Árbitro revolta corintianos no vestiário do Couto Pereira

Árbitro revolta corintianos no vestiário do Couto Pereira

2.6 mil visualizações 0 comentários Comunicar erro

O técnico Tite e os jogadores corintianos não perdoaram a atuação do árbitro Wilton Pereira Sampaio (DF). Na visão dos alvinegros, dois homens do Coritiba teriam de ser expulsos, isso sem falar na marcação de um pênalti sobre Willian.

Para o treinador corintiano, o lateral-esquerdo Lucas Mendes e o volante Leandro Donizete deveriam ter expulsos, após falta em Sheik quando o mesmo avançada ao gol e pelo chute na cabeça do zagueiro Chicão, respectivamente.

- O lance do Emerson é claro: a bola não sai para o lado. Não tá em direção ao gol. Se está para frente, o meu jogador tem autônima, ele e o goleiro. Está claro. É expulsão. Donizete era para ir para fora. O Chicão está rasgado – afirmou Tite, lembrando do rosto do seu jogador.

No penúltimo lance de perigo, Willian avançou dentro da área e foi impedido de prosseguir na jogada por dois adversários, com a mão no peito de um adversário e um empurrão de um outro.

- O que querem que eu fale? Todo mundo viu...- lamentou o atacante corintiano.

Árbitro revolta corintianos no vestiário do Couto Pereira

Fonte: Lance

Enviado por: Matheus Rodrigues

Veja Mais:

  • Lucca acertou com Internacional por empréstimo

    Lucca, ex-Corinthians, é anunciado pelo Internacional; Fiel aguarda anúncio de Roger

    ver detalhes
  • Contra o Fluminense, Leste Superior ficou longe de estar cheia. Oeste então...

    Corinthians tenta valorizar Fiel Torcedor, aumenta valor dos ingressos e público na Arena diminui

    ver detalhes
  • Inicialmente exposta no Memorial, a estátua de Sócrates está na Arena Corinthians

    Conheça o escultor Laércio Alves, que homenageou Sócrates em estátua exposta na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade, atual e ex-presidentes do Corinthians

    Corinthians registra déficit de R$ 35 milhões em 2017; veja números do balanço financeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes