Ainda triste por derrota no clássico, Paulinho diz que não vai secar São Paulo

Ainda triste por derrota no clássico, Paulinho diz que não vai secar São Paulo

301 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Ninguém no Corinthians diz encarar a partida de 26 de junho, contra o São Paulo, como chance de dar troco pela derrota no último encontro com o rival, quando Rogério Ceni fez seu gol de número 100. Mas a lembrança ainda está fresca na cabeça dos jogadores.

O volante Paulinho admite que fica chateado ao se lembrar da partida, mas que não vai além disso.

- É claro que a gente fica com sentimento meio de tristeza por ter perdido o jogo por 2 a 1, mas já passou. Temos que dar a volta por cima. É um clássico, e nós temos que ter atenção dobrada para sair com os três pontos.

Ao contrário do São Paulo, que é líder do Campeonato Brasileiro, com 100% de aproveitamento, e entrou em campo neste domingo (19), diante do Ceará, o terceiro colocado Corinthians não teve compromisso, porque a partida contra o Santos foi adiada para agosto.

Apesar da folga, Paulinho assegura que não vai torcer contra o rival.

- Não vou secar. O São Paulo tem o jogo dele, e nós temos que fazer nossa parte.

Ainda triste por derrota no clássico, Paulinho diz que não vai secar São Paulo

Fonte: Maycon

Enviado por: Maycon

Veja Mais:

  • Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web: 'Parecia o Romero!'

    Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web; confira melhores tweets

    ver detalhes
  • Maycon (à esq.) não fica após Copa; Rodriguinho e Jadson devem receber ofertas

    Andrés diz que Corinthians deve perder três titulares durante janela de transferências

    ver detalhes
  • Renan Areias comemora o gol marcado contra o São Paulo, na final da Copa do Brasil Sub-20

    Corinthians vence São Paulo na Arena e sai na frente na final da Copa do Brasil Sub-20

    ver detalhes
  • Porque o Internacional odeia o Corinthians | #53

    VÍDEO: Por que o Internacional odeia o Corinthians | #53

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes