Arena Corinthians ganha licença com ressalvas sobre ruído e tráfego

Arena Corinthians ganha licença com ressalvas sobre ruído e tráfego

Por Meu Timão

A Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente aprovou, com ressalvas, a construção do estádio do Corinthians, em Itaquera.
No sábado, o "Diário Oficial" do município publicou a aprovação do Rivi (Relatório de Impacto de Vizinhança) --tipo de licença ambiental concedida a estádios-- do projeto corintiano.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o relatório foi encaminhado à Secretaria de Habitação, que é responsável por conceder o alvará de construção, última licença necessária para o início das obras no estádio.
Na quinta, Pedro Pereira Benvenuto, coordenador de Planejamento e Avaliação da Secretaria de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo, disse à rádio CBN que a obra começaria nesta segunda, com terraplanagem.

Apesar de ter obtido a licença, o Corinthians terá de atender a várias exigências da Secretaria do Meio Ambiente. No Rivi, as ressalvas foram listadas em 13 tópicos.

A secretaria exige que seja elaborado estudo do impacto do ruído produzido por eventuais shows ou pela torcida nos jogos. E ainda solicita a apresentação de um programa para atenuar o problema.

O Corinthians terá seis meses para apresentar à secretaria o primeiro documento, e três meses, para o segundo.

O clube ainda terá que elaborar, em seis meses, uma proposta para atenuar o incremento do tráfego que haverá no entorno do estádio.

Além desses documentos, a secretaria solicita que seja apresentado o total de vagas do estacionamento. Se o número exceder o estipulado pela Secretaria Municipal de Transportes, poderá haver a compensação da emissão de gás carbônico com o correspondente plantio de árvores.
O Rivi ainda exige que o estádio seja "verde" e obtenha a certificação ambiental Leed (Liderança em Energia e Design Ambiental, em inglês), algo que já é recomendado pelo Comitê Organizador da Copa de 2014 às arenas que receberão o evento.

O clube também terá que informar, em no máximo três meses, se o projeto terá reservatórios para captar a água oriunda da drenagem do campo e das arquibancadas.
Procurado, o Corinthians não havia respondido até o fechamento desta edição.

Fonte: Folha

Veja Mais:

  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes
  • Ronaldo não tem interesse em trabalhar com futebol no Brasil

    Ronaldo admite apoio a Andrés, mas nega vontade de assumir cargo no Corinthians

    ver detalhes
  • Meia pode ser envolvido em troca por jogadores do atual plantel alvinegro

    Segundo jornalista, Corinthians lidera briga com rivais paulistas por meia do Fluminense

    ver detalhes
  • 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    VÍDEO: 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes