Corinthians traça plano para diminuir número de erros em contratações

Corinthians traça plano para diminuir número de erros em contratações

Clube com o maior número de jogadores profissionais registrados na CBF, 151, o Corinthians sofre para pagar sua inflada folha de pagamento. Em muitos casos, perde muito dinheiro com jogadores inúteis para a comissão técnica mas que ficam "presos" com contratos longos e caros. Segundo o gerente de futebol corintiano, Edu Gaspar, isso acontece em parte porque muitos atletas que se destacavam em equipes menores chegavam ao Timão e não encontravam a situação ideal para jogar.
- Muitos jogadores vinham de clubes do interior, de menor expressão que o Corinthians e já eram colocados para jogar. Depois de quatro jogos, se ele não respondia, já começava a dúvida sobre o atleta, a torcida já não ficava contente e o jogador ficava em uma situação desconfortável para jogar, sob desconfiança.

Há quatro meses no cargo, Edu está com a missão de aumentar o aproveitamento dos jogadores recém-chegados. Ele conta que já está em prática no Parque São Jorge um plano para diminuir a margem de erro nas contratações.

- Nós não podemos “queimar a largada” com esses jogadores que chegam. Hoje, o processo é diferente. O caso do Willian [atacante, ex-Figueirense], por exemplo, foi bem claro. Ele chegou, foi para o banco, não entrava em alguns jogos e começou a se adaptar com o ambiente do Corinthians. Aí começou a entrar mais, fez um gol, voltou para o banco. Com o Paulinho foi a mesma coisa. É um processo para que a gente possa colocar o atleta da maneira correta. Isso faz com que o jogador chegue e tenha a oportunidade de uma maneira 100% eficaz, tranquila, isso diminui a margem de erro. E assim nós procuramos também diminuir a nossa folha.

O dirigente diz que a meta para as próximas temporadas é poder trocar os vencimentos de alguns desses jogadores encostados pelo salário de um atleta que chegue ao clube para fazer parte do grupo.

- Se você junta cinco atletas que hoje não estão servindo ao Corinthians, mas continuam na folha do clube, com o salário deles eu poderia ter um baita jogador aqui dentro. Então estou trabalhando nessa área, para que daqui a um tempo nós possamos fazer essa troca. Depois, com isso, você tem um ganho.

Para o Campeonato Brasileiro, o Corinthians investiu também em jogadores menos badalados, que devem seguir o planejamento feito por Edu e pela comissão técnica. Além do goleiro Renan, ex-Avaí, foram contratados o lateral Welder, do Paulista, os volantes Edenilson, ex-Caxias, e Nenê Bonilha, também do Paulista. Desses, apenas Welder já ganhou de Tite uma chance como titular.

Corinthians traça plano para diminuir número de erros em contratações

Enviado por: Matheus Rodrigues

Veja Mais:

  • Marquinhos Gabriel é aposta de Carille para surpreender Chapecoense

    Contra Chape, Corinthians joga para evitar oscilação e aumentar vantagem na liderança

    ver detalhes
  • Clayton disputou 14 jogos, marcando dois gols

    Corinthians e Atlético-MG finalizam últimos detalhes para devolução de Clayton

    ver detalhes
  • Quem deve ganhar chance no Timão em 2018?

    Em enquete, Fiel opina sobre quais emprestados devem ganhar chances no Corinthians em 2018

    ver detalhes
  • Romero, Jô, Rodriguinho e Fagner, personagens do PES 2018

    Presença do Corinthians na demo de PES 2018 é anunciada pela Konami; veja novo trailer do game

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes