Pai de Vítor Júnior nega Palmeiras e confirma estar perto do Corinthians

Pai de Vítor Júnior nega Palmeiras e confirma estar perto do Corinthians

Por Meu Timão

O pai do meia Vítor Júnior, destaque do Atlético Goianiense no Brasileirão, confirmou o acerto iminente com o Corinthians para a temporada 2012. Na semana passada, os jornais paulistas tratavam da chance de Vítor Júnior reforçar o Palmeiras, hipótese confirmada no Centro de Treinamento alviverde.

O pai e procurador de Vítor Júnior, Vítor Silva Assis de Oliveira, nega que tenha feito qualquer contato com o Palmeiras. Na conversa por telefone, na segunda-feira, Vítor diz que há vários tipos de contato, inclusive para jogar no exterior, mas a chance do Corinthians é enorme por um motivo: "Neste momento, Vítor quer seguir jogando no Brasil.



PVC - Qual a chance de Vítor Júnior jogar no Corinthians em 2012?
VÍTOR SILVA ASSIS DE OLIVEIRA -

A possibilidade é muito grande. Houve mesmo o contato, conversamos e está encaminhado para que ele jogue pelo Corinthians. Veja, não está certo e ele está concentrado em jogar pelo Atlético a reta final do Campeonato Brasileiro, classificar o clube para a Copa Sul-Americana. Mas o Corinthians o procurou e existe uma chance muito clara, sim.



PVC - O que aconteceu no caso do Palmeiras, clube sobre o qual se falou semana passada?
VÍTOR -

Nunca existiu nada. Nunca teve nada

(eleva o tom de voz).

PVC - Na semana passada, uma pessoa do Palmeiras me disse que estava apalavrado...
VÍTOR -

Não, não era assim, não. Não teve ninguém de dentro do Palmeiras que tenha conversado com a gente. Se vem alguém como intermediário... Vamos dizer. O caso do Cruzeiro. Aí, sim, alguém me ligou dizendo representar o clube. No Palmeiras, não foi assim. Nunca existiu nada. Nunca teve nada com o Palmeiras.



PVC - E com o Corinthians, como surgiu?
VÍTOR -

É uma pessoa da nossa confiança que está conversando.



PVC - Existe gente tratando de levá-lo para o exterior, neste momento?
VÍTOR -

Neste momento, o Vítor não tem nenhum interesse em sair do Brasil. Ele esteve no Japão, no Kawasaki Frontale. Quando decidiu voltar, apareceu o interesse do Atlético Goianiense, ainda para o Campeonato Goiano. Como o clube estava na Série A do Campeonato Brasileiro, nós achamos que seria uma boa ideia e, graças a Deus, deu tudo certo.



PVC - Vítor Júnior já jogou no Santos, mas no início da carreira esteve na Croácia. Como aconteceu?
VÍTOR -

Era uma pessoa da nossa confiança que, em 2006, que nos trouxe a possibilidade. Ele tinha 19 anos, estava terminando seu contrato com o Internacional e o clube de Porto Alegre não tinha o interesse de continuar com o Vítor. Então, apareceu a chance de jogar no Dinamo de Zagreb e ele foi para lá.

Fonte: ESPN

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes