Rosenberg diz que Morumbi fora da Copa é um absurdo

Rosenberg diz que Morumbi fora da Copa é um absurdo

Por Meu Timão

Luis Paulo Rosenberg sempre ironiza o São Paulo

Luis Paulo Rosenberg sempre ironiza o São Paulo

Foto: Eduardo Viana

Conhecido por sempre ironizar o rival São Paulo nas suas entrevistas e palestras, Luis Paulo Rosenbergm diretor de marketing do Corinthians, saiu em defesa do Tricolor na tarde desta terça-feira, em São Paulo, no evento Seminário Esportivo - Gestão e Marketing Esportivo no Futebol Paulista.

Embora o Fielzão, estádio do Timão, vá sediar a abertura da Copa de 2014, no dia 12 de junho, o dirigente afirma que o pontapé teria de acontecer na casa do Tricolor, o Morumbi, que foi excluído pela Fifa do Mundial.

- Eu, como economista, acho o Morumbi a solução para a Copa do Mundo. Acho um absurdo a abertura não ser no Morumbi, mas chegou a hora que a CBF, a Fifa e o Governo pediram pelo amor de Deus para a abertura ser no estádio do Corinthians. E foi o que aconteceu. Com uma parceria público-privada, onde há isenção de tributo, atendemos as exigências da Fifa - afirmou Rosenberg.

O estádio do Corinthians está em construção desde maio, e tem previsão de entrega no fim de 2013. Ou seja, não será sede na Copa das Confederações.

Orçado em R$ 820 milhões, o Alvinegro contará com a ajuda do BNDES para financiar R$ 400 milhões e ainda incentivos fiscais da Prefeitura de R$ 420 milhões. Recentemente, no entanto, o presidente Andrés Sanchez afirmou que o custo da obra ultrapassaria a casa do R$ 1 bilhão, incluindo os gastos com a remoção dos dutos da Petrobras no terreno de Itaquera. Esse deslocamento será bancado pelo Governo do Estado.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Gustavo Scarpa está negociando com o Corinthians para 2018

    Arquirrival perde força, e Corinthians volta ao páreo pela contratação de Scarpa

    ver detalhes
  • Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

    Em nota oficial, Corinthians anuncia saída de Adauto e Piovesan

    ver detalhes
  • Andrade permanece à frente do Corinthians apenas até fevereiro de 2018

    Corinthians estima superávit em 2018; clube pretende arrecadar R$ 50 milhões em vendas

    ver detalhes
  • Alessandro falou sobre o planejamento do Corinthians para 2018

    Alessandro explica busca de reforços e comenta volta de dois emprestados: 'Díficil'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes