Avaí x Corinthians

Pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Corinthians enfrenta agora o Avaí

Acompanhe ao vivo

Solução caseira no Corinthians

Solução caseira no Corinthians

Por Meu Timão

Sem uma opção no mercado de jogador capaz de exercer a função de meia-direita, Tite vai apostar em soluções caseiras para melhorar o Corinthians nesse setor. Ele contava com um reforço da Europa. Talvez não venha. O recado da diretoria para Tite foi que Fábio Simplício não será contratado e que ele deve usar mais o peruano Ramirez e o jovem Edenílson, ex-Caxias.

Os cartolas acreditam que um deles poderia ser ‘um novo Elias’ para Tite – Ramirez não jogou contra o Flamengo porque estava na seleção peruana.

A diretoria disse ao treinador que o elenco está praticamente montado, pelo menos até a disputa da Copa América, em julho.

A ideia é peneirar no torneio os dois reforços que faltam ao Corinthians e ficar atento à janela europeia. Ramirez, dizem os dirigentes, vem recebendo sondagens de clubes da América do Sul e pode entrar num negócio. O clube então perderia a chance de tê-lo no time, mas poderia fazer dinheiro para ir ao mercado.

Tite, em breve, vai poder utilizar o meia Alex, que é canhoto. Pela direita, o treinador pode ainda deslocar Danilo ou dar chance a um dos dois citados. “Só precisamos dar um tempo, ter calma com o Edenílson. Ele ainda é um garoto”, comentou o treinador, que colocou o volante de 21 anos no segundo tempo do jogo contra o Flamengo, no Rio.

Edenílson, assim como Weldinho, que deu passe para o gol de Willian, foram muito elogiados pela comissão técnica.

Fábio Simplício foi um pedido de Tite à diretoria. Ele esteve muito perto de ser contratado. Mas não houve acordo com a Roma, com quem Simplício tem mais dois anos de contrato. “A negociação esfriou”, afirmou ao JT o empresário do atleta, Gilmar Rinaldi. “A tendência é que ele continue na Roma e cumpra seu contrato.”
Segundo Tite, Simplício seria o jogador capaz de tornar o meio de campo mais rápido e ofensivo, com boa chegada ao ataque.

No início do ano, o clube também chegou a ir atrás de Douglas, do Grêmio, e de D’Alessandro, do Internacional. Mas como deu certo a vinda de Alex, essas duas contratações foram descartadas. O bom início no Brasileiro, com duas vitórias e um empate e com a liderança nas mãos, impressionou os cartolas. Nem eles esperavam isso depois da má impressão que o time deixou na final do Paulista contra o Santos. Resolveram então pensar melhor em gastar com reforços.

Mais pedreiras
A avaliação dos dirigentes é que o Corinthians terá uma sequência dura nos próximos jogos, contra Fluminense e São Paulo, mas que ela servirá para Tite tirar conclusões do elenco. Contra o Tricolor (dia 26), Alex já poderá estrear. Mas o treinador prefere falar apenas sobre a partida de domingo contra o Fluminense, no Pacaembu.

“Vou pensar no jogo com o Fluminense. Depois, quando tiver a possibilidade, penso em como colocar o Alex no time.”

No Rio, Tite voltou a falar que Júlio César continuará no gol, mesmo com a vinda de Renan.

Fonte: Jornal da Tarde

Veja Mais:

  • Corinthians e Avaí se enfrentam pela Copinha 2018

    Corinthians enfrenta Avaí em partida decisiva pela Copinha

    ver detalhes
  • Alessandro é homem forte do futebol corinthiano neste início de 2018

    Alessandro abre o jogo sobre Henrique Dourado e busca do Corinthians por camisa 9

    ver detalhes
  • Carille poderá contar com 21 jogadores nesta quarta-feira

    Com apenas um reforço, Corinthians relaciona 21 jogadores contra a Ponte Preta

    ver detalhes
  • Jô foi vendido pelo Corinthians ao futebol japonês neste começo de 2018

    Após notícia de colunista, Corinthians confirma valores reais de venda de Jô ao Japão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes