, em relação à Sociedade de Propósito Específico (SPE), foi motivada por razões fiscais.

Dessa maneira, a incidência de Imposto de Renda ocorre no resgate das cotas, cessão para terceiros ou fim da carteira. No caso de uma SPE, além do IRPJ, a empresa pagaria CSLL, PIS e Cofins. Se o banco aceitar, a obra só dependerá das licenças.

Fonte: Lancenet

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes
  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes
  • Ronaldo não tem interesse em trabalhar com futebol no Brasil

    Ronaldo admite apoio a Andrés, mas nega vontade de assumir cargo no Corinthians

    ver detalhes
  • Meia pode ser envolvido em troca por jogadores do atual plantel alvinegro

    Segundo jornalista, Corinthians lidera briga com rivais paulistas por meia do Fluminense

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes