Corinthians assumirá custos da remoção de dutos no futuro estádio

Corinthians assumirá custos da remoção de dutos no futuro estádio

Por Meu Timão

No alto está demarcado o futuro espaço onde passarão os dutos desviados da Transpetro

No alto está demarcado o futuro espaço onde passarão os dutos desviados da Transpetro

Foto: Guilherme Tosetto

O Corinthians assumirá todos os custos de remoção e realocação dos dutos da Transpetro, que estão localizados na área onde está sendo construído o estádio do clube em Itaquera. O compromisso foi assumido nesta segunda-feira em reunião no Ministério Público Federal (MPF) que contou com a presença de representantes da Transpetro e da Odebrecht, responsável pelas obras da arena, provável palco da abertura da Copa de 2014.

Ainda não está definido o valor que o Corinthians pagará pela realocação dos dutos. Agora, o clube abrirá concorrência com empresas que poderão realizar o trabalho. Estima-se que o valor total dessa remoção possa chegar a R$ 30 milhões, não necessariamente embutidos nos R$ 820 milhões previstos no orçamento do estádio.

A Odebrecht pode ser a empresa responsável pela remoção dos dutos, mas esta questão não está resolvida. "Como vai ser configurado isso (quem remove os dutos), não sei. Pode ser até a gente", disse ao iG, o gerente operacional da empresa, Frederico Barbosa. A Odebrecht já reservou no canteiro de obras do estádio o espaço por onde passaram os dutos.

De acordo com a assessoria de imprensa do Corinthians, não há definição sobre como será feito o pagamento da remoção dos dutos e nem quem a fará. Tudo será decidido nas negociações que terão início nos próximos dias. Não estão descartados acordo de permuta, como por exemplo a cessão por parte do Corinthians de patrocínios ou camarotes da futura arena. O contrato com essa empresa deverá ser entregue pelo clube ao MPF. De acordo com o órgão, um termo de definição de responsabilidades será formalizado entre o Corinthians e a Transpetro e deverá ser entregue ao MPF até o dia 23 de setembro.

"Os representantes da Transpetro se comprometeram a repassar ao Corinthians, até o dia 30 de setembro, todos os elementos técnicos necessários para a execução da obra, como projetos de engenharia, diretrizes de projetos, normas, licenças prévia e de instalação concedidas pela Cetesb e autorização de construção concedida pela Agência Nacional de Petróleo", diz a nota do MPF. Também no próximo dia 30 deverá ser entregue ao MPF uma cópia do “Termo de Ajuste” entre o clube e a Transpetro, regulando tecnicamente o processo de remoção e realocação dos dutos.

Fonte: IG

Veja Mais:

  • Gustavo Scarpa está negociando com o Corinthians para 2018

    Arquirrival perde força, e Corinthians volta ao páreo pela contratação de Scarpa

    ver detalhes
  • Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

    Em nota oficial, Corinthians anuncia saída de Adauto e Piovesan

    ver detalhes
  • Andrade permanece à frente do Corinthians apenas até fevereiro de 2018

    Corinthians estima superávit em 2018; clube pretende arrecadar R$ 50 milhões em vendas

    ver detalhes
  • Alessandro falou sobre o planejamento do Corinthians para 2018

    Alessandro explica busca de reforços e comenta volta de dois emprestados: 'Díficil'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes