Tite na corda bamba no Corinthians

Tite na corda bamba no Corinthians

Após a eliminação precoce do Corinthians na Copa Libertadores com a derrota por 2 a 0 para o Tolima (COL), na última quarta-feira, Andrés Sanchez não se escondeu. O presidente corintiano foi ao vestiário do estádio Manuel Murillo Toro, assumiu sua parcela de culpa pela vergonhosa queda diante dos colombianos e, entre outras declarações, garantiu a permanência do técnico Tite.

- Ele é o treinador do Corinthians e eu nem cogito a saída. Tite errou como todo mundo errou e isso faz parte. É que sempre querem achar um vilão, mas elesegue como técnico do Corinthians. O Tite errou como todos erraram, não existe culpado - afirmou.

Mas Andrés terá trabalho para confirmar tal convicção nos próximos dias. Poucos minutos após o apito final do árbitro Roberto Silvera, conselheiros ligados ao mandatário não escondiam a indignação com o treinador. Na visão deles, excesso de covardia e mesmice caminharam lado a lado com Tite durante os 14 jogos. A mudança, segundo eles, seria inevitável para arejar o ambiente. De preferência, com a busca de um profissional que não faça parte do "círculo vicioso" do futebol brasileiro.

- É preciso trazer um cara novo, com visão nova. São sempre os mesmos. Um novo não pode ter nunca a primeira chance? - questionou um dos conselheiros, em bate-papo informal com a reportagem do LANCENET!.

Andrés não tem a mesma convicção dos seus parceiros. Mas também não tem a certeza inabalável demonstrada quando integrantes da principal torcida uniformizada do clube foram à sede social pedir a saida de Mano Menezes, menos de 24 horas após a queda na Libertadores do ano passado para o Flamengo. Na ocasião, o mandatário bateu de frente com os torcedores e não abriu mão do atual comandante da Seleção Brasileira.

Internamente há quem não veja necessidade da troca de treinador. Mais do que isso: acredita que, assim como não foi Mano nem Adilson Batista, o problema não está na figura do treinador.

- Vai trocar de novo? Pra quê? Não era culpa dos outros e não é culpa dele agora - garantiu uma das pessoas próximas a Andrés.

A verdade é que a pressão não ficará restrita à pessoas próximas a Andrés Sanchez. A bronca dos torcedores, que começou em redes sociais da internet na noite da última quarta-feira, aumentou com a chegada da delegação à cidade de São Paulo. Os treinos desta sexta-feira e sábado, que antecedem ao clássico contra o Palmeiras, são vistos pela diretoria com preocupação.

- Em um time grande, a pressão pelo resultado passa por todos. Também tenho uma parcela nisso. E eu assumo. Qualquer outro tipo de questionamento, é com a diretoria - afirmou o treinador, visivelmente incomodado com a situação.

Tite na corda bamba no Corinthians

Fonte: Lancenet

Enviado por: Matheus Vieira

Veja Mais:

  • Pablo já disse mais de uma vez que quer permanecer no Corinthians

    Corinthians sobe oferta e espera sim de Pablo: 'Espero que seja suficiente'

    ver detalhes
  • Alvo do Corinthians, Roger deve ser oficializado como reforço do Internacional nos próximos dias

    Decisão de Roger não é repudiada pela diretoria do Corinthians: ‘Faz parte...’

    ver detalhes
  • Ginásio Wlamir Marques recebeu jogo 4 da final do NBB em 2017

    Corinthians faz pré-inscrição na Liga Ouro e reativa basquete após 21 anos

    ver detalhes
  • 32 mil torcedores foram ao estádio em Itaquera no último treino aberto

    Por agradecimento à Fiel, Corinthians deve abrir treino no sábado na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes