150 vagas para trabalhar nas obras do estádio do Corinthians são abertas

150 vagas para trabalhar nas obras do estádio do Corinthians são abertas

Por Meu Timão

4.0 mil visualizações 0 comentários Comunicar erro

175 vagas foram abertas para trabalhar na construção do estádio do Corinthians

175 vagas foram abertas para trabalhar na construção do estádio do Corinthians

Willians Valente / UOL

A Odebrecht, empresa responsável pela construção do estádio do Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, abriu vagas para quem quer trabalhar na obra. São 175 oportunidades para quem está desempregado. Os salários variam de R$ 968 a R$ 1.055. Não importa a idade. São 65 vagas para ajudante de produção, 15 para pedreiro, 60 para carpinteiro e 35 para armadores.

Os interessados devem ir a um posto do Centro de Solidariedade ao Trabalhador (CST) mais próximo, levando carteira de trabalho, CPF, RG e o PIS. Quem passar na pré-seleção vai receber a carta de encaminhamento à empresa. Não é exigido escolaridade, só experiência na área.

A seleção final será feita na terça-feira (20), no terreno onde está sendo construído o estádio.

Locais para se inscrever para trabalhar no estádio do Corinthians

Fonte: VNews

Veja Mais:

  • Corinthians segue invicto na atual edição da Copinha - e classificado às quartas de final

    Corinthians faz pinturas até de falta, goleia Visão Celeste e pega Grêmio nas quartas da Copinha

    ver detalhes
  • BMG e Crefisa: adversárias no mercado e agora também no futebol

    Provável novo patrocinador do Corinthians convoca Fiel para desafio contra Crefisa nas redes sociais

    ver detalhes
  • Fabrício Oya comanda o Timão em ótima campanha até o momento na Copinha

    Federação confirma data e horário de quartas da Copinha entre Corinthians e Grêmio

    ver detalhes
  • Mauro Boselli, ex-León do México, é o principal reforço do Corinthians para 2019

    Mauro Boselli será apresentado à torcida do Corinthians domingo na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes