Médico admite que Sócrates pode precisar de um transplante de fígado

Médico admite que Sócrates pode precisar de um transplante de fígado

Por Meu Timão

Sócrates é um dos maiores ídolos da história do Corinthians

Sócrates é um dos maiores ídolos da história do Corinthians

O ex-jogador e ídolo do Corinthians, Sócrates, teve alta esta semana, onde ficou 17 dias internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo para tratar de uma cirrose. Foi a segunda internação de Sócrates em menos de um mês por causa de hemorragias digestivas. E desta vez, ele correu risco de morte.

Pela primeira vez, o chefe da equipe médica que tratou de Sócrates, Dr. Ben-Hur Ferraz Neto, admitiu que ele pode precisar de um transplante de fígado no futuro.

Segundo o médico, ele está se recuperando e alguns cuidados nessa fase são importantes para que se possa definir a necessidade ou não de pensar em um transplante de fígado.

Os próximos meses serão decisivos para determinar o tratamento do ex-jogador de 57 anos. "Magrão", como é carinhosamente chamado, vai continuar com visitas regulares ao hospital para ser avaliado pelos médicos. Ele sabe da possibilidade de um tranplante, mas prefere deixar o procedimento apenas como uma última opção. "Só vou chegar no transplante se precisar. Tem muito mais gente necessitada do que eu", afirma. Em casa, o ex-jogador faz fisioterapia para os pulmões, coração e para o corpo.

Fonte: Rede Bom Dia

Veja Mais:

  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Crislan pertence ao Braga, mas jogou no Vegalta Sendai por empréstimo

    Em alta no Japão, atacante despista sobre sondagem do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille acredita em crescimento de Marquinhos Gabriel na próxima temporada

    Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018

    ver detalhes
  • Em meio à Fiel, Carille ergue a taça do hepta

    Como ganhar na loteria! 'Campeão de tudo' em 2018 levará R$ 144 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes