Corinthians se reúne com Alex e reforça proposta pelo meia, diz jornal

Corinthians se reúne com Alex e reforça proposta pelo meia, diz jornal

Por Meu Timão

Alex já disse que quer voltar ao Brasil

Alex já disse que quer voltar ao Brasil

O Corinthians reforçou o desejo de ter Alex, do Spartak Moscou, ainda nesta temporada, segundo o Marca Brasil. O jornal noticiou que dirigentes do clube aproveitaram uma rápida passagem do jogador pelo Brasil para pedir que ele volte a tentar a redução de sua liberação do clube russo.

O Spartak exige 7 milhões de euros (R$ 16,3 milhões) para liberar o ex-colorado, mas o Corinthians está disposto a desembolsar apenas 5 milhões de euros (R$ 11,6 milhões). Alex teria a missão de convencer os russos a reduzirem a pedida.

Alex estava no Brasil para acompanhar a gravidez de risco de sua mulher, e teria tido uma conversa rápido com o Corinthians na passagem. Os dirigentes alvinegros, no entanto, negam o contato.

“Nós sabíamos que ele estava aqui no Brasil. Garanto que não conversamos com ele. Esperamos o melhor momento para negociar. Não queremos atrapalhar o time na reta final”, disse Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians, ao Marca.

Luis Carlini, empresário de Alex, também desconversou. “Se for para falar de Alex, não tenho mais nada a dizer. Vamos esperar o futuro”, disse Carlini.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Alan Mineiro tem contrato com o Corinthians até o fim de 2018

    Após impasse, meia do Corinthians é anunciado como reforço do Fortaleza

    ver detalhes
  • Corinthians foi bicampeão mundial em 2012, diante do Chelsea, no Japão

    Grêmio cai, e Corinthians segue sendo último sul-americano campeão do Mundial da Fifa

    ver detalhes
  • Yago volta ao Corinthians na primeira semana de janeiro

    Após empréstimo, zagueiro é reintegrado ao Corinthians; Del'Amore no radar

    ver detalhes
  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes