CBF estuda dar espaço na Copa do Brasil a eliminados da Libertadores

CBF estuda dar espaço na Copa do Brasil a eliminados da Libertadores

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) analisa a possibilidade de incluir na próxima edição da Copa do Brasil os clubes que caírem prematuramente na Copa Libertadores de 2012. A queda de vários times brasileiros nas oitavas do principal torneio das Américas reforçou o assunto.

O plano visa reforçar a competição de mata-mata com a inclusão dos clubes eliminados e evitar que essas agremiações fiquem “ociosas” após saírem do torneio continental.

Caso a ideia fosse adotada já neste ano, o Corinthians seria o maior beneficiado. O time paulista caiu logo na pré-Libertadores, diante do Tolima (COL), sendo a primeira vez que um clube nacional é eliminado nesta fase da competição.

A Copa do Brasil de 2012 também poderia receber times da Libertadores eliminados em outras fases.

O Fluminense, que deixou a Libertadores após disputa com o Libertad, dará folga aos atletas. Esse período sem jogos envolvendo clubes grandes não é bem visto pela CBF.

Atualmente a Copa do Brasil não permite a presença de clubes que disputam a Libertadores. Desta forma, Corinthians, Santos, Fluminense, Cruzeiro, Inter e Grêmio ficaram fora da edição deste ano.

CBF estuda dar espaço na Copa do Brasil a eliminados da Libertadores

Enviado por: Matheus Rodrigues

Veja Mais:

  • Gustavo Scarpa está negociando com o Corinthians para 2018

    Arquirrival perde força, e Corinthians volta ao páreo pela contratação de Scarpa

    ver detalhes
  • Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

    Em nota oficial, Corinthians anuncia saída de Adauto e Piovesan

    ver detalhes
  • Andrade permanece à frente do Corinthians apenas até fevereiro de 2018

    Corinthians estima superávit em 2018; clube pretende arrecadar R$ 50 milhões em vendas

    ver detalhes
  • Alessandro falou sobre o planejamento do Corinthians para 2018

    Alessandro explica busca de reforços e comenta volta de dois emprestados: 'Díficil'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes