Igreja Universal fez doação de R$ 480 milhões à Record somente em 2010

Igreja Universal fez doação de R$ 480 milhões à Record somente em 2010

Por Meu Timão

3.5 mil visualizações 0 comentários Comunicar erro

A Record criticou o Corinthians por fazer um financiamento no BNDES, dinheiro que será pago em 30 anos e simplesmente culpou o Corinthians por não ter hospitais e escolas suficientes na zona leste, mentindo e alegando que o estádio do Corinthians será construído com dinheiro público.

Agora vamos à verdade e apurar quem que usa o dinheiro alheio:

O programa Ooops!, do UOL, obteve um estudo inédito que mostra qual é o verdadeiro montante das contribuições da Igreja Universal no faturamento da TV Record. Segundo o estudo, sigiloso, a ordem evangélica comandada por Edir Macedo, dono da Record, colocou em 2010 exatos R$ 480 milhões nos cofres da emissora.

Isso equivale a cerca de R$ 40 milhões por mês, que vem a ser o preço pago pela Universal para ocupar o espaço das madrugadas.

Procurada, a Record não quis se manifestar sobre os dados desta reportagem.

E pra quem dúvida ainda da parcialidade da Record, eis um vídeo do dono da emissora dando aula de extorsão.

Veja Mais:

  • Corinthians de Ralf já respira mais tranquilo na luta contra a parte de baixo da classificação

    Jogos de domingo chegam ao fim, e Corinthians dobra distância para o Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ándrés Sanchez aparece do lado do presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, e Ronaldo

    Presidente do Corinthians se reúne com presidente do Real Madrid em passagem pela Espanha

    ver detalhes
  • Avelar teve atuação contestada pela torcida após jogo desse sábado contra o Vasco

    Avelar admite queda de rendimento, lista possíveis motivos e diz que pode melhorar no Corinthians

    ver detalhes
  • Árbitro Wilton Pereira Sampaio foi bastante requisitado no tenso duelo entre Corinthians e Vasco

    Árbitro relata em súmula tentativa vascaína de intimidação na Arena Corinthians; entenda

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes