Andrés diz que Corinthians viabilizou arena e defende venda de bebida

Andrés diz que Corinthians viabilizou arena e defende venda de bebida

Por Meu Timão

1.9 mil visualizações 0 comentários Comunicar erro

São Paulo - Andrés Sanchez participou nesta terça-feira no Senado de audiência pública da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, que discutiu a disputa pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. O presidente corintiano, porém, não se limitou ao assunto, abordando outros tópicos ligados ao futebol nacional.

Em conversa com o deputado Magno Malta (PR-ES), o dirigente discutiu a possibilidade da venda de bebidas alcoólicas em estádios, algo que atualmente é ilegal no Brasil.

"Não se pode proibir bebidas no estádio de futebol. No Carnaval só há bebida. No rodeio só há bebida. Em todo lugar no Brasil tem bebida, só no estádio que não", disse Andrés.

Em determinado momento, o debate se concentrou na escolha das arenas para a Copa do Mundo de 2014. O estádio do Corinthians, sede de São Paulo, ainda não saiu do papel, mas Andrés assegurou que o clube terá condições de bancar o projeto.

"Você fazer uma reforma de um estádio é muito mais caro e difícil do que fazer um novo. É o que dizem. Mas podem ficar tranquilos que o Corinthians viabilizou tudo", avisou.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Fábio Carille exibe a taça de heptacampeão brasileiro; treinador seguirá carreira na Ásia

    Fábio Carille deixa Corinthians e acerta com Al-Wehda, da Arábia Saudita

    ver detalhes
  • Osmar Loss (à esq.) sucede Carille no comando técnico do Corinthians

    Osmar Loss assume Corinthians após saída de Carille; estreia acontece nesta quinta

    ver detalhes
  • Carille, agora ex-Corinthians, acertou com Al-Wehda, do mundo árabe

    Corinthians divulga vídeo de agradecimento a Carille

    ver detalhes
  • Titulares do Corinthians foram a campo nesta terça-feira

    Titulares vão a campo, mas Carille não esboça time; jovem ganha atenção especial no fim do treino

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes