Procurado por Inter e Corinthians, Alex, do Spartak, revela que está perto de voltar ao Brasil

Procurado por Inter e Corinthians, Alex, do Spartak, revela que está perto de voltar ao Brasil

878 visualizações 0 comentários Comunicar erro

O meia Alex, do Spartak de Moscou, que nesta quinta-feira encara o Basel pela Liga Europa, revelou ao LANCENET! que esteve perto de voltar ao Brasil no início do ano. Peça-chave do clube russo, que não o liberou, o craque ressalta que deseja voltar ao país atuando em grande nível, e que um possível retorno não estaria longe. O jogador ainda contou que recebeu sondagem de dois gigantes do futebol brasileiro.

“De todos os contatos que fizeram, os mais diretos foram de Corinthians e Internacional. Outras consultas também foram feitas, como São Paulo e Palmeiras, no fim do ano, mas coisa normal, só mesmo para saber como estava a minha situação”, disse o jogador.

“Para mim é muito bom porque grandes clubes me procuram por aquilo que eu fiz aí, e ainda faço dentro de campo pelo Spartak. Eles têm essa vontade de contar comigo, e isso vai acontecer. E eu acredito que não está muito longe”, revelou o maestro do meio de campo do Spartak.

A importância de Alex para o clube, aliás, impediu que o jogador voltasse ao país antes do início da temporada. Com a mulher grávida, ele afirmou que seu desejo era o de ficar pelo menos seis meses no Brasil.

“Fui procurado, e tive o interesse de retornar, de repente por seis meses. Mas isso foi impossibilitado pelo Spartak, que não quer me liberar. Também recebi sondagens do Qatar. Mas atingi um nível no clube de protagonismo. Graças a Deus, de forma muito natural”, contou Alex.

Perguntado se o fato de ter se destacado no Inter pesaria na escolha, na hora da volta, o canhotinho confirma. No entanto, lembra que isso não quer dizer que ele estaria fechado com o Colorado para quando retornasse.

“É difícil para falar, depende do momento. Eu posso querer voltar e o Inter não estar, no momento, com a necessidade de contar comigo. As possibilidades não se resumem apenas a voltar para Porto Alegre. Minha família conhece a cidade, apoiaria, mas tudo vai depender da maneira que as coisas acontecerem”, garante o jogador.

Sobre o Spartak, o jogador lamenta a falta de maturidade da equipe, que embora tenha qualidade, precisa aprender a conviver com a pressão.

“Demonstramos ser um time muito instável. Fazemos grandes partidas e em outras perdemos para um time que está nas últimas posições do Campeonato Russo. São extremos que mostram que não estamos totalmente preparados. Qualidade o time tem de sobra, mas precisa se acostumar a jogar em alto nível. O Spartak precisa se acostumar com os grandes momentos”, analisa.

Para ele, a eliminação da Liga dos Campeões aconteceu justamente por conta desses problemas. Agora com a vaga na Liga Europa, o jogador acredita que seja a melhor competição para começar a adaptar o time às conquistas.

“Acho que você aprende muito jogando competições como essas. Temos brasileiros aqui que passaram por grandes equipes no país. Esses torneios trazem um amadurecimento muito grande”, conclui o Alex.

Procurado por Inter e Corinthians, Alex, do Spartak, revela que está perto de voltar ao Brasil

Enviado por: Bruno Silva

Veja Mais:

  • Clayson, assim como Felipe Melo, foi punido pelo TJD nesta segunda-feira

    Corinthiano Clayson leva gancho de quatro jogos por confusão com Felipe Melo, do Palmeiras

    ver detalhes
  • Juiz voltou atrás após marcar pênalti de Ralf, que tocou só bola

    Tribunal arquiva inquérito que apurava possível interferência externa em Corinthians x Palmeiras

    ver detalhes
  • Lateral-esquerdo Carlos foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20

    Lateral do Corinthians é convocado para treinos com a Seleção Brasileira Sub-20

    ver detalhes
  • O atacante Emerson Sheik voltou a campo no CT Joaquim Grava nesta segunda-feira

    Com retorno de Sheik, Corinthians se reapresenta no CT após goleada no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes