Presidente da Roma diz que Adriano não será liberado

Presidente da Roma diz que Adriano não será liberado

A liberação da Roma é o que separa Adriano do Corinthians na próxima temporada. E, pelas palavras da presidente do clube italiano, neste domingo, o poder de persuasão do Imperador terá de ser forte para conseguir voltar a jogar ao lado de Ronaldo Fenômeno.

Após a vitória sobre o Bari, por 1 a 0, no estádio Olímpico, Rosella Sensi afirmou que a intenção do clube é manter o astro brasileiro em 2011.

- Adriano é jogador do Roma e será no futuro. Ele espera jogar, mas não cobramos nada dele. É um grande campeão e terá sua chance. Queríamos um grande jogador e, agora que temos, iremos nos queixar? - afirmou Rosella, em entrevista reproduzida por todos os sites italianos.

- Para um jogador ir embora, é preciso da assinatura dele e também do clube. E isso não vai acontecer - completou a mandatária do clube.

Apesar da negativa de Rosella, o treinador da equipe voltou a abrir as portas para Adriano. Claudio Ranieri reafirmou que os insatisfeitos devem procurar novos ares.

- Eu não sei se ele vai sair. O que eu sei é que não há necessidade de manter quem não está feliz com a gente - afirmou o comandante da Roma, que não demonstra apreço algum por Adriano.

Presidente da Roma diz que Adriano não será liberado

Fonte: Lancenet

Enviado por: Matheus Vieira

Veja Mais:

  • Pablo deve retornar ao time na próxima segunda-feira

    Pablo tem boa evolução e pode voltar ao Corinthians contra o Botafogo

    ver detalhes
  • Pablo está se recuperando de uma contratura muscular na coxa

    Agente de Pablo fala em prioridade do Corinthians e afirma: 'Só chamar para assinar'

    ver detalhes
  • Gabriel voltou a jogar nesta quarta-feira, contra o Grêmio

    'A faísca de campeão voltou a acender', garante volante do Corinthians

    ver detalhes
  • Jô passou em branco nesta noite de quarta, diante do Grêmio

    Corinthians não cria, apenas empata com Grêmio na Arena, mas mantém vantagem na liderança

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes