William sobre entregadas: 'É mais digno simular uma lesão e não jogar'

William sobre entregadas: 'É mais digno simular uma lesão e não jogar'

Por Meu Timão

375 visualizações 0 comentários Comunicar erro

William está curtindo sua aposentadoria na Europa. Mesmo assim, está atento ao Brasileirão

William está curtindo sua aposentadoria na Europa. Mesmo assim, está atento ao Brasileirão

Foto: Miguel Schincariol

Capitão do Corinthians no Campeonato Brasileiro de 2010, William se recorda bem dos jogos em que Palmeiras e São Paulo enfrentaram o Fluminense e perderam por 2 a 1 e 4 a 1, respectivamente. Na ocasião, muito se falou sobre uma 'entregada' dos rivais.

- É, assistindo aos jogos não notamos aquele grande empenho. Lembro-me que alguns torcedores até pressionaram os atletas para perder. Foi uma situação inusitada, não foi legal - lembrou, em entrevista ao LANCENET!.

Nesta semana, o assunto voltou à tona. Meia do Timão, Danilo disse que foi claro que os rivais 'não tiveram vontade nenhuma de jogar e de ganhar.'

- Se um jogador pensa em não se esforçar em campo, é preferível nem jogar. Não é aceitável em nenhuma circunstância. É muito feio para o esporte, para a profissão de atleta. É mais digno simular uma lesão e não entrar em campo, do que se prestar a isso - opinou o jogador aposentado no fim do ano passado.

Ainda viajando pela Europa, tem passagem comprada para voltar ao Brasil no dia 30 de novembro. Acompanhando apenas pela internet o Campeonato Brasileiro, William torce para que a reta final nesta edição do Brasileirão seja cercada de lisura. Mas faz o alerta ao Timão: não dá para confiar nos arquirrivais!

- Estão tentando mudar neste ano com tabela, espero que realmente a coisa seja mais tranquila. Em 2010, conversamos que não podíamos depender dos rivais, e sim das nossas próprias forças. Depender de rival é risco de se dar mal - completou.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Corinthians e Chapecoense voltam a se enfrentar, desta vez pela Copa do Brasil

    TV Globo transmite para dois estados jogo decisivo entre Corinthians e Chapecoense

    ver detalhes
  • Placas publicitárias da Arena Corinthians renderão ao menos R$ 12 milhões por ano

    Corinthians fecha acordo independente de R$ 12 milhões pelas placas publicitárias da Arena

    ver detalhes
  • João Celeri assinou contrato com o Corinthians

    Após desistir de Juninho, Corinthians contrata atacante do Botafogo para Sub-20

    ver detalhes
  • Romero marcou o único gol da partida de ida; Timão tem vantagem mínima por vaga nas semifinais

    Corinthians tenta afastar crise e se classificar às semifinais da Copa do Brasil; saiba tudo

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes