Defederico: 'O melhor é ficar na Argentina por mais seis meses'

Defederico: 'O melhor é ficar na Argentina por mais seis meses'

Matías Defederico fica no Independiente (ARG). Pelo menos é o que afirma o próprio jogador. Emprestado pelo Corinthians desde o começo de 2011, o meia, agora, tem o futuro indefinido. Após ter sido colocado fora dos planos do atual clube, Defederico, que não vê motivos para voltar ao Corinthians por enquanto, parece ter convencido os dirigentes argentinos a ficar, pelo menos, até o fim do ano.

– Meu contrato não foi rescindido. Vou ficar (no clube argentino) até o fim do ano. Hoje (sexta-feira) até renovei o passaporte, o Independiente jogará a Copa Suruga, no Japão – disse, por telefone, ao LANCENET!, direto da Argentina, referindo-se ao torneio amistoso, em agosto, entre os vencedores da Copa Sul-Americana e da Copa do Japão.

Nos últimos dias, Defederico viu dirigentes do Independiente reclamarem da postura dele no clube. Ao diário argentino "Olé", Cristian Mattera, secretário geral do clube, disse que o meia foi "passar férias" durante o período de empréstimo.

O contrato de empréstimo vai até o fim deste ano. O jogador não crê na rescisão e prefere acreditar nas declarações favoráveis, que dão conta da permanência dele. Mesmo com apenas 14 jogos e quatro gols durante a estadia de seis meses no Independiente, o meia, que foi contratado para vestir a camisa 9 do clube, quer ficar e não vê com bons olhos o retorno para o Corinthians – contrato vai até julho de 2013. Ao menos neste momento.

– Saí do Corinthians porque não tinha espaço, e acredito que em seis meses a situação não vai mudar tanto. O melhor, para mim, é ficar na Argentina por mais seis meses. Aqui tenho meus amigos e mais espaço na equipe – acrescentou.

Nos últimos seis meses, o meia sofreu com as lesões recorrentes no músculo posterior da coxa esquerda e ouviu críticas quanto à postura pouco profissional fora de campo. Agora, mesmo sem ter desempenhado um bom futebol, parece ter convencido o Independiente a ter mais uma chance.

Nos próximos dias, Defederico definirá toda a situação com o Corinthians. A tendência é a de que ele só volte, mesmo, em 2012.

Confira um bate-bola com Matías Defederico

LANCENET!: Em 2009, você era tido como um jogador muito promissor, apontado como um futuro craque. Acredita que pode voltar a ser assim?
Defederico: Óbvio, mas para isso tenho de ter uma continuidade. Lamentavelmente, no Corinthians eu não pude ter, e aqui acabei sofrendo com algumas lesões. Mas é uma questão de confiança, porque tenho condições e mostrei isso pelo Huracán. Quero voltar a ser o que fui pelo Huracán, quando saí da Argentina.

L!: Muito se falou na imprensa argentina sobre sua postura fora de campo e que você teria ido a uma festa com jogadores do Huracán. Esse tipo de coisa aconteceu?
D: Sei o que faço e o que não faço por aqui. Isso do Huracán foi uma festa, um jantar de reencontro no qual estavam as namoradas, as esposas de todos os jogadores. Estavam os filhos, foi uma festa em trajes sociais, tudo em família. Ano passado aconteceu também, o mesmo reencontro, e eu não pude ir. Não havia o que esconder, foi um jantar no qual até Javier Pastore (meia do Palermo, da Itália) esteve presente.

L!: E quando o empréstimo acabar, volta para o Corinthians? Ainda pode mostrar futebol no Brasil?
D: O Corinthians é dono dos meus direitos, então voltaria, não vejo nenhum problema. Eu tenho mais dois anos de contrato com o Corinthians e quero voltar quando o empréstimo acabar, sei que posso jogar bem no Brasil, também.

Despejado antes, agora pode ser aproveitado

Se Defederico teve de conviver com o despejo do apartamento onde morava, de propriedade do técnico Tite, quando o treinador chegou ao Corinthians, agora tem o aval para ser aproveitado.

Em outubro de 2010, o argentino teve de deixar o apartamento onde morava por falta de pagamento. O imóvel pertencia ao técnico, que fez a aquisição em 2004, durante sua primeira passagem pelo Corinthians.

Depois disso, apesar de o treinador não atrelar o episódio ao fracasso do argentino dentro dos campos, Defederico foi pouco aproveitado no Timão.

Mesmo assim, ao saber da possibilidade do retorno no meia, Tite disse que iria considerá-lo como mais uma peça do elenco.

– Ele é patrimônio do clube e merece meu respeito. Técnico tem que valorizar todos os atletas do clube, para que tenham bom desempenho – afirmou o treinador, na última quarta-feira.

Fonte: Lance!net

Enviado por: Luis bruno

Veja Mais:

  • Resultados do domingo pressionam Corinthians para duelo desta segunda-feira

    Rivais vencem na rodada e diminuem vantagem do Corinthians na liderança; veja classificação

    ver detalhes
  • O Timão não conseguiu passar pelo Sorocaba na tarde deste domingo

    Gol ilegal e confusão da torcida: Corinthians/UNIP fica com o vice da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Corinthians/Guarulhos disputou a segunda rodada da Superliga de Vôlei neste domingo

    De virada, Corinthians/Guarulhos vence Minas e conquista primeira vitória na Superliga

    ver detalhes
  • Léo Príncipe, Maycon e Fagner estão na lista de jogadores divulgada pelo Corinthians

    Sem Pablo e Pedrinho, Corinthians relaciona 22 jogadores contra o Botafogo

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes