"O time a ser batido": diz Chicão sobre o Campeonato

"O time a ser batido": diz Chicão sobre o Campeonato

Mesmo com um jogo a menos do que a maioria dos times, o Corinthians alcançou a liderança do Campeonato Brasileiro depois de vencer o Bahia por 1 a 0. Mas a primeira posição na tabela, segundo o zagueiro Chicão, tornará a equipe bem mais visada pelos adversários a partir de agora.
"O Corinthians virou o time a ser batido", disse o capitão. "Antes era o São Paulo, também pela liderança, agora somos nós. Temos que manter os pés no chão, trabalhar com humildade".
Com o triunfo por 1 a 0 na quarta-feira, o time alvinegro melhorou ainda mais seus números na competição: além de pular para 16 pontos, um a mais do que o rival tricolor, chegou a 13 gols marcados e se manteve com apenas três sofridos, sendo até aqui a defesa menos vazada.
"Já são três partidas sem tomar gol (Fluminense, São Paulo e Bahia), isso aumenta nossa confiança", acrescentou Chicão, que tem feito uma consistente dupla de zaga com Leandro Castán desde o início da temporada, mantendo Paulo André e Wallace na reserva imediata.
"Temos aumentado nosso entrosamento, começamos a jogar juntos mesmo neste ano. Ele (Castán) vem crescendo de produção, assim como toda a equipe", concluiu o camisa 3.

"O time a ser batido": diz Chicão sobre o Campeonato

Fonte: Terra

Enviado por: Matheus Rodrigues

Veja Mais:

  • Corinthians foi bicampeão mundial em 2012, diante do Chelsea, no Japão

    Grêmio cai, e Corinthians segue sendo último sul-americano campeão do Mundial da Fifa

    ver detalhes
  • Yago volta ao Corinthians na primeira semana de janeiro

    Após empréstimo, zagueiro é reintegrado ao Corinthians; Del'Amore no radar

    ver detalhes
  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes
  • Promoção da empresa Apito Promocional na camisa durante o Brasileirão 2012

    Corinthians mantém cobrança milionária contra ex-patrocinador; calote chega a cinco anos

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes