Corinthians usa novo parceiro e BNDES enfim destrava Estádio de Itaquera

Corinthians usa novo parceiro e BNDES enfim destrava Estádio de Itaquera

Por Meu Timão

3.0 mil visualizações 0 comentários Comunicar erro

A engenharia financeira para o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) liberar o financiamento de R$ 400 milhões para o Corinthians construir o seu estádio em Itaquera foi finalmente destravada com uma operação

A operação com o Banco Votorantim é indireta. O banco oferece garantias ao BNDES mediante compensação acertada com a construtora da obra e com o Corinthians.

O Corinthians nega que o Votorantim será o agente que viabilizará a liberação da verba. A Odebrecht diz que "as negociações estão bastante avançadas". O Votorantim admite que houve um contato informal, porém nega que o acordo esteja fechado.

Mesmo antes desse acordo, as obras de terraplenagem no local onde será erguido o estádio começaram no dia 30 de maio.

A cidade de São Paulo ficou fora da Copa das Confederações- 2013, evento-teste do Mundial do ano seguinte, por causa da demora para construir o Itaquerão.

Fonte: Folha

Veja Mais:

  • Ándrés Sanchez aparece do lado do presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, e Ronaldo

    Presidente do Corinthians se reúne com presidente do Real Madrid em passagem pela Espanha

    ver detalhes
  • Avelar teve atuação contestada pela torcida após jogo desse sábado contra o Vasco

    Avelar admite queda de rendimento, lista possíveis motivos e diz que pode melhorar no Corinthians

    ver detalhes
  • Árbitro Wilton Pereira Sampaio foi bastante requisitado no tenso duelo entre Corinthians e Vasco

    Árbitro relata em súmula tentativa vascaína de intimidação na Arena Corinthians; entenda

    ver detalhes
  • Sheik e Guerrero jogaram juntos no Corinthians em 2012, 2013 e 2015; foram colegas também no Flamengo

    Sheik confirma Guerrero e outros ex-corinthianos no jogo de despedida na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes