Corinthians tem superávit em 2010, mas aumenta endividamento

Corinthians tem superávit em 2010, mas aumenta endividamento

Por Meu Timão

O Corinthians divulgou nesta segunda-feira (14) o seu balanço financeiro do exercício de 2010, conforme manda a legislação esportiva vigente. No ano passado, o clube arrecadou uma receita recorde de R$ 212,6 milhões, 17% a mais do que em 2009. O superávit (receitas menos despesas) ficou em R$ 3,7 milhões.

 Apesar do aumento da arrecadação, o Corinthians está ainda mais endividado. A dívida líquida do clube passou a R$ 112,1 milhões, uma evolução de 22% em relação a 2009. O balanço, porém, fala que os indicadores de desempenho estão em "excelente nível", uma vez que a dívida corresponde a 69% da receita - sem contar a venda de atletas. Em 2009, esse índice era melhor, de 66%.

 As receitas sem a venda de jogadores - fator sazonal e que varia de ano a ano -, tiveram crescimento significativo de 18% em um ano, quase dobrando em dois, elevando as cifras a R$ 177,7 milhões.

 Com a venda de direitos de transmissão para TV, o Corinthians arrecadou R$ 55 milhões (contra R$ 40,4 mi de 2009). Em publicidade e patrocínio, chegou a R$ 47,3 mi (contra R$ 37,6 mi em 2009). A negociação de atletas rendeu R$ 35 milhões, e a arrecadação de jogos, R$ 29,4 milhões.

Fonte: R7

Veja Mais:

  • Pablo segue com a situação indefinida para 2018

    Bordeaux endurece com agente de Pablo e avisa: para outro clube o valor é dobrado

    ver detalhes
  • Corinthians/Audax atropelou Cerro Porteño em solo paraguaio

    Mulherada do Corinthians/Audax goleia donas da casa e se classifica para final da Libertadores

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians que se prepare: reta final do Brasileirão promete altas emoções

    Fim da rodada: Corinthians mantém vantagem, mas rivais alcançam Grêmio e embolam classificação

    ver detalhes
  • Corinthians foi hexacampeão brasileiro em 2015

    CBF define valores de premiação do Brasileirão-2017; Corinthians leva bolada se for campeão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes